Voltar à página inicial

Facebook Youtube SoundCloud Instagram

O pecado nos escraviza e nos separa de Deus

Fazer a vontade de Deus é, antes de tudo, lutar contra os nossos pecados; pois eles nos escravizam e nos separam de Deus.

O pecado nos afasta de Deus

O Catecismo da Igreja Católica (CIC) nos mostra toda a gravidade do pecado: “Aos olhos da fé, nenhum mal é mais grave do que o pecado, e nada tem consequências piores para os próprios pecadores, para a Igreja e para o mundo inteiro” (CIC § 1488).

São palavras fortíssimas que mostram que não há nada pior do que o pecado. Por outro lado, o Catecismo afirma que ele é uma realidade.
O pecado está presente na história dos homens. Tudo o que há de mau na história do mundo é consequência do pecado, que começou com Adão e continua hoje com seus descendentes.

Toda a razão de ser da Encarnação do Verbo foi para destruir, na Sua carne, a escravidão do pecado.
O demônio escraviza a humanidade com a “corrente” do pecado. Nosso Senhor veio exatamente para quebrar essa “corrente”. São João deixa bem claro na sua carta: “E vós sabeis que ele apareceu para tomar sobre si os nossos pecados; e nele não há pecado”. (1Jo 3,5). “Para destruir as obras do demônio é que o Filho de Deus veio ao mundo.” (1 Jo 3,8).

Essa “obra do demônio” é exatamente o pecado, que nos separa da união com Deus, e nos rouba a vida eterna.
Com a sua morte e ressurreição triunfante, Jesus nos libertou do pecado e para assim podermos agora viver uma nova vida. É o que São Paulo ensina na carta aos colossences: “Portanto,  se ressuscitastes com Cristo, buscai as coisas que são lá de cima, onde Cristo está sentado à dextra de Deus” (Col 3,1).

Aos romanos São Paulo garante:  “Não há, pois, agora nenhuma condenação para os que estão em Jesus risto, os quais não andam segundo a carne. Porque a lei do Espírito de vida em Jesus Cristo me livrou da lei do pecado e da morte”. (Rm 8,1-2).

Aos gálatas o Apóstolo diz: “Permanecei firmes, e não vos deixeis prender de novo ao jugo da escravidão (da lei antiga)”. (Gl 5,1).
Assim como a missão de Nosso Senhor Jesus Cristo foi libertar o homem do pecado, a missão da Igreja, que é o Corpo místico do Senhor, a Sua continuação na história, é também a de libertar a humanidade do pecado e levá-la à santificação. Fora disso a Igreja se esvazia e não cumpre a missão dada pelo Senhor.

A salvação se dá pelo perdão dos pecados; e já que “só Deus pode perdoar os pecados” (cf. Mc 2, 7), Ele enviou o Seu Filho para salvar o povo d’Ele dos seus pecados. Por tudo isso, o mais importante para o católico é a luta contra o pecado; se preciso for “chegar até o sangue na luta contra o pecado” (cf. Hb12,4).

Fonte:Blog Canção Nova (Prof. Felipe Aquino)

Se você NÃO tem Facebook, comente abaixo a:
Os comentários estão fechados.

GRÁTIS.
Coloque seu e-mail abaixo e receba orações, conselhos católicos e Mensagens de fé

Pesquisar no site

Veja o que acabamos de publicar

  • Tudo o que o Católico precisa em uma única Oração. Leia Mais +
  • “O que os homens Me pedem pelas lágrimas de Minha Mãe, Eu amorosamente concedo.” – Reze esta oração! Leia Mais +
  • Quero falar com o Sagrado Coração de Jesus Leia Mais +
  • Veja uma forma simples e eficaz de rezarem por você todos os dias. Leia Mais +
  • Verdades que o Católico não pode esquecer – Significado dos quatro animais que significam os quatro Evangelhos Leia Mais +
  • Clique aqui: você irá se MARAVILHAR com a pureza angélica de Santa Inês! Leia Mais +
  • “Deixai vir a Mim os pequeninos” – o que Nosso Senhor quis dizer? Veja aqui! Leia Mais +
  • Em todas as situações “Pensa em Maria, invoca Maria…” Leia Mais +
  • “Quando minha filha estava prestes a nascer, tudo desmoronou.” Veja esse impressionante relato. Leia Mais +
  • Tem pavio curto? Não leva desaforo para casa? Este texto é para você… Leia Mais +

Seu nome em mais de 60 Missas por ano

Clique aqui e saiba mais

Topo ↑

Inclua agora seu nome na Missa de Súplicas ao Coração de Jesus.
Ligue grátis de qualquer lugar do Brasil:

0800 774 7557

Política de Privacidade

Voltar aos Posts