Voltar à página inicial
Youtube Facebook Twitter Orkut
Página Inicial > boletim > 10 dicas de santidade por São Vicente Palotti

10 dicas de santidade por São Vicente Palotti

3, outubro, 2012

Dez Dicas de Santidade no Caminho Espiritual

1. Dedicar um tempo para a oração todos os dias

Temos que orar a Nosso Senhor Jesus Cristo para descobrirmos a sua santíssima vontade. Na oração, conhecemos melhor a Deus e a nós mesmos. Devemos ser generosos e dedicar 30 ou 15 minutos de oração, contemplação ou meditação. A oração bem feita ajuda-nos a começarmos o dia dispostos a reavivar a fé e o amor. “Quem reza se salva, quem não reza se condena”. (Santo Afonso Maria de Ligório).


2. Escolher uma intenção para cada dia

Oferecer as orações, os esforços e os trabalhos do dia. Podem ser intenções particulares como por uma pessoa doente, pela conversão dos pecadores ou pela santificação dos que dedicam à salvação das almas. Quando nos concentramos numa intenção concreta, se torna mais fácil rezar.

3. Rezar o Terço ou o Rosário todos os dias

Ao rezarmos o terço ou o rosário todos os dias, confiamos mais diretamente na presença e no auxilio de Nossa Senhora. Assim no rosário meditamos os principais mistérios de nossa fé. Os frutos de nossas orações − fortalecimento na prática do bem, abnegação, paz, percepção e distinção entre o que é bom e o que é ruim, o que é verdadeiro e o que é falso − dependem do modo como se reza.

4. Ler todos os dias um livro de piedade (de preferência escrito por um santo) ou comentários da Sagrada Escritura feitos por um dos santos Padres da Igreja (São João Crisóstomo, Santo Agostinho, São Tomás de Aquino, etc). (Lectio Divina)

A doutrina da Igreja deve ser o alimento principal de nossa vida de oração. Os ensinamentos dos santos é a luz que deve nos guiar na estrada para a felicidade eterna. Há pessoas que sabem mais de futebol, de novela, de internet do que de Nosso Senhor Jesus Cristo e da sua Igreja.

5. Conhecer os mandamentos e as promessas que Deus fez ao seu povo

Todo católico deve saber discorrer sobre os Dez Mandamentos. Quem conhece e medita os mandamentos e as promessas de Nosso Senhor sabe como discernir a verdade e o erro, e poderá evitar o pecado, com a intenção de agradar a Deus.

6. A confissão frequente

O sacramento da Confissão ajuda-nos a manter pura e limpa nossa alma e a não relaxar no nosso combate contra o pecado. Ajuda-nos a vencer nossos vícios mais enraizados e a formar melhor nossa consciência. Aquele que percebe o valor da confissão, na qual são perdoados nossos pecados, é mais robusto na fé e mais penitente.

7. Fazer mortificações

A mortificação é necessária porque ajuda a dominar os instintos humanos que tantas vezes arrastam ao pecado. Convém observar as ocasiões que se tem durante o dia para fazer alguma renúncia. Todo sacrifício suportado por amor de Deus durante o dia se transforma em salvação para muitas almas. O jejum é um meio simples e eficaz de por em prática este espírito de penitencia e renúncia por um bem maior. Por exemplo, livrar-se de um defeito ou um vício.

8.  A caridade para com o nosso próximo

O verdadeiro amor ao próximo nos torna mais semelhante a Nosso Senhor Jesus Cristo. E o bom exemplo é o principal  meio de praticá-lo.

9. Fazer pequenos atos de humildade

Toda pessoa tem tendência para a soberba, para exagerar as suas qualidades perante os outros.  A humildade é a virtude que leva a pessoa a não se comparar com os outros e reconhecer, sem cobiça, os autênticos predicados daqueles que a rodeiam, tributando-lhes a atenção e as  honras proporcionadas.

10. Exame de consciência diário

Através do exame de si próprio é possível o conhecimento daquilo que anima e dá contentamento na prática do bem, assim como o conhecimento dos defeitos e dos vícios que impelem à sensualidade, ao amor egoístico (mania de se considerar como centro das atenções). É importante terminar o exame de consciência com um pequeno ato de contrição pedindo a Deus o seu perdão e sua misericórdia pelas faltas que cometidas ao longo do dia.

Ato de Contrição

Ó meu Deus, eu vos agradeço todos os favores que me concedestes. Perdoai minhas infidelidades. Tende Piedade de Mim, sou pecador. Quero fazer todo o esforço de não mais pecar e amar-Vos com um fervor sempre crescente. Essa graça eu Vo-la peço por intermédio de Maria Santíssima, Vossa e nossa Mãe. Amém.

 Máximas a serem meditadas (São Vicente Pallotti)

1. Nosso único fim é a glória de Deus e a salvação da alma.

2. O nosso passo único e definitivo: a morte.

3. O único mal: o pecado.

4. O medo único: o do juízo particular e final.

5. O único tormento: o inferno

6. O único bem: o Paraíso celeste.

7. O único conforto: a divina misericórdia e o patrocínio de Nossa Senhora.

8. O único exemplo: a vida de Nosso Senhor Jesus Cristo.

9. A única contemplação: a Paixão de Nosso Senhor Jesus Cristo.

10. O único tesouro: o Sacramento.

11. O único amor: Deus e a Virgem Maria.

12. Ajudar o nosso próximo, nas suas necessidades espirituais e temporais: meio seguro para alcançar a misericórdia.

___
Fonte: Confraria dos Penitentes de S. João Batista

Conheça nossas campanhas de Apostolado:
Novena Irresistível
Medalha Santo Antonio e Francisco
Novena das Rosas

Quero receber diariamente em meu e-mail
as novidades da Associação Apostolado do
Sagrado Coração de Jesus.

Categories: boletim Tags:
  1. Helena Nery Silva
    3, outubro, 2012 em 15:09 | #1

    Boa tarde, essas Dez Dicas de Santidade no Caminho Espiritual, aumentou mais a minha fé nas minhas orações pessoais. A paz de Jesus estejam com vcs.

  2. eliana priscila santos
    4, outubro, 2012 em 15:02 | #2

    Meu Deus obrigada por todas as graças acançadas e peço que o Senhor abrante o coração da minha familia para que eles aceitem o meu namoro com o Mauricio o homem bom que o Senhor e Nossa Senhora colocou em minha vida.OBRIGADA…OBRIGADA…OBRIGADA…

Os comentários estão fechados.