Saiba mais sobre as Confissões mal feitas, e veja como evitá-las a todo custo! (Parte III)

Pintura de São Francisco Bórgia buscando salvar a alma de um moribundo impenitente, que negava se arrepender de seus pecados.

.

Continuação do post: Saiba mais sobre as Confissões mal feitas, e veja como evitá-las a todo custo! (Parte II)

.

D. — Mas a misericórdia infinita de Deus não vem em auxílio?

M. — Você pode supor que Deus queira sempre, na hora da morte, usar de misericórdia com quem durante toda a vida abusando dessa misericórdia, injuriou-O com sacrilégios?

E além disso na maioria dos casos, nem invocam essa misericórdia; pelo contrário, muitas vezes a desprezam.

Aqui também quero persuadi-lo com fatos.

O Padre dal Rio conta que uma jovem empregada se confessava frequentemente, pois que a patroa exigia, mas por vergonha e teimosia calava os pecados desonestos.

Uma ocasião ela caiu gravemente enferma; sempre por causa da solicitude da patroa, confessou-se, e mais de uma vez, sacrilegamente.

Depois que a curaram com muitos cuidados, chegava até a caçoar com as amigas pondo em ridículo o zelo da patroa e do confessor para induzi-la a fazer uma boa confissão.

Tendo adoecido pela segunda vez e mais gravemente do que da primeira, a patroa tornou a chamar o sacerdote o qual acudiu com presteza.

Com toda a piedade e paciência que Deus concede em casos análogos, o padre procurou induzir a infeliz a uma sincera e dolorosa confissão. Mas tudo em vão!

Sempre teimosa, perseverou durante a longa agonia no propósito de se esquivar e de se calar, recusando-se até a repetir a jaculatória e as invocações sugeridas pelo confessor; mostrava-se aborrecida com tudo aquilo e com a presença do Padre.

E, quando por fim vendo que chegava o momento da morte, o sacerdote lhe pediu que beijasse o crucifixo, ela com um esforço supremo o afastou com maus modos e olhando-o com desprezo disse:

—Tirem da minha frente este Cristo, não preciso dele!

 — E voltou-se para o outro lado; assim com um suspiro horrível expirou aquela alma impenitente e sacrílega.

Ai daquele que começa!

(Continua…)

.

*   *   *

.

.

Fonte: retirado do livro “Confessai-vos bem” do Padre Luiz Chiavarino.

.

3 respostas

  1. Prezados Senhores,
    Agradecido pelas informações, orações, venho, diante de Deus, elevar os pensamentos mais puros, rogando à Divina Misericórdia de nosso Pai Celestial que nos inspire, hoje, sempre, e, sobretudo, na hora de nossa morte a todos nós cristãos, filhos de Deus, amém!!! João do Carmo e família.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Você também gostará der ler...

Compartilhe:

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on email
Cadastre-se abaixo e receba orações, conselhos católicos e Mensagens de fé.
É GRÁTIS

Mais Postagens

contatos

Cadastre-se abaixo e receba orações, conselhos católicos e Mensagens de fé.
É GRÁTIS

CENTRAL DE MISSAS

Inclua seus pedidos
É Grátis!

0800 608 2126