Voltar à página inicial

Minha Oferta ao Sagrado Coração de Jesus

Facebook Youtube SoundCloud Instagram

boletim

Você quer ter tranquilidade interior? Veja esse remédio simples e eficaz.

16 janeiro 2018
Nosso Senhor Jesus Cristo no lenho da Santa Cruz.

Nosso Senhor Jesus Cristo no lenho da Santa Cruz.

.
Cristo – Meu filho, não confie em teu sentimento: de um momento para outro ele muda. Em toda a tua vida, queiras ou não, estarás sujeito à mudança.

.
Passarás da alegria à tristeza, da paz à agitação, do fervor à aridez, da aplicação à apatia, do abatimento à euforia.

Mas o sábio, perito em vida espiritual, domina essas vicissitudes: não se interessa por suas próprias impressões e não procura saber de que lado sopra o vento da mudança.

Toda a aplicação de seu espírito tende para o fim que ele deseja e deve alcançar.

Assim é possível permanecer sempre idêntico, inabalável, dirigido sem cessar para mim, no meio de tantos acontecimentos diversos, o olhar simples (Mt 6,22; Lc 11,34) de suas intenções.

Quanto mais pura a intenção, mais firme a conduta em meio aos furacões. Mas o propósito da intenção pura tem muitas ocasiões de se obscurecer:

.
Fixa-se o olhar nos prazeres que se oferecem e é raro que  escape à mancha da busca de si.

.
Outrora, os judeus foram a Betânia, à casa de Marta e Maria (Jo,11,45), não somente por Jesus, mas também para ver Lázaro (Jo, 12,9).

É preciso purificar o olho da intenção, para que ele seja simples e reto, e dirigi-lo para mim, passando além de todo outro meio.

.

Fonte: Livro “A Imitação de Cristo”.

.
.
*  *  *
.

Seu nome pode ser inscrito em mais de 60 Missas por ano e você pode receber inúmeras graças em sua vida.

Clique no link abaixo e confira.

.
.

botao_07

.

.

.

O que uma borboleta pode nos ensinar sobre a Virtude da Fortaleza? Descubra.

15 janeiro 2018

Borboleta saindo do casulo!


.
Um dia, uma pequena abertura apareceu em um casulo; um homem sentou e observou a borboleta por várias horas, conforme ela se esforçava para fazer com que seu corpo passasse através daquele pequeno buraco.

.
E
ntão pareceu que ela havia parado de fazer qualquer progresso.

Parecia que ela tinha ido o mais longe que podia, e não conseguia ir mais. Então o homem decidiu ajudar a borboleta:

Borboleta com suas cores e beleza!

ele pegou uma tesoura e cortou o restante do casulo. A borboleta então saiu facilmente. Mas seu corpo estava murcho e era pequeno e tinha as asas amassadas.

O homem continuou a observar a borboleta porque ele esperava que, a qualquer momento, as asas dela se abrissem e esticassem para serem capazes de suportar o corpo que iria se afirmar a tempo.

Nada aconteceu! Na verdade, a borboleta passou o resto da sua vida rastejando com um corpo murcho e asas encolhidas. Ela nunca foi capaz de voar.

O que o homem, em sua gentileza e vontade de ajudar não compreendia, era que o casulo apertado e o esforço necessário à borboleta para passar através da pequena abertura;

Era o modo com que a natureza fazia com que o fluido do corpo da borboleta fosse para as suas asas, de modo que ela estaria pronta para voar uma vez que estivesse livre do casulo.

 

.
Algumas vezes, o esforço é justamente o que precisamos em nossa vida. Se passássemos esta nossa vida sem quaisquer obstáculos, nós não iríamos ser tão fortes como poderíamos ter sido.

.
Eu quis Força… e recebi Dificuldades para me fazer forte.

Eu quis Sabedoria… e recebi Problemas para resolver.

Eu quis Prosperidade… e recebi Cérebro e Músculos para trabalhar.

Eu quis Coragem… e recebi Perigo para superar.

Eu quis Amor… e recebi pessoas com Problemas para ajudar.

Eu quis Favores… e recebi Oportunidades.

Eu não tive nada do que quis… Mas eu recebi tudo de que precisava.

.

.
*  *  *

Seu nome pode ser inscrito em mais de 60 Missas por ano e você pode receber inúmeras graças em sua vida.

Clique no link abaixo e confira.

.
.

botao_07

.

.

.

O que São Paulo da Cruz pode nos ensinar sobre a Santa Missa? Veja.

14 janeiro 2018

Santa Missa.


.
“Apesar de absorto nos augustos mistérios, cumpria escrupulosamente as cerimônias, nada julgando de somenos nas coisas de Deus.

.
.
Inflamava-se-lhe paulatinamente o rosto e lágrimas copiosas umedeciam os paramentos sagrados.
.
Com o decorrer dos tempos, diminuíram as lágrimas, particularmente nas aridezes e desolações espirituais. Porém, jamais deixou de chorar depois da Consagração.”
.
Este grande Santo, fundador da Congregação da Paixão de Jesus Cristo, comumente conhecidos como os passionistas, nasceu com o nome de Francisco Danei Massari, em Ovada, Itália, aos 3 de Janeiro de 1694.

.
Apaixonado pela Paixão de Cristo, dedicou-se a uma vida de solidão e pobreza e idealizou a fundação de uma congregação.

.
Foi ordenado sacerdote pelas mãos do Papa Bento XIII em 07/06/1727, na Basílica de São Pedro, onde futuramente foi canonizado, em 1866, pelo Papa Pio IX.

As Regras foram aprovadas pelo Papa Bento XIV em 1741.

Gostaria de transcrever algumas passagens de uma biografia sua, em que se fala de seu amor zeloso pela Sagrada Liturgia.

Há quem tente identificar o zelo pelas rubricas com um espírito distante do amor ao próximo ou superficial na vida espiritual.

Neste caro Santo encontramos o contrário: uma profunda caridade para com o próximo, aliada a uma vida intensamente mística e um zelo ardente pela Sagrada Liturgia.

Seja ele um modelo para todos os sacerdotes de Cristo! Eu diria que esta é a forma mais completa e autêntica da Ars Celebrandi! São Paulo da Cruz, rogai por nós!

O SANTO NO ALTAR

O nosso santo é, pois, sacerdote!… Vai tomar nas mãos o sangue do Cordeiro divino e oferecer a Vítima imaculada…

.
Tudo eram transportes de alegria e êxtases de amor… (…) Imaginemos com que fé e amor subiria São Paulo da Cruz ao altar!

.
Apesar de absorto nos augustos mistérios, cumpria escrupulosamente as cerimônias, nada julgando de somenos nas coisas de Deus. Inflamava-se-lhe paulatinamente o rosto e lágrimas copiosas umedeciam os paramentos sagrados.

Com o decorrer dos tempos, diminuíram as lágrimas, particularmente nas aridezes e desolações espirituais. Porém, jamais deixou de chorar depois da Consagração.

São Paulo da Cruz.

Qual a fonte misteriosa e inesgotável dessas lágrimas? Ouçamo-lo em palestra com seus filhos.

Acompanhai a Jesus em sua Paixão e Morte, porque a missa é a renovação do Sacrifício da Cruz.

Antes de celebrardes revesti-vos dos sofrimentos de Jesus Crucificado e levai ao altar as necessidades de todo o mundo.

Quando celebrava, afigurava-se-lhe estar no Calvário;

Ao pé da Cruz, em companhia da Mãe das Dores e do Discípulo predileto, a contemplar Jesus em suas penas.

.
Essa a causa de tantas lágrimas, verdadeiro sangue da alma que, mesclado com o Sangue divino do Cordeiro, eram oferecidas ao Eterno Pai para aplacá-Lo e atrair sobre os homens graças e benefícios.

Revestir-se de Jesus Crucificado antes do santo Sacrifício, Paulo o fazia diariamente;

.
Pois não subia ao altar sem macerar com disciplina terminada em agudas pontas, enquanto meditava a dolorosa Paixão do Senhor;

.
Unindo-se espiritual e corporalmente aos tormentos do seu Deus. Terminada a santa missa, retirava-se a lugar solitário, entregando-se aos mais vivos sentimentos de gratidão e amor.

E prescreveu nas santas Regras este método de preparação e ação de graças à santa missa.

Ao comentar as palavras do Evangelho Coenaculum Stratum, dizia ser o cenáculo o coração do padre, cuja integridade deve ser defendida a todo custo, mantendo-se sempre acesas as lâmpadas da fé e da caridade.

Comparava também o coração sacerdotal ao sepulcro de N. Senhor, sepulcro virgem, onde ninguém fora depositado.

.
E acrescentava: O coração do sacerdote deve ser puro e animado de viva fé, de grande esperança, de ardentíssima caridade e veemente desejo da glória de Deus e da salvação das almas.

.
Zeloso da rigorosa observância das rubricas, corrigia as menores faltas. Velava outrossim pelo asseio das alfaias sagradas.

Tudo o que serve ao santo Sacrifício, dizia, deve ser limpo, sem a menor mancha. Vez por outra mostrou N. Senhor com prodígios quão agradável lhe era a missa celebrada pelo seu fiel servo.

Celebrava certo dia na capela do mosteiro de Santa Luzia, em Corneto. Tinha como ajudante o ilustre personagem Domingos Constantini.

Pouco antes da Consagração, envolveu-o tênue nuvem de incenso, embalsamando o santuário de perfume desconhecido, enquanto o santo se elevava a cerca de dois palmos acima do supedâneo.

.
Terminada a Consagração, envolto sempre naquela misteriosa nuvem, alçou-se novamente ao ar, com os braços abertos. Dir-se-ia um Serafim em oração.

.
O piedoso Constantini de volta à casa, maravilhado, relatou o fato, glorificando a Deus, tão admirável nos seus santos.
.
.
Fonte: Pe. Luís Teresa de Jesus Agonizante, Vida de São Paulo da Cruz, Capítulo XII. 

.
*  *  *

.

Seu nome pode ser inscrito em mais de 60 Missas por ano e você pode receber inúmeras graças em sua vida.

Clique no link abaixo e confira.

.
.

botao_07

.

.

.

Descubra o que Santa Teresinha escreveu para a sua madre superiora. É emocionante.

13 janeiro 2018

Santa Teresinha do Menino Jesus.


.
Durante muito tempo eu me perguntava por que Deus tinha preferências, por que todas as almas não recebiam a mesma medida de graças.

.
Estranhava ao vê-lo prodigalizar favores extraordinários aos santos que o haviam ofendido, como São Paulo ou santo Agostinho, a quem forçava, por assim dizer, a receber suas graças;

E quando lia a vida daqueles santos a quem o Senhor acariciou desde o berço até a sepultura, retirando de seu caminho todos os obstáculos que os impedisse de se elevar até Ele;

E provendo essas almas com tais benefícios para que nada lhes ofuscasse o brilho imaculado de suas vestes batismais, eu me perguntava por que tantos pobres selvagens, por exemplo, morriam antes mesmo de ouvir ou sequer pronunciar o nome de Deus.

1)  Jesus quis instruir-me a respeito deste mistério.

.
Pôs diante dos meus olhos o livro da natureza e compreendi que todas as flores por Ele criadas são belas…

.
…e que o esplendor da rosa e a brancura do lírio não tiram o perfume da humilde violeta nem a simplicidade encantadora da margarida.

.
Compreendi que se todas as flores quisessem ser rosas, a natureza perderia sua pompa primaveril e os campos já não seriam salpicados de florzinhas.

O mesmo ocorre no mundo das almas, o jardim de Jesus. Ele quis criar grandes santos, que podem ser comparados aos lírios e às rosas;

Mas criou também outros menores, e estes devem se conformar em ser margaridas ou violetas destinadas a alegrar os olhos de Deus quando contempla seus pés.

 

A beleza das flores e a obra divina de Deus.

A perfeição consiste em fazer sua vontade, em ser aquilo que Ele quer que sejamos.

Compreendi também que o amor de Nosso Senhor se manifesta tanto na alma mais simples, que não coloca nenhuma resistência a sua graça, quanto na alma mais sublime.

É próprio do amor abaixar-se.

.
.
Se todas as almas se parecessem às dos santos doutores que iluminaram a Igreja com a luz de sua doutrina, parece que Deus não teria que se abaixar bastante para vir a seus corações.

Mas criou a criança, que nada sabe e só balbucia fracos gemidos, criou o pobre selvagem, que só tem a lei natural para guiá-lo. E também a seus corações ele se abaixa!

.
São suas flores campestres, cuja simplicidade o encanta. Assim se abaixando, Deus mostra sua grandeza infinita.

.
Assim como o sol ilumina os cedros e cada florzinha, como se somente ela existisse sobre a terra, da mesma forma Deus cuida pessoalmente de cada alma, como se não existisse outra além dela.

E assim como na natureza todas as estações estão de tal modo organizadas que no momento certo se abre até a mais humilde margarida, da mesma forma tudo concorre para o bem de cada alma.

.

Fonte: Livro “História de uma alma” de Santa Teresinha do Menino Jesus 

.
.
*  *  *.

.

Seu nome pode ser inscrito em mais de 60 Missas por ano e você pode receber inúmeras graças em sua vida.

Clique no link abaixo e confira.

.
.

botao_07

.

.

.

A oração une a alma a Deus – siga o exemplo de Nosso Senhor Jesus Cristo.

12 janeiro 2018

Santa Juliana de Norwich (1342-depois de 1416), mística inglesa Revelações do amor divino, cap. 43

De madrugada, ainda escuro [Jesus] foi para um lugar solitário e ali Se pôs em oração
oração-poderosa3A oração une a alma a Deus.
Mesmo que a nossa alma, pela sua natureza, se assemelhe sempre a Deus, restaurada que foi pela graça, de fato ela é-Lhe muitas vezes dissemelhante por causa do pecado.
.
A oração testemunha então que a alma deveria querer o que Deus quer; reconforta a consciência; torna-nos aptos a receber a graça.
.
.
Deus ensina-nos, assim, a rezar com uma confiança firme de que receberemos aquilo que pedimos em oração; porque Ele olha-nos com amor e quer associar-nos à sua vontade e às suas ações benfazejas. Incita-nos, assim, a rezar para que seja feita a sua vontade […]; parece dizer-nos:

“Que Me poderia satisfazer mais do que ouvir uma súplica fervorosa, sábia e insistente para que os Meus desígnios se cumpram?”
.
Portanto, pela oração, a alma entra em concordância com Deus. Mas quando, pela sua graça e a sua cortesia, Nosso Senhor Se revela à nossa alma, então obtemos o que desejamos. Nesse momento já não conseguimos ver que mais poderíamos pedir.
.
Todo o nosso desejo, toda a nossa força, estão inteiramente concentrados nele, para O contemplar. Parece-me ser uma oração muito alta, impossível de sondar.

.
O objetivo da nossa oração é estarmos unidos, pela visão e pela contemplação, Àquele a Quem rezamos, com uma alegria maravilhosa e um temor respeitoso, numa doçura e delícia tão grandes que, nesses momentos, não podemos rezar senão como Ele nos conduz a fazê-lo.

.
Bem sei que, quanto mais Deus Se revela a uma alma, mais ela tem sede dele, pela sua graça; mas, quando não O vemos, sentimos a necessidade e a urgência de rezar a Jesus, por causa da nossa fraqueza e da nossa incapacidade.

.
Fonte: Blog Escrito dos Santos

.
.
*  *  *

.

Reze por suas intenções e a de seus amigos e familiares

Reze por suas intenções e a de seus amigos e familiares

.

« Página anteriorPróxima Página »

GRÁTIS.
Coloque seu e-mail abaixo e receba orações, conselhos católicos e Mensagens de fé

Pesquisar no site

Veja o que acabamos de publicar

  • O que o Santo Evangelho nos ensina sobre a expulsão dos demônios? Descubra. Leia Mais +
  • MISTÉRIO! 3 pessoas em um só Deus, veja a explicação de São Tomás: Leia Mais +
  • Nosso Senhor vai enxugar suas lágrimas. Leia Mais +
  • Veja esse habilidoso conto para entender o que é a confissão. É impressionante! Leia Mais +
  • De onde vem a verdadeira Glória? Descubra Leia Mais +

Seu nome em mais de 60 Missas por ano

Clique aqui e saiba mais

Topo ↑

Inclua agora seu nome na Missa de Súplicas ao Coração de Jesus.
Ligue grátis de qualquer lugar do Brasil:

0800 774 7557

Política de Privacidade