Voltar à página inicial

Minha Oferta ao Sagrado Coração de Jesus

Facebook Youtube Instagram

Arquivo

Textos com Etiquetas ‘A Oração’

DOWNLOAD GRATUITO – Oração contra os males do câncer de São Peregrino!

15, junho, 2018 1 comentário
São Peregrino

Clique Aqui!

.
Isso mesmo, São Peregrino é o santo protetor contra os males do câncer.


Por isso não deixe de baixar aqui essa poderosa oração.

Se você conhece alguém ou familiar que enfrenta a batalha contra o câncer, não deixe de baixar essa oração, entregar para a pessoa e você também reze por ela!


Clique Aqui!

.
.
*  *  *

.
botao-oferta-aascj

Categories: boletim, Orações Tags:

29 de maio de 1954 – Canonização do papa Pio X.

29, maio, 2018 Sem comentários
Missa de canonização de São Pio X

Missa de canonização de São Pio X

.
Oração a São Pio X pela Santa Igreja de Deus


Ó Santo Pontífice, fiel servo do Senhor, fiel e humilde discípulo do divino Mestre.

Na dor e na alegria, nos trabalhos e nas solicitudes, experimentado pastor do rebanho de Cristo, volvei o vosso olhar sobre nós. 

Árduos são os tempos em que vivemos. Duras as fadigas que de nós exigem.

A Esposa de Cristo, confiada aos vossos cuidados, está de novo em angústias terríveis. Os vossos filhos se vêem ameaçados por inúmeros perigos na alma e no corpo. 

O espírito do mundo, qual leão enfurecido, rodeia-nos buscando a quem devorar. Não poucos caem nas suas garras. Têm olhos e não vêem. Têm ouvidos e não ouvem. Fecham os olhos à luz da eterna verdade, preferindo dar ouvidos às vozes que insinuam mensagens enganadoras. 

Vós que fostes na terra grande animador e guia do povo de Deus, sede auxílio e intercessor nosso e de todos os que se professam seguidores de Cristo. 

Vós, cujo coração se rompeu quando o mundo se precipitou em sanguinolenta luta, socorrei a humanidade, a cristandade, exposta presentemente a semelhantes abalos.

Obtende-nos da misericórdia divina o dom da paz duradoura e, como aproximação, o retorno dos espíritos àquele sentido de fraternidade, que somente pode dar aos homens e as nações a justiça e a concórdia desejadas por Deus.

Assim seja!

.
*  *  *

.
.
bt_oferta_ASC-1

A oração que Nosso Senhor ensinou a Santa Faustina, pela Divina Misericórdia. Rezemos todos os dias!

6, abril, 2018 1 comentário
Nosso Senhor Misericordioso

Nosso Senhor Misericordioso

.
Todos os anos, o Segundo Domingo da Páscoa é a Festa da Divina Misericórdia, estabelecida por São João Paulo II.


Em 1935, Santa Faustina recebeu de Cristo as seguintes indicações:

“Essa oração serve para aplacar a Minha ira. Tu a recitarás por nove dias, por meio do Terço do Rosário da seguinte maneira: Primeiro dirás o ‘Pai Nosso’, a ‘Ave Maria’ e o ‘Credo’”.

.

Procura livros católicos? Oração, devoção, catequese, formação?

Clique aqui e conheça o maior acervo de obras 100% Católicas e seguras de nossa doutrina.

Acesse agora e conheça!

.

“Depois, nas contas de ‘Pai Nosso’, dirás as seguintes palavras: Eterno Pai, eu Vos ofereço o Corpo e Sangue, Alma e Divindade de Vosso diletíssimo Filho, Nosso Senhor Jesus Cristo, em expiação dos nossos pecados e do mundo inteiro”.

“Nas contas de ‘Ave Maria’ rezarás as seguintes palavras: Pela Sua dolorosa Paixão, tende misericórdia de nós e do mundo inteiro. No fim, rezarás três vezes estas palavras: Deus Santo, Deus Forte, Deus Imortal, tende piedade de nós e do mundo inteiro”.

Este Terço geralmente é concluído com a seguinte oração escrita no diário de Santa Faustina: “Oh sangue e água que jorrastes do coração de Jesus como fonte de misericórdia para nós, eu confio em vós”.

.

Não perca essa oportunidade!

.

Com a expansão da devoção ao Senhor da Divina Misericórdia, são muitos os fiéis que rezam este terço todos os dias às três horas da tarde, a “hora da misericórdia”, e seguindo a promessa de Cristo:


“Recita, sem cessar, este Terço que te ensinei. Todo aquele que o recitar alcançará grande misericórdia na hora da sua morte”.


Certo dia, o Nosso Senhor disse à Santa Faustina:


“Oh, que grandes graças concederei às almas que recitarem esse Terço”.


Em outra ocasião, Jesus pediu à Santa:


“Escreve que, quando recitarem esse Terço junto aos agonizantes, Eu Me colocarei entre o Pai e a alma agonizante não como justo Juiz, mas como Salvador misericordioso”.

.
Fonte: acidigital.com

.
.
*  *  *

.
botao-oferta-aascj

Você sabe o que é, e como receber uma Indulgência? Então veja esses 11 modos agora mesmo.

4, março, 2018 Sem comentários
A oração é uma das maneiras de se receber as indulgência

A oração é uma das maneiras de se receber as indulgências


.
1 –
Indulgência é a remissão, diante de Deus;


D
a pena temporal devida pelos pecados já perdoados quanto à culpa, que o fiel, devidamente disposto e em certas e determinadas condições;

Alcança por meio da Igreja, a qual, como dispensadora da redenção, distribui e aplica, com autoridade, o tesouro das satisfações de Cristo e dos santos.


2 –
A indulgência é parcial ou plenária, conforme liberta em parte ou no todo, da pena temporal devida pelos pecados.



3 –
Ninguém pode lucrar indulgências a favor de outras pessoas vivas.



4 –
Qualquer fiel pode lucrar indulgências parciais ou plenárias para si mesmo ou aplicá-las aos defuntos, como sufrágio.


5 –
O fiel que, ao menos com o coração contrito, faz uma obra enriquecida de indulgência parcial, com o auxílio da Igreja alcança o perdão da pena temporal;

Em valor correspondente ao que ele próprio já ganha com sua ação.


6 –
O fiel cristão que usa objetos de piedade (crucifixo ou cruz, rosário, escapulário, medalha) devidamente abençoados por qualquer sacerdote ou diácono, ganha indulgência parcial.


Se os mesmos objetos forem bentos pelo Sumo Pontífice ou por qualquer bispo, o fiel, ao usá-los com piedade;


Pode alcançar até a indulgência plenária na solenidade dos Santos Apóstolos Pedro e Paulo, se acrescentar alguma fórmula legítima de profissão de fé.


Sacramento da Confissão

Sacramento da Confissão

7 – Para que alguém seja capaz de lucrar indulgências, deve ser batizado, não estar excomungado e encontrar-se em estado de graça, pelo menos no fim das obras prescritas.

O fiel deve também ter intenção, ao menos geral, de ganhar a indulgência;

E cumprir as ações prescritas, no tempo determinado e no modo devido, segundo o teor da concessão.


8 –
A indulgência plenária só se pode ganhar uma vez ao dia. Contudo, o fiel em artigo de morte pode ganhá-la, mesmo que já a tenha conseguido nesse dia.

.
A indulgência parcial pode ganhar-se mais vezes ao dia, se expressamente não se determinar o contrário.


9 –
A obra prescrita para alcançar a indulgência plenária anexa a uma igreja ou oratório é a visita aos mesmos.

Neles se recitam a oração dominical e o símbolo dos apóstolos (Pai Nosso e Credo), a não ser caso especial em que se marque outra coisa.


10 –
Para lucrar a indulgência plenária, além da repulsa de todo o afeto a qualquer pecado até venial, requerem-se a execução da obra enriquecida da indulgência e o cumprimento das três condições seguintes:


Confissão sacramental, comunhão eucarística e oração nas intenções do Sumo Pontífice
.


Com uma só confissão podem ganhar-se várias indulgências, mas com uma só comunhão e uma só oração alcança-se uma só indulgência plenária.

As três condições podem cumprir-se em vários dias, antes ou depois da execução da obra prescrita.

Convém, contudo, que tal comunhão e tal oração se pratiquem no próprio dia da obra prescrita.


Se falta a devida disposição, ou se a obra prescrita e as três condições não se cumprem, a indulgência será só parcial;


Salvo o que se prescreve nos nn. 27 e 28 em favor dos ‘impedidos’.

A condição de se rezar nas intenções do Sumo Pontífice se cumpre ao se recitar nessas intenções um Pai Nosso e uma Ave Maria, mas podem os fiéis acrescentar outras orações, conforme sua piedade e devoção.


11 –
Concede-se indulgência parcial ao fiel que, no cumprimento de seus deveres e na tolerância das aflições da vida;

Ergue o espírito a Deus com humildade e confiança, acrescentando alguma piedosa invocação, mesmo só em pensamento.

.
.
Fonte: “Manual das Indulgências”, editado pela Penitenciária Apostólica em 29 de junho de 1968 – Edições Paulinas, São Paulo, 1990

.
*  *  *

.
botao-oferta-aascj

Jejum, Oração e Penitência. Caminhos para reflexão na Quaresma!

12, fevereiro, 2018 2 comentários
quaresma, reflexão

Quaresma, tempo de reflexão

.
O sacerdote, escritor e funcionário da Secretaria de Estado do Vaticano, Mons. Florian Kolfhaus;


Compartilhou alguns conselhos para viver as 3 dimensões fundamentais da Quaresma que são jejuar, rezar e dar esmola.

Em sua coluna publicada em CNA Deutsh, o presbítero indicou que os cristãos;

“Não somos mestres de ioga que devem realizar práticas ascéticas muito exigentes” nos 40 dias de preparação para a Páscoa.

Mas, pelo contrário;


“Somos discípulos de Jesus que devemos experimentar a pobreza espiritual e às vezes material, para deixar assim que o Senhor nos gratifique”.


A seguir, apresentamos vários conselhos de Mons. Kolfhaus;

Para que o Senhor nos cumule com sua graça, enquanto vivemos o jejum, a esmola e o oferecimento de obras.


Jejum


Mons. Florian Kolfhaus explica que quando se fala de jejum;

“Não se trata apenas do que se refere à comida”, mas também;

Da “renúncia da televisão, do celular e do rádio, deixar de usar o carro particular para usarmos transporte público”.


No entanto, o sacerdote assegurou que abster-se de alimentos tem um “significado especial” na Sagrada Escritura.


“Jesus mesmo jejuou 40 dias no deserto até sentir fome.

“Nós também não deveríamos nos assustarmos com a Quaresma, com o sentir fome, pois, através desse oferecimento;

“Tal como promete o Senhor, podemos fazer com que nossa oração produza mais furtos”, detalhou.

Além disso, assegurou que o jejum “pode tomar diversas formas”;

Como uma só refeição forte e dois reforços pequenos (é a prescrição quaresmal da Igreja que a Quarta-feira de Cinzas e a Sexta-feira Santa);

Comer apenas pão e água (ou talvez frutas e verduras) ou esperar até à noite para fazer uma refeição forte.

“É claro que a renúncia das guloseimas e doces, do café e do álcool são oferecimentos que fazem bem à saúde corporal e que, às vezes;

Podem nos representar maior dor do que o jejum propriamente dito”, acrescentou.


Oração


O presbítero indicou que a oração é “ponto central” deste tempo de preparação para a Páscoa, entendendo a oração como “encontro pessoal com Deus”.


Por esse motivo, recomendou levantar-se 10 minutos antes para começar o dia com Deus em oração;


Visitar a cada dia, ao menos de forma breve, uma Igreja e adorar o Santíssimo;

Rezar o Terço diariamente ou a Via sacra nas sextas-feiras;

E agradecer a Deus a cada dia, inclusive nos momentos difíceis.


Do mesmo modo, para estar mais bem preparados para rezar;

Convidou a colocar sobre a escrivaninha uma imagem de Jesus ou um crucifixo para ter o Senhor sempre presente;

Ler diariamente as Sagradas Escrituras memorizando versículos;

E ler um bom livro espiritual antes de ir dormir.


Esmola


“Quanto à ideia de esmola, entendemos as boas obras que fazemos pelos demais.

“A Quaresma é uma escola de amor ao próximo”, explica Mons. Kolfhaus.


Nesse sentido, exortou a fazer uma boa obra a cada dia.


Por exemplo, rezando pelas vítimas das guerras e catástrofes naturais;

Dando esmola ao mendigo ou doando objetos que sejam importantes e valiosos.

Mons. Kolfhaus também se referiu à doação de tempo, ou seja;

Separar tempo no dia para conversar com algum vizinho;

Telefonar para antigos conhecidos;

Escrever cartas ou ser paciente com colegas de trabalho.


Oferecimentos ou mortificações


Segundo Mons. Kolfhaus, Nosso Senhor Jesus;


“Que esteve sedento na Cruz, pode ser consolado por nós, quando lhe oferecemos nosso amor, manifestando ao carregar nossa própria Cruz”.


“Não se trata de grandes sofrimentos ou dores, mas de grandes manifestações de amor.

“Mais importante do que a oferta em si são o amor e a confiança”, destacou.

O presbítero sustentou que durante esta Quaresma, os fiéis podem “carregar sua cruz” suportando pacientemente as doenças ou os problemas.

Indicou também que é possível ser criativo com os oferecimentos, por exemplo;

Não falar mal dos demais, tomar banho com água fria, renunciar a comidas ou bebidas de que gosta, subir as escadas em vez de usar o elevador.


Na vida religiosa, Mons. Kolfhaus destacou algumas opções;


Como fazer longos percursos rezando o Terço, rezar de joelhos, rezar abrindo os braços ou fazer peregrinações curtas a pé.

.
Fonte: acidigital.com

.
.
*  *  *

.

.

botao_07

.

.

,

.

 

GRÁTIS.
Coloque seu e-mail abaixo e receba orações, conselhos católicos e Mensagens de fé

Pesquisar no site

Veja o que acabamos de publicar

  • Vídeo: A influência satânica da Tatuagem Leia Mais +
  • Missa Satânica? Assine essa petição agora, para que não aconteça Leia Mais +
Topo ↑

Inclua agora seu nome na Missa de Súplicas ao Coração de Jesus.
Ligue grátis de qualquer lugar do Brasil:

0800 774 7557

Política de Privacidade