Voltar à página inicial

Minha Oferta ao Sagrado Coração de Jesus

Facebook Youtube Instagram

Arquivo

Textos com Etiquetas ‘confissão’

Você quer ir para o inferno? Veja esses 2 sinais de que desprezar os preceitos de Deus pode acarretar na perdição eterna.

8, março, 2018 Sem comentários
Alma agonizando no inferno

Alma agonizando no inferno


.
“As vossas iniquidades fizeram uma separação entre Vós e vosso Deus” (Is. 59, 2)

.
.
A malícia do pecado mortal consiste no desprezo da graça divina e na perda voluntária de Deus, o Bem supremo.

.
Com toda a justiça, pois, a maior pena do pecador no inferno é tê-lo perdido, sem esperança de o tornar a achar.

.
Se quisermos ter uma garantia de não incorrermos em tamanha desgraça, demo-nos inteiramente e sem reservas ao Senhor.

Esse vídeo é impressionante, ASSISTA!
.

O que não se dá inteiramente a Deus ou o serve com tibieza, corre grande risco de o perder para sempre.

.
.
I. A gravidade da pena deve corresponder à gravidade do delito.
.
Os teólogos definem o pecado mortal por estas duas palavras: aversio a Deo — aversão de Deus.
.
Eis, pois, em que consiste a malícia do pecado mortal: consiste no desprezo da graça divina e na perda voluntária de Deus, o Bem supremo.
.
Pelo que com toda a justiça a maior pena do pecador no inferno é o ter perdido a Deus.
.
São grandes as demais penas do inferno:
.
.
O fogo que devora, as trevas que obcecam, os uivos dos condenados que ensurdecem, o mau cheiro que faria morrer aqueles desgraçados se pudessem morrer;
.
.
A estreiteza que os oprime e lhes tolhe a respiração; mas todas estas penas nada são comparadas com a perda de Deus.
.
.
No inferno os réprobos choram eternamente, mas o objeto mais amargoso do seu choro é o pensar que perderam a Deus pela sua culpa.
.
.
Ó Deus, que grande bem perderam eles!
.
Durante esta vida os objetos que nos rodeiam, as paixões, as ocupações temporais, os prazeres dos sentidos, as contrariedades não nos deixam contemplar a beleza e bondade infinita de Deus.
.
Mas uma vez que a alma sai do corpo, reconhece logo que Deus é um bem infinito, infinitamente formoso, e digno de amor infinito.
.
E sendo que foi criada para ver e amar esse Deus, quisera logo elevar-se a ele e com ele unir-se.
.
Como, porém, está em pecado, acha levantado um muro impenetrável, quer dizer, o pecado mesmo que lhe fecha para sempre o caminho para Deus:
.
As vossas iniquidades fizeram uma separação entre vós e o vosso Deus.
.
.
Meu Senhor, graças Vos dou, porque não me foi ainda fechado este caminho, como tinha merecido, e porque posso ainda ir para Vós.
.
.
Peço-Vos, não me repilais! Meu Jesus, com Santo Inácio de Loyola Vos direi: Aceito toda a pena, mas não a de ser privado de Vós.
.
.
II. Se quisermos ter uma garantia de que não perderemos o nosso Deus, consagremo-nos inteiramente a ele.
.
O que não se dá todo a Deus corre sempre o risco de lhe virar as costas e de o perder. Uma alma, porém, que resolutamente se desapega de todas as coisas e se dá toda a Deus, não o perde mais;
.
.
Porquanto, Deus mesmo não consentirá que uma alma que se lhe deu de todo o coração lhe volte as costas e o perca.
.
.
Pelo que um grande Servo de Deus dizia que, em lendo-se a queda de alguns que primeiro levaram vida santa, se deve concluir que eles nunca se deram a Deus com todas as veras.
.
Demo-nos, pois, ao Senhor sem reserva e roguemos-lhe sempre pelos merecimentos de Jesus Cristo que nos livre do inferno. Especialmente deve pedir isso aquele que na sua vida já perdeu a Deus por algum pecado grave.
.
Demônios nos tentam diariamente querendo levar nossa alma para o inferno.

Demônios nos tentam diariamente querendo levar nossa alma para o inferno.

Ai de mim, ó Senhor, que pelo desprezo da vossa graça mereci estar para sempre separado de Vós, meu Bem supremo, e odiar-Vos para sempre.

.
Agradeço-Vos o me haverdes suportado quando estava na vossa inimizade: se então tivesse morrido, que seria de mim?
.
.
Mas já que me prolongastes a vida, fazei que dela nunca me sirva para Vos ofender de novo, mas unicamente para Vos amar e para chorar os desgostos que Vos dei.
.
.
Meu Jesus, doravante sereis Vós o meu único amor; e o meu único temor será o de Vos ofender e de me separar de Vós. Nada, porém, posso, se não me ajudardes.
.
Prendei-me sempre mais a Vós pelos laços de vosso santo amor; reforçai as santas e doces correntes de salvação, que me liguem mais e mais convosco.
.
.
Pelos méritos de vosso Sangue espero que me ajudareis para ser sempre vosso, ó meu Redentor, meu amor, meu tudo: Deus meus et omnia.
.
.
Ó grande Advogada dos pecadores, Maria, ajudai um pecador que se recomenda a vós e em vós confia.
.
.
Fonte: Do livro de Santo Afonso Maria de Ligório. Meditações: Para todos os Dias e Festas do Ano: Tomo Terceiro: desde a duodécima semana depois de Pentecostes até ao fim do ano eclesiástico. Friburgo: Herder & Cia, 1922.
.
*  *  *
.
botao-oferta-aascj

Por que as palavras que dizemos revelam o nosso coração? Descubra.

2, fevereiro, 2018 Sem comentários
Meditação!

Meditação!


.
“Nenhuma palavra má saia da vossa boca, mas só a que seja boa para edificação da fé, de maneira que faça bem aos que a ouvem.” (Ef 4,29).

.
É
conhecida a história daquela mulher que foi se confessar e disse ao padre que tinha difamado uma amiga, falando mal dela às outras.

Após o perdão, o sacerdote deu-lhe como reparação dos pecados soltar do alto da torre da igreja um saco cheio de penas.

.
Após cumprir a penitência, a mulher foi comunicar ao sacerdote, que lhe disse: “agora a senhora vai juntar todas as penas que o vento levou…”

.
Assim como é impossível juntar todas essas penas lançadas ao vento, é quase impossível restaurar os efeitos destruidores da calúnia, da maledicência e dos julgamentos indevidos.

.
Alguém disse que as palavras são mais poderosas que os canhões.

As palavras geram a paz ou a guerra. Ela leva consigo o próprio espírito e poder da pessoa que a comunica.
.
Jesus disse que:

“O homem bom, do bom tesouro do seu coração tira o bem; e o homem mau, do mau tesouro tira o mal. Porque a boca fala da abundância do coração” (Lc 6,45).

.
Se a pessoa só pensa em política, ela fala de política. Se só pensa em dinheiro e em negócios, também só fala de dinheiro e de negócios.

.
Se pensa em Deus, gosta de falar de Deus… e assim por diante.

.
Se o seu coração estiver em paz;

Vivendo na mansidão, na humildade, cheio de misericórdia, também as suas palavras transmitirão essas disposições de espírito.

Mas se o seu coração for exaltado, rebelde, violento, cheio de ódio… cuidado com as suas palavras, pois elas transmitirão o seu espírito.


As palavras “mostram” o coração.

.

Pela palavra, Nosso Senhor Jesus Cristo curou cegos e leprosos;

Expulsou demônios, multiplicou pães, acalmou os ventos e o mar… ressuscitou mortos, amaldiçoou a figueira estéril (Mc 11,14).

.
Também nossas palavras poderão transmitir alegria ou dor, conforme esteja o nosso coração.

.
O Mestre divino disse: 

“Porque do interior do coração dos homens é que procedem os maus pensamentos;

Os adultérios, as fornicações, os homicídios, os furtos, as desonestidades, a inveja, a loucura” (Mc 7, 21).

Por nossas palavras seremos julgados.

Não é à toa que São Paulo nos exortava:
.
“Nenhuma palavra má saia da vossa boca, mas só a que seja boa para edificação da fé, de maneira que faça bem aos que ouvem.

E não entristeçais (com vossos pecados) o Espírito Santo de Deus, pelo qual fostes marcados com um selo para o dia da redenção” (Ef 4,29-30).

.
Fonte: Retirado do livro “ENTRAI PELA PORTA ESTREITA”.

.
.

.
.
*  *  *

.

Inscreva todos os seus pedidos direto no livro de Missas.

Clique na imagem abaixo e veja como é fácil, você poderá pedir por todas as graças e bênçãos que precisar.

.
.
botao_05.
.

.
.
..

.

O demônio e a Confissão – veja como S. João Bosco leu o coração de um pecador:

27, outubro, 2017 Sem comentários
São João Bosco

São João Bosco

.

Continuação do post: Você sabe qual o principal “porquê” das Confissões mal feitas? Descubra aqui:

.

Discípulo. — Se não me engano, parece-me que li que D. Bosco também viu o demônio em circunstâncias análogas.


Mestre. — Justamente! E ouça como foi:

Certa noite, estava o santo confessando no coro da Igreja de São Francisco de Sales em Turim; era grande o número de jovens ali reunidos, esperando que chegasse a sua vez.

Pelo confessionário passam dez, passam vinte, e chega finalmente um que, tendo já feito uma parte da confissão, para de repente.

— Continue, diz-lhe D. Bosco, que por inspiração divina lia na consciência dos seus filhos. — Continue! E o resto?

— Não há mais nada, Padre, mais nada!

Não temas, meu filho, continua o Santo, o Confessor não ralha, não castiga, perdoa sempre, perdoa sempre, perdoa tudo em nome de Deus; tem coragem… confessa-te bem…

— Não há mais nada! Nada mais!…


— Mas por que, meu filho, queres, com uma confissão sacrílega, dar prazer ao demônio… causar  tristeza a Jesus, fazê-lo chorar?


— Garanto-lhe Padre, que não tenho mais nada a dizer!

D. Bosco que vê o perigo que o infeliz jovem corre, inspirado por Deus, abandona a luta inútil e diz:

— Pois bem, olha quem está atrás de ti!

O rapaz vira-se de repente, solta um grito agudo e, agarrando-se ao pescoço de D. Bosco exclama:

— Sim Padre, eu tenho mais este pecado…

E conta o pecado que não ousava confessar… Os companheiros que estavam na igreja ouviram o grito; assim que saíram, cercaram o rapaz, e, curiosos, queriam saber o que tinha acontecido.

E ele sorrindo, apesar de estar ainda um tanto assustado:

Se vocês soubessem… Eu tinha cometido uma falta que não ousava confessar.

D. Bosco leu meu coração… e eu vi o demônio que, sob a figura de um gorila de olhos de fogo e garras afiadas, estava pronto para me agarrar!

D. — D. Bosco era um Santo! Que sorte confessar com um Santo; não é, Padre?

M. — Todos os confessores representam Jesus Cristo e Jesus Cristo é sempre Santo; Ele tudo sabe, Ele vê tudo, tem pena de todos, perdoa tudo!

(Continua…)

.

Fonte: Do livro “Confessai-vos bem” do Padre Luiz Chiavarino.

.
.

*   *   *

.

Tem uma causa impossível?
Amanhã é dia de São Judas, não perca a oportunidade,
acenda sua vela de São Judas pelas causas impossíveis!!!

No link abaixo:

aascj.org.br/veladesaojudas

.

Você sabe qual o principal “porquê” das Confissões mal feitas? Descubra aqui:

26, outubro, 2017 1 comentário
Qual é o principal "porquê" das confissões mal feitas?

Qual é o principal “porquê” das confissões mal feitas?

.

Discípulo. — Diga-me, Padre; qual será o primeiro “por quê” de tantas confissões mal feitas?


Mestre. — Os “por quês” podem ser diversos, mas o principal é sem dúvida “o medo”, ou seja a maldita vergonha pela qual o demônio fecha a boca de muitos, fazendo-os calar ou confessar mal certos pecados ou o número deles.

Você sabe como é que o demônio age quando quer induzir alguém ao pecado? Cerca o infeliz de mil maneiras, vai-lhe sugerindo:

“— Ora, cometa à vontade esse pecado… Afinal não é assim tão grave.

Deus é bom… Ele não o quer castigar… Depois, com uma confissão Ele o perdoa e esta tudo acabado…”

E assim, batendo hoje, batendo amanhã, e sempre na mesma tecla, o demônio acaba triunfando, ou seja, fazendo cometer e talvez até repetir os pecados.

Depois, então, quando o coitado, roído pelo remorso, resolve confessar-se, o demônio muda de tática.

Novamente trata de impedir que Deus tome conta dessa alma, dizendo:

— “Como ousas confessar esse pecado? O confessor ficará surpreendido, há de ralhar contigo, levá-lo-á a mal e é provável que te negue a absolvição.

Ora, vamos, não temas, confessar-te-ás depois… Há tempo de sobra… Há sempre tempo para isso.


— E assim o mais das vezes fecha a boca de quem estaria quase resolvido a falar e induz os pobres infelizes a se calarem e a cometerem sacrilégios.


M. — Certamente! Ele mesmo o confessou a Santo Antonino, arcebispo de Florença.

Um dia, tendo o santo visto o demônio junto do confessionário, perguntou-lhe: — O quê fazes aí?

— Estou esperando para fazer a restituição.

— Qual restituição? Fala, ou ai de ti.

— Venho restituir aos pecadores a vergonha e o medo que lhes roubei quando os fiz cometer os pecados…

(Continua…)

.

Fonte: Do livro “Confessai-vos bem” do Pe. Luiz Chiavarino.

.
.

*   *   *

.
Acenda a vela de São Judas pelas causas urgentes!

No link abaixo:

aascj.org.br/veladesaojudas

.

Qual a principal causa da perdição da alma? Leia aqui para descobrir:

10, outubro, 2017 Sem comentários
Faltar à Confissão, ou fazer Confissões mal feitas, são um caminho certo para o Inferno...

Faltar à Confissão, ou fazer Confissões mal feitas, são um caminho certo para o Inferno…

.

O principal motivo da perdição


Discípulo — Padre, poderia explicar-me a razão deste livro?

Mestre — Chamei-o assim por causa do fato seguinte:

Conta-se certa moça, tendo caído por desgraça num desses pecados que tanto envergonham na confissão, vivia triste e desconsolada.

Passaram-se assim muitos meses, sem que nenhuma das companheiras da coitada descobrisse a causa de tanta aflição.

Nesse ínterim, aconteceu que a sua melhor amiga, muito virtuosa e devota, morreu santamente.

Uma noite, a chamam pelo nome, quando está no melhor do sono; reconhece perfeitamente a voz da amiguinha morta que vai repetindo:

Confesse-se bem… se você soubesse o quanto Jesus e bom!

A moça tomou aquela voz por uma revelação do céu, criou coragem e, decidida, confessou o pecado que era a causa de tanta vergonha e de tantas lágrimas.

Naquela ocasião, tamanha foi a sua comoção, tão grande o seu alívio que depois disso, contava o fato a todo o mundo, e repetia por sua vez: “Experimentem e vejam o quanto Jesus é bom”.

D. — Muito bem! — acredito nisso plenamente, porque, já fiz mais de cem vezes a experiência de tal verdade.


M. — Pois então agradeça a Deus de todo o coração e continue a fazer boas confissões. Ai daquele que envereda, pelo caminho do sacrilégio!


É essa a maior desgraça que nos pode acontecer;

Porque dela não teremos mais a força de nos afastar, e assim prosseguiremos, talvez até à morte, precipitando-nos no abismo da perdição eterna.

D. — É assim tão nefanda uma confissão mal feita?

M. — É o principal motivo, a causa capital da perdição!

D. — Deveras?


M. — Assim é, infelizmente! São as confissões mal feitas o motivo pelo qual tantas pessoas perdem suas almas e vão para o inferno.

.

Fonte: Do livro “Confessai-vos bem” do Rev. Pe. Luiz Chiavarino.

.
.

*   *   *

.

.

missa

Clique na Imagem e escreva seu nome na Missa

.
.
.

GRÁTIS.
Coloque seu e-mail abaixo e receba orações, conselhos católicos e Mensagens de fé

Pesquisar no site

Veja o que acabamos de publicar

  • Por que a sabedoria de Jesus é mais importante do que a ciência humana? Leia Mais +
  • Padre Pio: um dos mais milagrosos santos de todos os tempos Leia Mais +
Topo ↑

Inclua agora seu nome na Missa de Súplicas ao Coração de Jesus.
Ligue grátis de qualquer lugar do Brasil:

0800 774 7557

Política de Privacidade