Voltar à página inicial

Twitter Facebook Youtube SoundCloud Instagram

Arquivo

Textos com Etiquetas ‘Devoção ao Sagrado Coração de Jesus’

2 Meios PODEROSOS para alcançar o amor de Deus e a Santidade. Veja.

13, março, 2016 1 comentário

Buscando a santidade


.
“Os desejos matam o preguiçoso; porém, o que é justo dará e não cessará” (Prov. 21, 25 26).

.
I. Quem mais ama a Deus é mais santo.

Dizia São Francisco Borges que a oração faz entrar o amor divino no coração, ao passo que a mortificação dele remove a terra e fá-lo apto a receber aquele fogo sagrado.
.
Quanto mais espaço a terra ocupa no coração, tanto menos lugar achará ali o santo amor: Sapientia… nec invenitur in terra suaviter viventium – “A sabedoria… não se acha na terra dos que vivem em delícias”

.
Por isso é que os Santos sempre procuraram mortificar, o mais possível, o seu amor próprio e os seus sentidos.

.
“Os santos são poucos, mas devemos viver com os poucos, se nos quisermos salvar com os poucos”
, escreve São João Clímaco: Vive cum paucis, si vis regnare cum paucis.

E São Bernardo diz:“Quem quer levar vida perfeita, deve levar vida singular: Perfectum non potest esse nisi singulare”.

.
Para sermos santos, devemos, antes de mais nada, ter o desejo de nos tornarmos santos: desejo e resolução. Alguns sempre desejam, mas nunca começam a por mãos à obra.

.
“De semelhantes almas irresolutas”, dizia Santa Teresa, “o demônio não tem medo. Ao contrário, Deus é amigo das almas generosas.”

.
É, pois, um engano do demônio, no dizer da mesma seráfica Santa, fazer-nos pensar que há orgulho em se querer tornar santo.

.
Seria orgulho e presunção se metêssemos a nossa confiança em nossas obras ou resoluções; mas não, se esperamos tudo de Deus, que então nos dará a força que nos falta. 

Desejemos, portanto, e ardentemente, chegar a um grau sublime de amor divino e digamos com coragem: Omnia possum in eo qui me confortat — “Eu posso tudo naquele que me fortalece”.

Se não achamos em nós tão grande desejo, peçamo-lo instantemente a Jesus Cristo, que não deixará de no-lo dar.

II. Devemo-nos, portanto, alentar, tomar uma resolução e começar; lembrando-nos de que, na perfeição cristã, segundo a expressão de São Francisco de Sales, vale muito mais a prática do que a teoria.

.
O que não podemos fazer com as nossas próprias forças, ser-nos-á possível com o auxílio de Deus, que prometeu dar-nos tudo o que Lhe pedíssemos: Quodcumque volueritis, petetis, et fiet vobis.

 

.
Oremos

.
Ó meu amado Redentor, Vós desejais o meu amor e me mandais que Vos ame de todo o coração. Sim, Jesus meu, quero amar-Vos de todo o meu coração.

.
Não, meu Deus — assim Vos direi, confiado em vossa misericórdia, — não me assustam os pecados que cometi, porque agora detesto-os e abomino-os mais do que qualquer outro mal, e sei que Vos esqueceis das ofensas da alma que se arrepende e Vos ama.

Porque Vos ofendi mais do que os outros, quero, com o auxílio que de Vós espero, amar-Vos mais do que os outros.

.
Senhor meu, Vós me quereis santo, e eu quero tornar-me santo, não tanto para gozar no paraíso, como para Vos agradar.

.
Amo-Vos, bondade infinita! Jesus, meu Deus, amo-Vos sobre todas as coisas, e me consagro todo a Vós, vós sois o meu único bem, o meu único amor.

Aceitai-me, ó meu amor, e fazei-me todo vosso, e não permitais que ainda Vos dê desgosto. Fazei com que eu me consuma todo por Vós, assim como Vós Vos consumistes todo por mim. 

Ó Maria, ó Esposa mais amável do Espírito Santo, e a mais amada, obtende-me amor e fidelidade. Alcançai-me somente, ó minha Mãe, que eu seja sempre vosso devoto servo;

Porquanto quem se distingue na devoção para convosco, distingue-se também no amor a vosso divino Filho. (II 400.)

.

.
.

*  *  * 

.

Clique aqui e veja e veja como receber pelos correios essa BELÍSSIMA Estampa do Sagrado Coração de Jesus, já benta por um sacerdote. 

.

.
.

.
Fonte: Santo Afonso Maria de Ligório. Meditações: Para todos os Dias e Festas do Ano: Tomo Primeiro: Desde o primeiro Domingo do Advento até Semana Santa inclusive. Friburgo: Herder & Cia, 1921, p. 360-362.

.

Um simples exemplo de felicidade… Veja a surpresa desse rapaz ao se deparar com uma pessoa verdadeiramente feliz:

30, janeiro, 2016 2 comentários

A verdadeira felicidade da vida vem de Deus.


.
Corre entre os russos a seguinte novela.

O czar (imperador) caiu gravemente enfermo. Não encontrando remédio, disse:

— Darei a metade de meu reino a quem me curar. Reuniram-se então todos os sábios para uma consulta cujo tema era:

— Como havemos de curar o imperador?

Depois de muito discutirem, disse um:

— Procurai um homem feliz, tirai-lhe a camisa e levai-a ao czar e, vestindo-a, ele sarará.

Mensageiros percorriam todo o império à procura do homem feliz, mas não o encontravam, porque: um era rico, mas sempre doente; outro era são, mas pobre;

Este são e rico, mas sem filhos; aqueles são, rico e com filhos, mas atribulado; todos, enfim, tinham do que lamentar-se.

Um dia, o filho do czar aproximou-se à noitinha de uma cabana, parou e ouviu que dentro um homem falava assim:

— Graças a Deus, trabalhei, comi e vou para a cama contente de ter cumprido o meu dever. Nada me falta, sou feliz…

O filho do czar não cabia em si de contente, pois encontrara afinal o homem feliz e estava disposto a dar-lhe quanto dinheiro quisesse pela camisa, que levaria ¡mediatamente ao czar, seu pai.

Bateu à porta, entrou pôs-se diante do homem feliz para comprar-lhe a cobiçada camisa, mas… Que é que viu?

O homem feliz não possuía nem uma camisa!

Bem-aventurados os pobres.

Comentários:

Esta estória mostra bem como a felicidade relativa que se pode ter aqui na terra não se encontra nos bens terrenos (prestígio, poder, riqueza,  gozos, saúde física, etc.)

Mas consiste na percepção dos desígnios de Deus a respeito da gente e em saber tirar bom proveito daquilo que se tem para realizá-los do modo mais perfeito.

Somente assim se consegue aquela quota de felicidade terrena acessível a cada um de nós, com vista à felicidade plena na vida eterna.

.
*  *  *

.

.
.

Fonte: “Tesouro de exemplos” – Pe. Francisco Alves.
.

É impressionante o que essa garotinha fez, veja:

18, janeiro, 2016 2 comentários

 

Criança fazendo oração piedosa.

.
Joei era uma menina que as Irmãs de Caridade encontraram abandonada pelos pais às margens do Rio Amarelo, da Grande China.

Estava a criancinha a morrer de fome e frio, quando as Irmãs a levaram para o hospital. Logo que a vestiram e alimentaram, dando-lhe leite quente, começou a pequenina a recobrar a vida e a saúde.

Foi batizada e logo brilhou a inteligência em seus olhinhos vivos e começou a conhecer a Deus e a aprender as coisas do céu.

Andava já pelos oito anos e gostava de assistir à doutrina com as crianças que se preparavam para a primeira comunhão.

Mas a sua memória não acompanhava o seu coração e quando o missionário foi examiná-la, teve que dar-lhe a triste noticia de que não seria admitida à primeira comunhão enquanto não soubesse melhor a doutrina.

Julgava o Padre que essa determinação a deixaria indiferente. Mas não foi assim. Daquele dia em diante notou-se uma mudança extraordinária no comportamento da menina.

Em lugar de brincar, como antes, com as crianças de sua idade, Joei começou a passar seus recreios na capela aos pés de Jesus.

Um dia, estando Joei diante do Santíssimo, o Padre acercou-se dela devagarzinho e ouviu que repetia com frequência o nome de Jesus.

— Que é que fazes ai?

— Estou visitando o Santíssimo Sacramento.

— Visitando o Santíssimo?  Tu nem sabes quem é o Santíssimo…

— É meu Jesus, respondeu Joei.

— Bem, e que pedes a Jesus?

Então, com as mãos postas e sem levantar a cabeça, com lágrimas nos olhos, respondeu com indizível doçura:

Peço a Jesus que me dê Jesus.

E a pequena Joei teve licença de fazer sua primeira comunhão.

.

*  *  *

.


.

Finalidade do Sagrado Coração: atrair todos os corações ao dEle! Leia este artigo para compreender este importante objetivo de Nosso Senhor Jesus Cristo.

27, julho, 2015 6 comentários

A finalidade da devoção ao Sagrado Coração de Jesus é ainda o amor dos homens, a quem Ele deseja a verdadeira conversão.

Já vimos que os intuitos de Nosso Senhor no escritos de Santa Gertrudes foi fazer conhecer a ternura do seu Coração, atrair desse modo a si muitos corações.

Jesus também deu várias vezes sensivelmente os nossos corações a Gertrudes, e recebeu o coração da Santa em troca, para nos assinalar o dom mútuo dos corações que o seu amor pede entre Ele e nós.

Conservou sempre o coração de Gertrudes fielmente unido ao seu, para nos servir ainda
de modelo:

“Gertrudes, dizia Jesus a Santa Mechtilde, adere de tal forma ao meu Coração, e conservo-a de tal forma unida a ele, que ela se tornou um mesmo espírito comigo.

Por isto ela vive em absoluta dependência das minhas vontades; os membros estão menos sujeitos ao coração do que Gertrudes está sujeita às minhas vontades.

Mal o homem diz à mão, pelo pensamento: faze isto; ao olho: olha; à língua: fala; ao pé: anda; logo, sem a menor demora, a mão, a língua, o olho, o pé obedecem.

Gertrudes é para mim como uma mão, um olho, uma língua de que disponho a meu talante, sem que lhes resistam a nenhum de meus desejos”.

Jesus manifesta em particular a Gertrudes o quanto o seu Coração divino deseja a conversão dos pecadores. A Santa rezava um dia por uns malvados que haviam causado um grande prejuízo ao seu mosteiro.

Nosso Senhor mostrou-se então a Gertrudes: estava com um braço dolorosamente dobrado e torcido, os nervos pareciam-lhe partidos. E Jesus lhe disse:

“Aqueles que me pedem pela conversão desses infelizes derramam um bálsamo salutar no meu braço doente, e com mão delicada reconduzem pouco a pouco os músculos à posição primitiva”.

Surpresa com este excesso de benignidade, Gertrudes disse a Jesus:

“Dulcíssimo Senhor, como podeis chamar vosso braço a tais pessoas tão indignas dessa honra? – Chamo-lhes assim com verdade, porque elas são do corpo da Igreja, de que me honro de ser a Cabeça.

Por isso o interesse das suas almas desperta em mim solicitudes inexprimíveis: o meu coração deseja com indizível ardor que esses infelizes se convertam”.

Reflexão:

A finalidade íntima a que Nosso Senhor se propôs revelando ao mundo a devoção ao seu Sagrado Coração, é ainda o amor dos homens, que Ele quer atrair todos a si.

*   *   *

Fonte: retirado do livro “Amor, Paz e Alegria: Mês do Sagrado Coração de Jesus segundo Santa Gertrudes” do Rev. Pe. André Prevot.

De todos os motivos… Você sabe qual é O mais especial da devoção ao Sagrado Coração de Jesus? Descubra aqui:

19, julho, 2015 20 comentários

O amor imenso que Jesus tem por nós é o principal motivo da devoção ao Sagrado Coração.

“Segundo os documentos eclesiásticos, o motivo especial do culto do Coração de Jesus consiste em ser ele o símbolo do Amor” (Bucceroni).

Evidentemente, sempre se admirou a palavra do Evangelho:

Deus tanto amou o mundo que lhe deu seu Filho, e esta palavra sublime de São Paulo: Ele me amou e entregou-se por mim.

Ele me amou até a Cruz, até ao Santo Sacrifício de cada dia, até a Presença real de cada instante, até ao dom, a um tempo tão frequente e infinitamente precioso e doce, da Santa Comunhão.

A inteligência é talvez a maior potência aos olhos do mundo: parece que nada tem tanto prestígio como o gênio. Ora, é evidente que nenhuma inteligência humana é comparável à inteligência de Nosso Senhor.

Entretanto, sem dúvida, a Igreja nunca julgou e jamais julgará útil autorizar um culto especial a ela. Sempre se correrá o risco de colocá-la acima da bondade.

E contudo a virtude, o devotamento, o sacrifício são infinitamente mais estimáveis: e é o que o culto do Sagrado Coração vem lembrar eloquentemente ao mundo, que tanto necessita desta lição.

O que a Providência deseja, o que a Igreja, em seu nome, aprova e recomenda a toda alma atenta e delicada, e aos próprios pecadores, aos indivíduos, às famílias, às sociedades, ao mundo inteiro é, sob o símbolo do Coração, o culto do Amor a Nosso Senhor.

O culto de todas as virtudes que o amor de Deus e dos homens inspirou, de todas as alegrias que Ele santificou, de todos os sofrimentos que Ele aceitou e quis.

No que consiste a devoção ao Coração de Jesus

“Eis em poucas palavras – ensina H. Delassus – o que se entende pela devoção ao Sagrado Coração de Jesus: o amor imenso que Jesus tem por nós e do qual Ele nos dá provas tão visíveis na adorável Eucaristia, é o principal motivo desta devoção;

A reparação do desprezo que se faz deste amor é o fim principal que se propõe; o Sagrado Coração de Jesus, todo abrasado deste amor, é o objeto sensível deste amor; e um amor muito ardente e muito terno para a pessoa de Jesus Cristo deve ser seu fruto.

*   *   *

Fonte: extraído do livro “O Sagrado Coração de Jesus: Escola de Amor e de Bondade para uma nova civilização” de Reinaldo F. Mota Jr.

GRÁTIS.
Coloque seu e-mail abaixo e receba orações, conselhos católicos e Mensagens de fé

Pesquisar no site

Veja o que acabamos de publicar

  • “Amar a Deus de todo o Coração”. Veja aqui como fazer esse nobre ato. Leia Mais +
  • Desde quando a Bíblia pede para rezar pelos fiéis defuntos? Descubra. Leia Mais +
  • NOVIDADE! Está no ar o nosso novo site. Veja aqui as novidades que foram pensadas em você. Leia Mais +
  • Mensagem em Áudio! Hoje é o dia de São João reze agora mesmo essa piedosa e importante oração fonte de muitas graças. Leia Mais +
  • Dia de São João Batista! Leia essa meditação e descubra algo incrível que nunca contaram a você. (Parte II) Leia Mais +
  • DEPRESSÃO: O MAL DO SÉCULO. É possível combatê-la e curá-la por meio da oração? A resposta é surpreendente. Leia Mais +
  • Dia de São João Batista! Leia essa meditação e descubra algo incrível que nunca contaram a você. (Parte I) Leia Mais +
  • Graças a ajuda de amigos e colaboradores, nosso Apostolado distribuiu mais de 100 mil artigos religiosos para famílias necessitadas de fé Leia Mais +
  • Rezar pelos filhos é algo essencial. Veja essa oração eficaz pela proteção dos filhos. Leia Mais +
  • Aviso: Um domingo sem Missa é…! Veja o que diz São João Maria Vianney sobre isso. Leia Mais +

Clique aqui para escrever os seus pedidos e agradecimentos a Santo Expedito

Seu nome e seus pedidos na
Missa do Sagrado Coração
de Jesus?

Ligue 0800 774 7557
(5083 3003 para São Paulo)

Topo ↑

Inclua agora seu nome na Missa de Súplicas ao Coração de Jesus.
Ligue grátis de qualquer lugar do Brasil:

0800 774 7557

Política de Privacidade