Voltar à página inicial

Minha Oferta ao Sagrado Coração de Jesus

Facebook Youtube Instagram

Arquivo

Textos com Etiquetas ‘Importância da Oração’

O Sacramento da penitência caminho junto da oração

29, janeiro, 2019 Sem comentários

Devemos sempre lembrar das palavras que Jesus disse ao começar a pregar: “Fazei penitência, pois o Reino dos Céus está perto.” (Mat. IV,17).

É necessário praticá-la, pois assim estaremos conquistando a Vida Eterna.

Aquele que carrega consigo o pecado jamais entrará no Reino do Céu.

A penitência faz com o que pecado seja expurgado de nossas almas, por isso nunca devemos abandonar ou esquecer tal prática pois ela nos concederá a Misericórdia Divina do Coração de Jesus:

“Os pecadores encontrarão no meu Sagrado Coração uma fonte e um oceano sem fim de misericórdia.”
Promessa do Coração de Jesus à Santa Margarida Maria Alacoque.

Os padres precisam lembrar as pessoas das palavras de Nosso Senhor e reforçar diversos hábitos, que a muito, foram perdidos.

A própria oração a qual Ele ensinou aos seus discípulos já se mostra a essência de adotarmos essa prática.

Nos ensinou que, se pedirmos em Vosso nome, Deus atenderia ao nosso pedido. (João 14:13).

Além das graças que seria possível receber, Ele se referia também ao Reinos dos Céus.

Jesus tinha sempre o hábito de orar, conversar com Deus.

Ele mesmo o praticava para nos mostrar o quão bom é orar e ter contato com o Pai Eterno:

“De madrugada, ainda bem escuro, levantou-se, saiu e foi a um lugar deserto, e ali orava.” (Marcos 1:35).

É preciso reconhecer que os costumes dEle são necessários para alcançar a salvação. Sua vida foi um grande ensino para vivermos como filhos de Deus.

E se a penitência, a caridade e a oração é aquilo que O agrada, não devemos deixar de praticar estes sacramentos.


botao_2

Como são preciosas a Deus as nossas orações! Descubra o quanto elas são importantes e o quanto Deus insiste para que todos peçam a Ele pelas graças que precisam:

14, agosto, 2018 Sem comentários
orações

“Pedi tudo o que quiserdes e vos será concedido” (Jo. 15, 7).

.
São tão preciosas a Deus as nossas orações que Ele destinou os Anjos para lhe apresentarem imediatamente as que estamos fazendo.


Os Anjos, diz Santo Hilário, presidem as orações dos fieis e diariamente as oferecem a Deus”.

É este exatamente aquele sagrado incenso, isto é, as orações dos santos, que São João viu subir ao Senhor, oferecido pelas mãos dos anjos.

Escreveu o mesmo Santo Apóstolo que as orações dos santos são como redomas de ouro, cheias de suave perfume e muito agradáveis a Deus.

Mas, para melhor compreendermos quanto valem junto de Deus as nossas orações, basta ler nas divinas Escrituras as inumeráveis promessas que Deus faz a quem reza, que no Antigo, quer no Novo Testamento.

“Chama por mim, e eu te ouvirei” (Jr. 33, 3). “Invoca-me e eu te livrarei” (Sl. 49, 15). “Pedi e dar-se-vos-á; buscai e achareis; batei e abrir-se-vos-á” (Mt. 7, 7). “Vosso Pai que está nos céus dará bens aos que lhe pedirem” (Mt. 7, 11).


“Todo aquele que pede, recebe; todo aquele que busca, acha” (Lc. 11, 10). “Qualquer coisa que pedirem, ser-lhes-á concedida por meu Pai que está nos céus” (Mt. 18, 19).


“Tudo o que pedirdes orando, crede que haveis de receber e que assim vos sucederá” (Mc. 11, 24).

“Se me pedirdes alguma coisa em meu nome, eu vos farei” (Jo. 14, 14). “Pedi tudo o que quiserdes e vos será concedido” (Jo. 15, 7).

“Em verdade eu vos digo: se pedirdes ao meu Pai alguma coisa em meu nome, Ele vo-la dará”
(Jo. 16, 23).

Existem muitos outros textos semelhantes, que deixamos de citar por brevidade.

.
.

Fonte: “A Oração” de Santo Afonso de Ligório.

.
*  *  *

.
bt_oferta_ASC-1

A surpreendente verdade que nunca contaram a você sobre a importância da Família! Veja aqui.

13, abril, 2018 Sem comentários
A importância da família

A importância da família


.
Há dois pontos capitais na vida dos povos: as leis acerca do matrimônio e as leis acerca do ensino; e aí têm de estar firmes os filhos de Deus, lutando bem e com nobreza, por amor a todas as criaturas.

.
.

A paternidade e a maternidade não terminam com o nascimento; essa participação no poder de Deus, que é a faculdade de gerar;

Há de prolongar-se na cooperação com o Espírito Santo, para que culmine com a formação de autênticos homens cristãos e autênticas mulheres cristãs.
.
Os pais são os principais educadores dos seus filhos, tanto no aspecto humano como no sobrenatural, e hão de sentir a responsabilidade dessa missão, que exige deles compreensão;

Prudência, saber ensinar e, sobretudo, saber amar; e devem preocupar-se por dar bom exemplo.

.
A imposição autoritária e violenta não é caminho acertado para a educação. O ideal para os pais é chegarem a ser amigos dos filhos;

.
Amigos a quem se confiam as inquietações, a quem se consulta sobre os problemas, de quem se espera uma ajuda eficaz e amável.

.
É necessário que os pais arranjem tempo para estar com os filhos e falar com eles.


.
Os filhos são o que há de mais importante; mais importante do que os negócios, do que o trabalho, do que o descanso.

.
Nessas conversas, convém escutá-los com atenção, esforçar-se por compreendê-los, saber reconhecer a parte de verdade – ou a verdade inteira – que possa haver em algumas das suas rebeldias.

.
E, ao mesmo tempo, apoiar as suas aspirações, ensiná-los a ponderar as coisas e a raciocinar; não lhes impor uma conduta, mas mostrar-lhes os motivos, sobrenaturais e humanos, que a aconselham.

Numa palavra, respeitar a sua liberdade, já que não há verdadeira educação sem responsabilidade pessoal, nem responsabilidade sem liberdade.

.
.
*  *  *

.
bt_oferta_ASC-2

Por que os Santos são Santos? Porque rezam! Conheça a importância da Oração:

27, junho, 2017 Sem comentários
São Luiz Gonzaga em oração; os Santos sabem: a Oração é a prática mais fundamental e essencial de todo cristão.

São Luiz Gonzaga em oração; os Santos sabem: a Oração é a prática mais fundamental e essencial de todo cristão.

.
Se nos dedicarmos atentamente à leitura da vida dos Santos,


Se os observarmos com todo cuidado, acompanhando-os nas lutas que empreenderam e nos trabalhos que suportaram heroicamente;

Verificaremos que a oração fervorosa e contínua constitui o princípio básico da sua atividade.

Muitas vezes eles se abstinham da comida, ou bebida ou do repouso reconfortante do sono, mas nunca deixavam de rezar.

As suas palavras, os seus trabalhos, as suas ocupações estavam impregnados do espírito de oração.


Mesmo quando se dedicavam o dia todo às obras de caridade, ao ensino,  à pregação ou a qualquer outra atividade obrigatória;

Não esqueciam jamais a oração, permanecendo grande parte da noite em contemplação e meditação.


Como é edificante a descrição da vida que levavam os anacoretas e monges do deserto!

Como se dedicavam esses homens à oração!


Santo Antão, inspirado por Deus,


Procurou um dia descobrir onde se encontrava o grande eremita São Paulo.

Chegando ao local onde o mesmo se achava, santificaram ambos este dia, votado exclusivamente à oração e santos colóquios, em que Deus Nosso Senhor era o assunto.

À noite apareceu-lhes um corvo, que trazia um pão na extremidade do bico.

“Veja como Deus é bom”, exclamou Paulo;


“Faz hoje 60 anos que Deus me envia diariamente meio pão por seu intermédio; e agora, para comemorar a tua chegada, manda um pão inteiro”.


Comovidos e cheios de reconhecimento pela dádiva recebida;

Continuaram a louvar a Deus com o maior fervor possível e assim permaneceram a noite inteira;

Só se alimentando com o pão depois de feitas as orações.

Este é apenas um exemplo dentre muitos e que nos ensina qual o espírito de oração dos santos anacoretas.

Admirável também é o espírito de oração manifestado por São Patrício, apóstolo da Irlanda.

Foi devido ao seu trabalho e zelo que esta ilha se converteu, tornando-se o seu povo verdadeiramente cristão.


Rezava diariamente todo o Saltério; curvava-se durante o dia em 300 genuflexões; persignando-se centenas de vezes.

A noite era dividida por ele em três partes: uma passava de joelhos, a outra de pé, rezando, e a última parte apenas é que destinava ao sono.


São Francisco de Assis permanecia também muitas noites em oração, dedicando-lhe a maior parte do seu tempo.

Os irmãos, seus companheiros, costumavam observá-lo e em muitas ocasiões o ouviram repetir uma infinidade de vezes:


Meu Deus e meu tudo.


Retirava-se frequentemente à solidão para rezar.

São Domingos ficava o dia todo absorvido pela pregação e pelos trabalhos apostólicos;

Durante a noite prostrava-se em frente ao tabernáculo, e quando a Igreja se achava fechada;

Ajoelhava-se diante da porta, permanecendo assim durante muitas horas, em oração.

Santa Isabel de Hungria gostava muito de rezar;

Consagrava-se inteiramente à oração.

Rezava não somente durante o dia, nas horas determinadas, mas também à noite levantava-se do leito, ficando de joelhos em fervorosa oração.

Sua alma, impregnada de fé e piedade, ainda mais se aproximava de Deus, suplicando pela pobre Humanidade pecadora.

Só abreviava a oração, quando seu esposo o reclamava, receando que o excesso de fervor a fizesse adoecer.


Santo Antônio, o popular Santo Antônio,


Antes de ser chamado para a vida apostólica, entregava-se à contemplação.

Mais tarde, tornando-se pregador e doutor em teologia, continuava a rezar muito.


Frequentemente saudava a Nossa Senhora, recitando o belo hino:

O gloriosa Domina, repetindo amiúde a antífona: Ecce crucem Domini, para afugentar o demônio.


São Luis Gonzaga tinha grande predileção pela oração.

Era-lhe visivelmente penoso quando tinha de interrompe-la, o que se notava claramente.


Conservava-se muitas vezes de joelhos cinco horas a fio.


A vida de Santo Afonso Maria de Ligório é bastante conhecida.

Compôs e legou de sua lavra as mais belas visitas ao Santíssimo Sacramento e a Maria Santíssima.

Ilustrou a Igreja com um belo livro em que demonstra a utilidade e a necessidade da oração.

O que recomendou, procurou por em prática com todo zelo e ardor. Vivia rezando.


Poderíamos citar ainda muitos nomes de outros Santos, homens seculares, simples lavradores, tal como Santo Isidoro;


Ou militares os que se constituem em defensores da pátria;

Os que se empregam em exercer o trabalho civil do funcionalismo;

Monarcas em todo apogeu do seu poder, como o Imperador Henrique, Luis, rei da França, tão célebres pela sua piedade;

Ou homens pobres, como era José Bento Labre, etc.


Que emprestaram à oração a máxima importância, consagrando-lhe o melhor do tempo que dispunham.


Todos esses homens, sejam os que abraçaram o estado religioso, ou os que eram simples seculares;

Os que constituíam família, ou os celibatários;

Os que viviam na opulência, ou os que passavam as maiores privações;

Os de posição elevada, ou os extremamente modestos;


Pobres desconhecidos, pelo seu baixo nível social, eram homens de oração que cumpriram à risca a palavra de Nosso Senhor:

É preciso rezar sempre, sem cessar (Lc. 18, 1).

Assim eles conseguiram triunfar do mal, atingiram a perfeição e se santificaram.


Hoje, infelizmente, os homens rezam pouco ou rezam mal.

Mil desculpas são forjadas, inúmeros pretextos se alegam para se eximirem da obrigação de rezar.

A oração é tida como coisa dispensável ou de menos importância.


No entanto, a oração é uma necessidade imprescindível e imperiosa;


É um ato que nos dignifica, conforta e consola a nossa alma, preservando-nos do mal, alenta-nos com uma força desconhecida.

.
Fonte: Livro “Assim deveis rezar” de “Mariófilo”.

.
.

*   *   *

.

missa

Clique na Imagem e escreva seu nome na Missa

.
.
.

Nosso Senhor te convida à Oração! Foi exatamente o que Ele disse no Evangelho, veja:

17, setembro, 2016 4 comentários
Nosso Senhor convida para a Oração

Nosso Senhor assim disse: “Vinde a mim todos os que trabalhais e vos achais carregados e eu vos aliviarei”.

.

“Vinde a mim todos os que trabalhais e vos achais carregados e eu vos aliviarei” (Mt. 11, 28).


P
obres filhos meus, diz o Salvador, que vos achais perseguidos por vossos inimigos e acabrunhados com o peso de vossos pecados, não vos abandone a coragem;

Recorrei a mim pela oração e eu vos darei forças para resistir e refazer-vos de todas as desgraças.

Em outro lugar, diz, por boca de Isaías: “Vinde e arguí-me, diz o Senhor; se os vossos pecados forem como escarlate, tornar-se-ão brancos como a neve” (Is. 1, 18).

Homens, diz ele, recorrei a mim e, ainda quando tiverdes a consciência assaz manchada, não deixeis de vir. Permito até que me acuseis, por assim dizer, se recorrendo a mim, não vos fizer, por minha graça, brancos como a neve.

.

Que é oração?

Ouçamos com São João Crisóstomo:

“A oração é âncora para os flutuantes, tesouro para os pobres, remédio para os doentes e fortificante para os sãos”.


A oração é uma âncora segura para quem está em perigo de naufragar, é um tesouro imenso de riquezas para quem é pobre, é um remédio eficassíssimo para os enfermos e um fortificante certo para a nossa saúde.

 .

Que faz a oração?

Ouçamos São Lourenço Justiniano:

“A oração aplaca a ira de Deus, porquanto Deus perdoa logo a quem com humildade lhe pede; concede todas as graças pedidas, vence todas as forças do inimigo;

Em resumo, transforma os cegos em iluminados, os fracos em fortes, os pecadores em santos”.

Quem necessita de luz, peça a Deus e lhe será dada. Logo que recorri a Deus, diz Salomão, deu-me a sabedoria: “Invoquei e veio sobre mim o espírito da sabedoria” (Sb. 7, 7).

Quem precisar de fortaleza, invoque a Deus e ser-lhe-á dada: logo que abri a boca para pedir, disse Davi, recebi auxílio do Senhor: “Abri a boca e atraí o talento” (Sl. 118, 134).


E se os santos mártires resistiram tão corajosa e constantemente aos tiranos, não foi a oração que lhes deu força e vigor para suportar os tormentos e a morte?

.
.

Fonte: retirado do livro “A Oração” de Santo Afonso de Ligório.

.
*  *  *

.

Ligue agora para nossa Central de Intenções e inclua seu nome na
Missa de Proteção do Sagrado Coração de Jesus

.
Ligue agora para:

.
0800 774 7557
(grátis para todo o Brasil)

.

.

 

GRÁTIS.
Coloque seu e-mail abaixo e receba orações, conselhos católicos e Mensagens de fé

Pesquisar no site

Veja o que acabamos de publicar

  • Você vai perder mesmo a chance de ter Jesus em sua casa? Leia Mais +
  • Por que a sabedoria de Jesus é mais importante do que a ciência humana? Leia Mais +
Topo ↑

Inclua agora seu nome na Missa de Súplicas ao Coração de Jesus.
Ligue grátis de qualquer lugar do Brasil:

0800 774 7557

Política de Privacidade