Voltar à página inicial

Facebook Youtube SoundCloud Instagram

Arquivo

Textos com Etiquetas ‘medalha de São Bento’

Você tem tempo para proteger seu corpo e sua alma contra todos os males?

6, novembro, 2016 Comments off

 

.

É preciso ter tempo pra tudo…

Trabalho, estudo, família, lazer…

Em meio a tantos compromissos, será que você encontra tempo para proteger sua alma contra todos os perigos aos quais você está exposto diariamente?

Saiba que o mal sempre está à espreita aguardando o melhor momento para agir, por isso, é muito importante estar protegido 24hs por dia e contar com uma proteção eficaz.

Um método muito eficaz é através da Medalha de São Bento. Se você ainda não conhece essa medalha tão poderosa, veja abaixo alguns depoimentos de pessoas que foram salvas pela intercessão deste sacramental:

.

“…Já me livrou do assaltante que colocou uma arma na minha cabeça; o assaltante falava: – “se gritar, morre”. (…) São Bento fez com que eles não me matassem, sei que São Bento me protegeu naquele dia…”

(NATALINA MARIA D. P.)

.

“Quando não conhecia bem Jesus, muitas vezes carreguei coisas que não eram do céu. (…) Agora só carrego as coisas do alto, como o rosário e a medalha de São Bento e sinto-me totalmente protegido e abençoado”.

(EDSON THADEU R. M.)

.

Através da Medalha Exorcística de São Bento você ficará protegido o tempo todo.

Clique aqui e veja como receber uma ou mais medalhas já bentas.

.

Ou entre em:
www.medalhasaobento.com.br

.

Além da proteção eficaz que esta medalha proporciona, você também terá seu nome inscrito na Santa Missa da Proteção.

.

Que São Bento – através de sua Medalha Exorcística – lhe proteja proteja contra todos os males.

.

.

*  *  *

.

 .

8 Terríveis coisas que nunca contaram pra você sobre o Halloween e que você precisa saber. Confira agora mesmo.

27, outubro, 2016 1 comentário
8 terríveis coisas sobre o Halloween que talvez você não saiba.

8 terríveis coisas sobre o Halloween que talvez você não saiba.


.
“O que o demônio faz nos para afastar do caminho de Jesus?


A
tentação começa de forma sutil, mas cresce: sempre cresce. Esta cresce e contagia o outro, é transmitida e tenta ser comunitária.

E, finalmente, para tranquilizar a alma, justifica-se. Cresce, contagia e se justifica”, advertiu o Papa Francisco em abril de 2014.

Próximos à noite de Halloween, celebrada a cada 31 de outubro;

Compartilhamos 8 coisas que todo cristão deve saber sobre esta festa pagã que pouco a pouco foi difundida no mundo inteiro.

.
1. A origem do nome

A Solenidade de Todos os Santos é comemorada no dia 1º de novembro e é celebrada na Igreja desde às vésperas.

Por isso, a noite de 31 de outubro, no inglês antigo, era chamada “All hallow’s eve” (véspera de todos os santos). Mais tarde, esta expressão virou “Halloween”.

.
2. As raízes celtas

No século VI a.C., os celtas do norte da Europa celebravam o fim de ano com a festa do “Samhein” (ou Samon), festividade do sol, iniciada na noite do 31 de outubro e que marcava o fim do verão e das colheitas.


Eles acreditavam que naquela noite o deus da morte permitia aos mortos retornarem à terra, fomentando um ambiente de terror.


Segundo a religião celta, as almas de alguns defuntos estavam dentro de animais ferozes e podiam ser libertadas com sacrifícios de toda índole aos deuses sacrifícios, inclusive sacrifícios humanos.

Uma forma de evitar a maldade dos espíritos malignos, fantasmas e outros monstros era se disfarçando para tentar se assemelhar a eles e desta maneira passavam despercebidos ante seus olhares.

.
3. Sua mistura com o cristianismo

Quando os povos celtas foram cristianizados, nem todos renunciaram os seus costumes pagãos.

Do mesmo modo, a coincidência cronológica da festa pagã de “Samhein” com a celebração de todos os Santos e a dos defuntos, comemorada no dia seguinte (2 de novembro);


Fez com que as crenças cristãs fossem misturadas com as antigas superstições da morte.


Através da chegada de alguns irlandeses aos Estados Unidos, introduziu-se neste país o Halloween, que chegou a ser parte do folclore popular do país.

Logo, incluindo a contribuição cultural de outros migrantes, introduziu-se a crença das bruxas, fantasmas, duendes, drácula e diversos monstros.


Mais tarde, esta celebração pagã foi difundida no mundo inteiro.

.
4. Uma das principais festas satânicas

Segundo o testemunho de algumas pessoas que praticaram o satanismo e depois se converteram ao cristianismo, o Halloween é considerada a festa mais importante para os cultos demoníacos;


Porque se inicia o novo ano satânico e é como uma espécie de “aniversário do diabo”.


É nesta data que os grupos satânicos sacrificam os jovens e especialmente as crianças, pois são os preferidos de Deus.

.
5. Doces ou travessuras?

No Halloween, as crianças e alguns adultos costumam se disfarçar de seres horríveis e temerários e vão de casa em casa exigindo “trick or treat” (doces ou travessuras).

A crença é de que se não lhes dão alguma guloseima, os visitantes farão uma maldade ao morador do lugar.


Muitas pessoas acreditam que o início deste costume está na perseguição aos católicos na Inglaterra, onde suas casas eram ameaçadas.

.
6. Jack e a abóbora

Existe uma antiga lenda irlandesa, que conta que um homem chamado Jack tinha sido tão mau em vida que supostamente não podia nem entrar no inferno por ter enganado muitas vezes o demônio.

Assim, teve que permanecer na terra vagando pelos caminhos com uma lanterna, feita de um legume vazio com um carvão aceso.

As pessoas supersticiosas, para afugentar Jack, colocavam uma lanterna similar na janela ou na frente de suas casas.

Mais adiante, quando isto se popularizou, o legume para fazer a lanterna passou a ser uma cabaça com buracos em forma do rosto de uma caveira ou bruxa.

.
7. Um grande negócio


Hollywood contribuiu à difusão do Halloween com uma série de filmes nos quais a violência gráfica e os assassinatos criam no espectador um estado mórbido de angústia e ansiedade.


Estes filmes são vistos por adultos e crianças, criando nestes últimos medo e uma ideia errônea da realidade.

Do mesmo modo, as máscaras, as fantasias, os doces, as maquiagens entre outros artigos são motivos para que alguns empresários fomentem o “consumo do terror” e favorecem a imitação dos costumes norte-americanos.

.
8. A festa à fantasia

Segundo Padre Jordi Rivero, grande apologista, celebrar uma festa à fantasia não é intrinsecamente ruim;


Sempre e quando se cuidar para que esta não esteja contra o pudor, o respeito pelas coisas sagradas e a moral em geral.


É por esta razão que nos últimos anos cresceu a comemoração alternativa do “Holywins” (a santidade vence), que consiste em disfarçar-se do Santo ou Santa favorito e;

Participar na noite de 31 de outubro de diversas atividades da paróquia, como Missas, vigílias, grupos de oração pelas ruas, adoração eucarística, através de cantos, músicas e danças em “chave cristã”.

.
.
Fonte: adf.org.br

.
*  *  *

.

Você viu o mal demoníaco que o Halloween proporciona disfarçadamente na vida de inúmeras pessoas.

Portanto, não deixe esse mal perto de você e de sua família.

Use a medalha de São Bento, uma poderosa e eficaz arma no combate ao Demônio.

Entre no link abaixo e veja como se proteger.

.
.
www.medalhasaobento.com.br

.
.

Milagres de cura – a Medalha de São Bento também já fez… MUITOS! (Parte III)

21, outubro, 2016 2 comentários
Medalha de São Bento

O poder da Medalha de São Bento.

.
Continuação do post: Milagres de cura – a Medalha de São Bento também já fez… MUITOS! (Parte II)

.
Na Pensylvania, nos Estados Unidos, em agosto de 1861, uma mulher católica teve uma de suas filhas atacada de repente por uma violenta difteria.


O mal, que havia começado ao cair da noite, foi se agravando de hora em hora, e já causava grande inquietação, sobretudo porque era muito difícil encontrar um médico nas montanhas da região.

A mãe da menina tinha muita fé na proteção de São Bento, e possuía a sua medalha. Teve então a lembrança de mergulhá-la num copo de água, para a menina beber.


A menina bebeu a água santificada pelo contato com a medalha, e ao amanhecer do dia seguinte já se encontrava inteiramente fora de perigo.


Cura milagrosa de uma paralisia

Em Montauban, em 1865, uma senhora doente estava sem movimento, deitada em sua cama havia dois anos e meio, e tudo levava a crer que ficasse paralítica para o resto da vida.

Um dia em que lhe haviam trazido a Sagrada Comunhão, uma Irmã da Caridade, que tinha ido visitá-la, colocou-lhe com dificuldade a medalha de São Bento entre os dedos;

E conseguiu com grandes esforços levar a mão da enferma a seu peito.


A enferma logo sentiu uma viva comoção em todo o seu ser, começou a transpirar abundantemente, e deixou escapar dos lábios estas palavras: “Estou curada”.


Imediatamente voltou-lhe o movimento aos membros, e ela apressou-se em levantar-se.

Desvencilhou-se por si mesma das flanelas que havia tanto tempo a envolviam, e vestiu-se com a roupa que usava antes de cair enferma.

Dirigiu-se, logo no dia seguinte, à Igreja, a fim de dar graças a Deus pela cura repentina.

.
.

Fonte: retirado do livro “A Medalha de São Bento” de D. Próspero Guéranger. 

.
*  *  *

.

.

Clique na imagem abaixo, e veja saiba como receber a sua Medalha de São Bento.

A maior e mais eficaz arma no combate ao Demônio!

.

.
.

Milagres de cura – a Medalha de São Bento também já fez… MUITOS! (Parte II)

20, outubro, 2016 1 comentário
Medalha de São Bento.

Excelente proteção no combate ao Demônio.

.
Continuação do post: Milagres de cura – a Medalha de São Bento também já fez… MUITOS! (Parte I)

.
No verão do mesmo ano de 1858, a cólera produzia seus estragos em Tívoli, na Itália;


E perto de Subiaco achava-se um homem lutando com dores atrozes.

Em poucas horas, a terrível moléstia fez tão grande progresso, que mandou-se às pressas chamar o pároco para lhe ministrar os últimos Sacramentos.

Antes que chegasse o cura, agravou-se de tal modo o perigo, que o doente julgou-se perdido e caiu na mais completa atonia, produzida pela violência do mal.

De repente volta a si e, sentindo retornarem os padecimentos, aperta fortemente com as mãos o estômago sujeito a violentos espasmos, encontrando então a medalha de São Bento que trazia habitualmente consigo.

Ocorreu-lhe invocar o santo Patriarca, pelo qual tinha grande veneração.


No mesmo instante acalmam-se as dores; em seguida, levanta-se, sai da cama e, vendo chegar o cura todo ofegante e coberto de suor, diz-lhe:

Padre, estou curado”; e, mostrando a medalha, continua: “Eis o que me salvou!”


Esse homem apresentou-se pouco depois à abadia dos beneditinos de São Paulo de Roma, levando os atestados do sacerdote e do médico que asseguravam a realidade do prodígio.

Cura das pernas

Em 1861, em Chambéry, uma religiosa sentia, havia já três meses, dores fortíssimas nas pernas.

Ocorreu-lhe fazer uma novena em honra de São Bento, empregando a medalha a fim de alcançar a proteção do santo Patriarca.

Durante a novena, encostava a medalha nas pernas, invocando São Bento, e suas dores se acalmavam.

Ao mesmo tempo, ela ia prosseguindo o serviço pesado de que era encarregada no convento.


Não tendo conseguido, com a primeira novena, senão alívios intermitentes, resolveu começar uma segunda, a qual fez desaparecer inteiramente a enfermidade.


Cura de uma pobre menina

Numa localidade de Saboia, mais ou menos pela mesma época, uma menina de seis anos era, desde muitas semas atormentada por dores agudas.

Seus nervos se tinham de tal modo contraído, que não se podia tocá-la com a ponta do dedo sem que ela sentisse fortíssimas dores.

Nesse estado, não podia aceitar alimento ou bebida de espécie alguma. Os pais da menina já tinham perdido totalmente a esperança de conseguir sua cura.

Duas religiosas foram visitar a menina, para levar à sua mãe algum conforto. Quando retornaram para sua casa, ocorreu-lhes a lembrança da medalha de São Bento.

No mesmo instante mandam uma, recomendando que a pusessem no pescoço da menina, e que tentassem fazê-la engolir alguma bebida em que se houvesse mergulhado a medalha.


A mãe da enferma cumpriu fielmente a piedosa prescrição, e imediatamente se fez sentir um notável alívio.

Ao cabo de alguns dias, levanta-se a menina perfeitamente curada.

.
.
(Continua…)

.
.

Fonte: retirado do livro “A Medalha de São Bento” de D. Próspero Guéranger. 

.
*  *  *

.

.

Clique na imagem abaixo, e veja saiba como receber a sua Medalha de São Bento.

A maior e mais eficaz arma no combate ao Demônio!

.

.
.

Milagres de cura – a Medalha de São Bento também já fez… MUITOS! (Parte I)

19, outubro, 2016 Comments off
Medalha de São Bento

Medalha de São Bento

.
Passaremos a narrar algumas manifestações da proteção divina no século XIX, começando pelas que se referem à cura de moléstias corporais.


Nos primeiros dias de julho de 1843, uma senhora que se tratava na estação de águas de Néris foi subitamente atacada por uma forte hemorragia no nariz.

Chamado o médico, ele reconhece a gravidade do caso; mas os remédios que receita para estacar a hemorragia parecem ainda mais ativá-la.

Três dias depois, por volta das nove horas da noite, aumenta visivelmente o perigo, e o médico não pode deixar de manifestar uma viva preocupação.

A dona da hospedaria sai aflita do quarto da doente e, como por inspiração, pergunta se ali alguém teria a medalha de São Bento.


Por felicidade, aparece uma na hospedaria; a enferma, mulher de fé viva, aceita a medalha, e imediatamente se estanca o sangue.

Lava em seguida as mãos e o rosto, e apronta-se para dormir, coisa que durante três dias e duas noites não puderam fazer.


Cura milagrosa de uma febre tifoide

Mais ou menos pela mesma época, uma jovem, atacada por febre tifoide, estava obrigada, havia já uns dez dias, a permanecer sentada numa poltrona, sendo insuportável para ela a posição horizontal do leito. 

Às nove horas da noite, um amigo da família, indo visitá-la, fala-lhe nas medalhas de São Bento, e lhe deixa uma.


Nem cinco minutos se haviam passado, e já a enferma se estendia no leito, e no dia seguinte, depois de uma noite de profundo sono;

Sentiu-se libertada pela febre terrível que até então resistira a todos os recursos médicos.


À beira da morte, salvo pela Medalha!

Em 1858, um beneditino da abadia de São Paulo, em Roma, tendo sabido que um menino, seu afilhado, se achava gravemente enfermo na Alemanha, fez chegar uma medalha de São Bento à mãe do doente.

Uma violenta inflamação do peito, acompanhada por agudas dores do estômago, tinha gradualmente levado o menino à beira do túmulo.

Uma noite, vendo-o reduzido ao último extremo e próximo a expirar, a mãe lembrou-se subitamente de lhe aplicar a medalha pouco antes recebida.

Coloca-a sobre o peito do menino e prostra-se de joelhos, junto ao leito, em fervorosa oração.


Imediatamente a pobre criança adormece tranquila, e após algumas horas de agradável sono erguia-se;

Cheia de vida e curada do mal que até então resistira a todos os recursos médicos.

.
.
(Continua….)

.
.

Fonte: retirado do livro “A Medalha de São Bento” de D. Próspero Guéranger. 

.
*  *  *

.

.

Clique na imagem abaixo, e veja saiba como receber a sua Medalha de São Bento.

A maior e mais eficaz arma no combate ao Demônio!

.

.

.

GRÁTIS.
Coloque seu e-mail abaixo e receba orações, conselhos católicos e Mensagens de fé

Pesquisar no site

Veja o que acabamos de publicar

  • Leia e descubra qual foi o primeiro de todos os pecados da Humanidade! Leia Mais +
  • Este vídeo de Natal já foi assistido por milhares de pessoas: o Papai Noel estava caminhando pelas ruas, até que… Leia Mais +
  • Uma Novena Especial de Natal para você receber inúmeras graças em sua vida. Reze agora mesmo e se prepare para receber o Menino Jesus. Leia Mais +
  • STF libera pena de morte para bebês com até 3 meses no ventre da mãe. Confira essa tragédia. Leia Mais +
  • Sabia que existe algo que é muito mais importante que o Sol e que não podemos viver sem? Confira e descubra. Leia Mais +

Clique aqui para escrever os seus pedidos e agradecimentos a Santo Expedito

Seu nome em mais de 60 Missas por ano

Clique aqui e saiba mais

Topo ↑

Inclua agora seu nome na Missa de Súplicas ao Coração de Jesus.
Ligue grátis de qualquer lugar do Brasil:

0800 774 7557

Política de Privacidade