Voltar à página inicial

Minha Oferta ao Sagrado Coração de Jesus

Facebook Youtube SoundCloud Instagram

Arquivo

Textos com Etiquetas ‘Nosso Senhor Jesus’

O Sagrado Coração de Jesus é o remédio para este mundo doente e sem amor

21, março, 2019 Comments off

“Que o Sagrado Coração de Jesus transforme sempre mais o teu coração até torná- lo perfeito e digno dEle.”
Santo Padre Pio de Pietrelcina

sagradocoracao

 

O Sagrado Coração de Jesus

Os Santos Padres recomendam que a humanidade intensifique o culto que presta ao Sagrado Coração de Jesus. Assim, o homem será regenerado pela graça de Deus e compreenderá que Ele deve ser o centro de seus afetos.

Assim o Amor Divino poderá reinar novamente no mundo aquela tranquilidade de ordem, que tão distante está.

Todos se comovem com os extremos da crueldade que o homem pode chegar.

Essa maldade transparece a cada passo, nos grandes e nos pequenos incidentes da vida de todo o dia. Através da extraordinária dureza e frieza de coração com que a generalidade das pessoas trata seus semelhantes:
.

O amor das mães pelos filhos está decaindo;

os maridos que atiram à desgraça um lar inteiro, com o único intuito de satisfazer seus próprios instintos e paixões;

− os filhos que, indiferentes à miséria ou ao abandono moral em que deixam seus pais, voltam todas as suas vistas para a fruição dos prazeres desta vida;

− Os profissionais que se enriquecem às custas do próximo, mostram muitas vezes uma crueldade fria e calculada, que causa muito mais horror do que a guerra que pode arrastar os combatentes.

.
Quem diz crueldade diz egoísmo.

O homem só prejudica seu próximo por egoísmo, por desejar beneficiar-se de vantagens a que não tem direito. Assim, pois, o único meio de arrancar a crueldade pela raiz, é dar fim ao egoísmo.

A teologia ensina que o homem será capaz da verdadeira e completa abnegação de si, quando o seu amor ao próximo é baseado no Amor de Deus.

Fora de Deus não há, para os afetos humanos, estabilidade nem plenitude. Ou o homem ama a Deus a ponto de se esquecer de si mesmo, e neste caso ele saberá realmente amar o próximo; ou o homem se ama a ponto de se esquecer de Deus, e, neste caso, o egoísmo tende a dominá-lo completamente.

Aumentando nos homens o verdadeiro amor de Deus, entenderão a compressão dos seus deveres com o próximo.

Combater o egoísmo é tarefa que implica necessariamente em “dilatar os espaços do amor de Deus”, segundo Santo Agostinho.

Ora, a festa do Sagrado Coração de Jesus é, por excelência, a festa do amor de Deus.

Nela, podemos sentir o Coração de Jesus a arder de amor; a despeito dos espinhos com que O circundam por nossas ofensas.

Amemos o Sagrado Coração de Jesus.

Esforcemo-nos por que essa devoção triunfe autenticamente em todos os lares, em todos os ambientes e, sobretudo, em todos os corações.

Só assim conseguiremos reformar o homem contemporâneo. Por Maria é que se vai a Jesus.

Então, como não dizer uma palavra de comoção filial ante esse Coração Imaculado que compreendeu e amou o Divino Redentor?

Que Nossa Senhora nos obtenha algumas faíscas daquela imensa devoção que tinha ao Sagrado Coração de Jesus. Que Ela consiga atear em nós um pouco daquele incêndio de amor com que Ela ardeu tão intensamente, são nossos pedidos.


testeira_convite_especial_adf
Clique na imagem e saiba como participar!

IMPORTANTE: Os ultrajes do Carnaval devem ser reparados com este “Ato de Reparação Ao Sagrado Coração de Jesus”, Faça agora mesmo

7, março, 2019 1 comentário

Papa Pio XI, deixou este ato de reparação em 1928. Após dois dias de festividades referente ao Carnaval, devemos nos preocupar com os ultrajes cometidos ao Coração de Jesus e essa oração é quem nos ajudará a reparar as atrocidades causadas pelo homem:
.

Dulcíssimo Jesus;

.
Cuja infinita caridade para com os homens é por eles tão ingratamente correspondida com esquecimentos,

friezas e desprezos, eis-nos aqui prostrados na Vossa presença,

para Vos desagravarmos, com especiais homenagens,

da insensibilidade tão insensata e das nefandas injúrias com que é de toda parte alvejado o Vosso amorosíssimo coração. 

Reconhecendo, porém, com a mais profunda dor,

que também nós mais de uma vez cometemos as mesmas indignidades,

para nós, em primeiro lugar, imploramos a Vossa misericórdia,

prontos a expiar não só as próprias culpas,

senão também as daqueles que, errando longe do caminho da salvação,

ou se obstinam na sua infidelidade, não Vos querendo como pastor e guia,

ou, conculcando as promessas do batismo, sacudiram o suavíssimo jugo da Vossa santa lei. 

De todos estes tão deploráveis crimes, Senhor, queremos nós hoje desagravar-Vos,

mais particularmente da licença dos costumes e imodéstia do vestido,

de tantos laços de corrupção armados à inocência, da violação dos dias santificados,

das execrandas blasfêmias contra Vós e Vossos Santos,

dos insultos ao Vosso Vigário e a todo o Vosso clero,

do desprezo e das horrendas e sacrílegas profanações do Sacramento do divino amor e, enfim,

dos atentados e rebeldias das nações contra os direitos e o Magistério da Vossa Igreja. 

Oh! Se pudéssemos lavar com o próprio sangue tantas iniquidades!

Entretanto, para reparar a honra divina ultrajada,

Vos oferecemos, juntamente com os merecimentos da Virgem Mãe,

de todos os santos e almas piedosas, aquela infinita satisfação,

que Vós oferecestes ao eterno Pai sobre a cruz, e que não cessais de renovar todos os dias sobre nossos altares.

Ajudai-nos Senhor, com o auxílio da Vossa graça, para que possamos,

como é nosso firme propósito, com a vivência da fé, com a pureza dos costumes,

com a fiel observância da lei e caridade evangélicas,

reparar todos os pecados cometidos por nós e por nosso próximo,.

impedir, por todos os meios,

novas injúrias de Vossa divina Majestade e atrair ao Vosso serviço o maior número de almas possíveis.

Recebei, ó benigníssimo Jesus,

pelas mãos de Maria santíssima reparadora,

a espontânea homenagem deste nosso desagravo,

e concedei-nos a grande graça de perseverarmos constantes,

até à morte, no fiel cumprimento de nossos deveres e no Vosso santo serviço,

para que possamos chegar todos à pátria bem-aventurada,

onde Vós com o Pai e o Espírito Santo viveis e reinais por todos os séculos dos séculos.

Amém.

.
Uma Santa Missa em reparação ao Sagrado Coração de Jesus será celebrada! Ligando, gratuitamente, no número abaixo você poderá registrar seus pedidos:
.

0800 608 2126

.
O Amor Divino conta com cada Oração para reparar os ferimentos causados no Vosso Coração. Não deixe de ligar!

Os sentimentos do Sagrado Coração de Jesus: Oração. Parte – lll

1, março, 2019 Comments off

A necessidade de orar sempre e com fervor

 

Vitral Coração Jesus

Sagrado Coração de Jesus!

.

Ora com frequência e fervor, não obstante a relutância da natureza, para conheceres o valor desses sentimentos e seres capaz de amar seus inestimáveis frutos. 

Se fores sincero na oração, abrir-se-ão os olhos da tua alma para veres claramente que a sabedoria mundana, inimiga das salutares humilhações e mortificações, é verdadeira loucura, e, ao contrário, o amor desses mesmos sofrimentos constitui a genuína sabedoria que eu mesmo, descendo do céu, ensinei pela palavra e pelo exemplo.

E, se perseverares na oração, se te dará copiosa graça para abraçares piedosamente as tribulações e as suportares santamente.

Todavia, não te contentes com a oração, mas também esforça-te, com o auxílio da graça e na medida de tuas forças, por abnegar-te, suportar as aflições e carregar comigo a cruz.

Bem-aventurado o que se compraz nos sofrimentos que santificam! Este é sem dúvida instruído mais pela unção divina do que pela indústria humana.

É movido mais pela graça do que pela natureza. Nada há, filho, que faça melhor conhecer o verdadeiro discípulo do meu Coração do que a estima e o amor do sofrimento padecido por minha causa.

Rejeitar-se e sofrer por Amor a Deus

Discípulo:  Ó bom Jesus! Quão grande foi a caridade do vosso Coração para comigo! Quão gratuita a sua dileção! Quão ardente a sua sede da minha felicidade! Quanto não sofrestes por puro amor! E tudo por mim, a fim de me remir, ensinar, consolar e unir a vós por amor!

Acaso poderei jamais esquecer-vos? Acaso vos amarei assaz? É pouco, confesso-o, mas digno e justo amar-vos de todo o coração. Seguir-vos por amor, mesmo na adversidade, até a morte.

Entretanto, meu Deus e Salvador, sinto ser-me necessária grande graça para amar o sofrimento e imitar no padecer os sentimentos do vosso Coração.

Se o céu não me ajudar, não poderei com mérito negar-me em grandes ou pequenas coisas. Nem abraçar alegremente a cruz, superar os sentimentos naturais, acompanhar-vos por toda parte, com perseverança até à morte.

Mas, já que me convidais e até me chamais, concedei-me para isso graça copiosa, que me leve a fazer quanto não posso por mim mesmo.

Dilatando o meu coração, nele gravai larga e profundamente os sentimentos do vosso Coração sofre, para que eu de coração manso e humilde, me comprazer em sofrer todas as penas por vós enviadas.


Hoje será celebrada a Primeira Santa Missa do mês, cumprindo a exigência do Coração de Jesus à Santa Margarida Maria:
.

“Eu te prometo, na excessiva misericórdia de meu coração, que meu amor onipotente concederá a todos os que comunguem nas primeiras sextas-feiras de mês, durante nove meses consecutivos, a graça da penitência final, e que não morram em minha desgraça, nem sem receber os Santos Sacramentos, assegurando-lhes minha assistência na hora final.”

.
Estar em oração neste dia, é mais que essencial para nossas almas. Ligue para 0800 608 2126 e inscreva seus pedidos na Santa Missa. A ligação é totalmente gratuita

STF pode tornar crime defender a Moral Católica

22, fevereiro, 2019 Comments off
stf

Supremo Tribunal de Justiça.

.

Segundo a doutrina católica, a prática do ato homossexual constitui um pecado grave, que “brada aos céus e clama a Deus por vingança”. Tanto as Sagradas Escrituras como a Tradição da Igreja condenam claramente essa prática.

Nas últimas décadas, fez-se um silêncio crescente a respeito da moral natural e da moral católica nessa matéria, ao mesmo tempo em que uma ampla campanha favorável à prática homossexual foi lançada através dos meios de comunicação de massa.

Mesmo assim, dentro da sociedade democrática em que vivemos, tanto os defensores da moral católica como os seus opositores podem se manifestar livremente, publicar livros, fazer campanhas públicas e defender suas posições.

Essa liberdade, agora, está ameaçada pelo julgamento no STF, que pode considerar inconstitucional ser contra o homossexualismo; equiparando o repúdio à prática homossexual ao crime de racismo e aplicando as mesmas penas, inclusive a pena de prisão.

Nesse sentido, o voto do Min. Celso de Mello, relator do processo, foi de grande gravidade, praticamente “criando” um novo tipo penal à “homofobia”.

Em uma época em que a esquerda defende que o aborto deixe de ser crime, assim como deseja liberar as drogas, e ataca o que considera como punitivismo; punir em demasia, essa mesma esquerda entra com um processo querendo criminalizar e punir os que são contrários à prática homossexual.

Em nome da “não discriminação”, discriminam-se os que defendem publicamente a posição católica.

Sobre isso, é preciso esclarecer que a palavra “discriminar” está sofrendo uma mudança de conceito com o propósito de quebrar a resistência da sociedade a essas transformações morais.

Toda lei discrimina, tanto a lei de Deus como a lei dos homens, ao separar o lícito do ilícito, o certo do errado, e punir o crime. Toda pena de prisão é uma discriminação contra um ato considerado crime.

A palavra, portanto, é neutra. O ato de discriminar se torna censurável, errado, na medida em que ele é usado para perseguir o bem, como está se dando agora.

O ministro Celso de Mello, embora reconheça o direito dos que seguem a Lei de Deus de “narrarem” passagens da Bíblia contra o homossexualismo, por outro lado também afirma que nenhuma liberdade religiosa ou mesmo liberdade de expressão é absoluta e que nenhum discurso de ódio pode ser tolerado…

O termo “discurso de ódio” é suficientemente amplo para poder ser usado contra qualquer pessoa que critique, publicamente, o ato homossexual.

Mesmo podendo relatar o que está nas Sagradas Escrituras, os cristãos poderão dizer que o homossexualismo constitui um vício? Poderão eles repudiar uma conduta que consideram intrinsecamente desordenada, como está no Catecismo Católico?

A Bíblia, quando afirma taxativamente que os efeminados não herdarão o Reino de Deus (1, Coríntios, 6, 9-10) está apenas narrando um fato? Ou essa afirmação pode ser considerada como uma discriminação a um grupo social? Ficará a circulação da Sagrada Escritura dependendo das interpretações de cada juiz?

Assim ocorreu em diversos regimes totalitários, notadamente com os comunistas, que chegaram a proibir ou a censurar a Bíblia por conter trechos que não eram do agrado do regime.

Apesar de enaltecer a democracia brasileira e a pluralidade de ideias; o relator do processo no STF acusa os contrários ao homossexualismo de serem:

Cultores da intolerância, cujas mentes sombrias rejeitam o pensamento crítico, …repudiam o direito ao dissenso, …ignoram o sentido democrático da alteridade e do pluralismo de ideias”. Se apresentam como corifeus e epígonos de sectárias doutrinas fundamentalistas,. (Grifos nossos).

O que está em jogo é, censurar o dissenso a respeito do tema do homossexualismo. Impondo uma espécie de dogma laico contra a moral Católica, cujos transgressores estariam sujeitos até mesmo à pena de prisão.

Há algo mais radicalmente contrário ao senso crítico do que ameaçar de prisão quem não concorda com a prática homossexual?  

Todos os brasileiros são defendidos pela Lei quando agredidos. Querer criar uma categoria de pessoas cuja prática moral não pode ser discutida não é defender o pluralismo de ideias, mas silenciar, discriminar e perseguir os contrários.

No Direito penal, não há “analogia em prejuízo do réu”, não há “pena e nem crime sem lei anterior que os defina”.

Entretanto, nada disso importou. Usando uma interpretação ampla dos direitos constitucionais, o Ministro relator considerou que a homofobia poderia ser enquadrada no tipo penal de racismo.

Na prática, equivale a penalizar uma ação que antes não era penalizada.

Sobre isso, os juristas irão discutir. O fato inconteste, entretanto, é que não foi o Legislativo, a quem cabe criar leis e definir penas, que criminalizou a chamada homofobia, mas terá sido uma decisão de uma corte de justiça, baseada em interpretação subjetiva em matéria penal feita em prejuízo do réu.

A prevalecer essa decisão, estaremos diante de uma perseguição religiosa sem paralelo na história moderna. Através de uma simples interpretação, a Moral católica, terá se tornado inconstitucional.

Cabe aos Ministros do Supremo, homens que ocupam uma posição privilegiada e de alta responsabilidade nos destinos de nosso país, cumprir a sua função jurisdicional; dizer o Direito.

Que eles não se deixem levar pela sedução de mudar a sociedade através da força do Estado. Esse não é o papel dos juízes.

Que Nossa Senhora Aparecida, invocada pelo ministro Toffoli em sua posse como Presidente do STF, não permita que essa perseguição religiosa seja imposta ao país do Cristo Redentor.
.

Fonte: Instituto Plínio Corrêa de Oliveira

O Amor Divino e o Papel Fundamental dos Santos da Igreja

15, fevereiro, 2019 1 comentário
Santos da Igreja

Santos da Igreja.

.

A mensagem de Deus que todos os santos da Igreja compreenderam, fora que o Vosso desejo está inscrito no coração da humanidade, assim como desejo humano está inscrito no coração de Deus.
.

A humanidade necessitava da vidas dos santos, pois serviram de exemplos carnais a serem seguidos, assim como o Verbo Divino.

Pois da vida de cada um deles, extraímos conhecimentos profundos, como aprendizados para nossa própria vida.

Quantas vezes, você leu a vida de um santo e assemelhou a sua dificuldade com a dele? Assim o pensamento lógico ” Se ele conseguiu superar com a fé, também conseguirei.”

Pequenas demonstrações da preocupação de Nosso Senhor conosco são em fatos poucos vistos como este.

A vida dos santos fora constituída por histórias as vezes diferentes e semelhantes, já que todos sofreram:
.

“A trajetória de cada, não foi elaborada por meros dogmas ou ensinamentos, mas sim por uma história de amor, mais dramática e que a mais terrível das tragédias, e mais encantadora que a mais romântica das estórias.”Padre Paulo Ricardo.

.
A vida da grande maioria deles fora marcado por alguns fatos como estes: morte de pais ou familiares, ainda sendo crianças ou adolescentes, doenças, perseguições, preconceitos, casamentos, violências e muitos outros… 
Quantas pessoas não passam por alguma dessas situações?

E mesmo possando por diversas situações, eles no ensinam a importância do apego ao Amor de Jesus e prática da oração, para superar qualquer transtorno. 

Ações que se fazem cada vez mais ausentes na vida de muitas pessoas.

Deus fora genioso, ao nos apresentar seus servos legítimos; Os Santos da Igreja. E por que Ele os escolheu? Encontramos a resposta em Levíticos:

“Sejais santos por que eu sou santo”.

Conseguinte a isso, os santos possuem um papel fundamental na história.

Não somente devido aos milagres e devoções aos quais trouxeram ao mundo, mas o enorme impacto que ainda causam na vida de muitos atualmente.

A vida deles são os melhores exemplos que devemos seguir, após a vida carnal de Jesus Cristo.

Referência – O Livro dos Santos Anjos, escrito por Padre Rohrbacher.

 

GRÁTIS.
Coloque seu e-mail abaixo e receba orações, conselhos católicos e Mensagens de fé

Pesquisar no site

Veja o que acabamos de publicar

  • Após incêndio na Igreja, imagem do Coração de Jesus fica intacta! Leia Leia Mais +
  • Essa Missa você não pode perder… Leia Mais +
Topo ↑

Inclua agora seu nome na Missa de Súplicas ao Coração de Jesus.
Ligue grátis de qualquer lugar do Brasil:

0800 774 7557

Política de Privacidade