Voltar à página inicial

Minha Oferta ao Sagrado Coração de Jesus

Facebook Youtube Instagram

Arquivo

Textos com Etiquetas ‘Oração pelos pecadores’

Cuidado para não “cair pouco a pouco”…

12, julho, 2018 Sem comentários
cairá

Pessoas caindo no abismo do inferno pelos pecados que cometeram.

.
Há na vida espiritual uma verdade de importância tal, que por todas as almas piedosas deve ser seriamente meditada.


E
ei-la aqui, tal como a inspirou o Espírito Santo: 
Quem despreza e não tem em conta as coisas pequenas, cairá pouco a pouco.

Compreende bem esta palavra: “cairá pouco a pouco”. Cairá insensivelmente, sem mesmo dar por isso, mas cairá.

Hoje, sob pretexto de ser falta leve, consente numa mentira muito pequena; amanhã já deixa sair uma maior; e acabará cair nas maiores desordens.


Teme, teme muito o desprezo das coisas pequenas; receia as faltas leves; olha que são d’alguma sorte mais perigosas do que as grandes, porque se não certamente cairá.


“Ouso, diz São João Crisóstomo, avançar uma proposição que parecerá surpreendente e inaudita; e é que me parece se deve pôr algumas vezes menos cuidado em fugir dos pecados grandes, do que em evitar as faltas pequenas.

Daquelas, só a enormidade já inspira o horror; com estas, por pouco consideráveis, facilmente nos familiarizamos”;

Este desprezo em que as temos nos impede de fazermos o devido esforço para as expelir, e assim por negligência nossa vão crescendo até chegar ao estado de não podermos desfazer-nos delas.

Ainda outra vez repito: teme as faltas pequenas, teme-as e evita-as pois, por pequenas que sejam, nem por isso deixam de ofender menos o nosso bom Mestre;


Teme e evita as faltas leves, porque à tibieza nos conduzem: teme as faltas leves porque Jesus Cristo disse, “quem nas coisas pequenas é fiel, sê-lo-á também nas grandes, e quem nas pequenas é injusto, injusto será nas grandes”.


Vela hoje muito sobre ti mesmo, e esforça-se para viver hoje de modo que à noite possas dizer a Jesus:

“Meu bom Mestre, hoje não me acusa a consciência de falta alguma inteiramente voluntária; bendito sejais pois foi vossa onipotente mão quem me amparou.

Suplico-vos que queirais perdoar toda e qualquer falta que por fragilidade me haja podido escapar; amanhã hei de fazer todos os esforços para viver melhor ainda”.

.
.
Fonte: retirado do livro “As chamas do Amor de Jesus” do Abade D. Pinnard.

.
*  *  *

.
bt_oferta_ASC-1

Quer agradar a Deus de verdade? Ore pela conversão dos pecadores! Veja aqui.

2, março, 2018 2 comentários
Conversão dos pecadores

Visão de Santa Maria Madalena de Pazzi – pintura de Pedro de Moya

.

Não se duvida, entretanto, que as orações que fazemos pelos outros, mormente pelos pecadores, sejam muito agradáveis a Deus.


O Senhor queixa-se de seus servos que não rezam pelos pecadores.

Um dia, lamentava-se Nosso Senhor a Santa Maria Madalena de Pazzi, a quem disse: “Vede, minha filha, como caem os cristãos nas mãos do demônio;

Se os meus escolhidos não os livrassem por suas orações, seriam tragados por ele”.

De um modo todo especial, porém, Nosso Senhor deseja e exige isso dos sacerdotes e religiosos.

Por isso, dizia muitas vezes a Santa às suas religiosas:


“Irmãs, Deus nos separou do mundo, não somente para fazermos bem a nós mesmas, mas também para nos procurarmos aplacar a sua ira contra os pecadores”.


Falou-lhe, uma vez, o Senhor:

“Eu vos dei, a vós, esposas escolhidas, a cidade de refúgio, (isto é, a Paixão de Jesus Cristo), para que tenhais onde recorrer para ajudar minhas criaturas;

Por isso, recorrei a ela e ali oferecei auxílio às minhas criaturas que perecem; sacrificai mesmo a vossa vida por elas”.

Pelo que a Santa, inflamada de santo zelo, oferecia a Deus, cinquenta vezes por dia, o sangue do Redentor pelos pecadores e se consumia em desejos pela sua conversão, dizendo:

“Que pena, Senhor! Como sinto ver que posso ajudar às tuas criaturas com o sacrifício de minha vida e, contudo, não poder realizá-lo!”


Ela, em todos os exercícios de piedade, recomendava os pecadores a Deus; e em sua vida se conta que não passava uma hora do dia em que não pedisse por eles.


Frequentemente se levantava à meia noite e se dirigia à Igreja, onde estava o Santíssimo Sacramento, para rezar pelos pecadores.

.

Apesar de tudo isso,

Foi encontrada, uma vez, a chorar e, interrogada do motivo das lágrimas, respondeu: “Porque parece-me que nada faço pela conversão dos pecadores”.


Chegou até a se oferecer a padecer as penas do inferno pela conversão deles, contanto que lá não tivesse de odiar a Deus.

Frequentes vezes conseguiu ser atormentada de graves dores e enfermidades pela salvação dos pecadores.


Rezava especialmente pelos sacerdotes, vendo que este, com uma vida exemplar, seriam causa da salvação de muitos e com uma vida má levariam número à ruína e perdição.

Pedia a Nosso Senhor que a castigasse pelas culpas deles e dizia: “Senhor, fazei-me morrer tantas vezes e tornar à vida, até satisfazer por eles a Vossa justiça”…

Em sua vida, conta-se que a Santa, por suas orações, libertou de fato muitas almas das garras de Satanás.

.
.
.

Fonte: retirado do livro “A Oração” de Santo Afonso de Ligório.

.
*  *  *

.
botao_05

GRÁTIS.
Coloque seu e-mail abaixo e receba orações, conselhos católicos e Mensagens de fé

Pesquisar no site

Veja o que acabamos de publicar

  • Diante das dificuldades, Jesus nos pede apenas uma única coisa… Leia Mais +
  • A importância da Oração para a Alma Leia Mais +
Topo ↑

Inclua agora seu nome na Missa de Súplicas ao Coração de Jesus.
Ligue grátis de qualquer lugar do Brasil:

0800 774 7557

Política de Privacidade