Abrir popup Play Video

GRÁTIS

Coloque seu e-mail abaixo e receba orações,
conselhos católicos e Mensagens de Confiança

Voltar à página inicial

Minha Oferta ao Sagrado Coração de Jesus

Facebook Youtube SoundCloud Instagram

Arquivo

Textos com Etiquetas ‘pecados’

Você sabe o motivo do choro de Nosso Senhor? Descubra aqui.

16, abril, 2018 Sem comentários
Nosso Senhor Jesus Cristo morreu na Cruz para a remissão de nosso pecados.

Nosso Senhor Jesus Cristo morreu na Cruz para a remissão de nosso pecados.


.
O pecado vestiu o céu de luto, o inferno de chamas e a terra de espinhos. Ele foi o que trouxe a enfermidade e a peste, a fome e a morte sobre o mundo.

.
E
le, o que cavou a sepultura das cidades mais ilustres e cheias de gente. Ele presidiu os funerais da Babilônia, dos ostentosos jardins; de Nínive, a excelsa; de Persópolis, a filha do sol;

De Mênfis, a dos profundos mistérios; de Sodoma, a impúdica; de Atenas, a cômica; de Jerusalém, a ingrata; de Roma, a grande;

.
Porque ainda que Deus quisesse todas estas coisas, não as quis senão como castigo e remédio do pecado.

.
O pecado arranca todos os gemidos que saem de todos os peitos humanos e todas as lágrimas que caem, gota a gota, de todos os olhos dos homens, e o que é mais todavia e o que nenhum entendimento pode conceber nem nenhum vocábulo expressar:

.
Ele tem arrancado lágrimas dos sacratíssimos olhos do Filho de Deus, mansíssimo Cordeiro, subiu à Cruz carregado com os pecados do mundo.

.
Nem os céus, nem a terra, nem os homens o viram rir, e os homens, e a terra, e os céus o viram chorar, e chorava porque tinha postos seu olhos no pecado.

Chorou sobre o sepulcro de Lázaro; e na morte de seu amigo, nada chorou senão a morte da alma pecadora.

Chorou sobre Jerusalém, e a causa de seu pranto era o pecado abominável do povo deicida. Sentiu a tristeza e a turbação ao por os pés no horto, e o horror do pecado era o que punha nEle aquela turbação insólita e aquele véu de tristeza.

.
Sua face suou sangue, e o espectro do pecado era o que fazia brotar em sua fronte aqueles estranhos suores.

.
Foi encravado em um madeiro, e o pecado o encravou, o pecado o pôs em agonia e o pecado lhe deu a morte.

.
.
Fonte: Do livro “LA PALABRA DE CRISTO”, Tomo VIII — Mons. Angel Herrera Oria — Biblioteca de Autores Cristianos, BAC, Madrid, Espanha — 1ª. edição, 1953, p. 540

.
*  *  *

.
bt_oferta_ASC-2

Você sabe se existe “pecado imperdoável”? Veja aqui o valor do arrependimento verdadeiro mostrado por Nosso Senhor.

2, abril, 2018 Comments off
Nosso Senhor perdoa o bom ladrão e nos mostra que concede o perdão a todos aqueles que estão verdadeiramente arrependidos de seus pecados.

Nosso Senhor perdoa o bom ladrão e nos mostra que concede o perdão a todos aqueles que estão verdadeiramente arrependidos de seus pecados.


.
A Providência, que alimenta o passarinho no galho, cuida do nosso corpo.

.
Q
ue é, no entanto, este corpo de miséria? Uma criatura frágil,  um condenado à morte e destinado aos vermes.

Na louca corrida da vida, pensamos todos caminhar para os negócios ou para os prazeres… cada passo dado nos aproxima do fim; arrastamos, nós mesmos, o nosso cadáver a beira do túmulo.

.
Se Deus assim Se ocupa de corpos perecíveis, com que solicitude não velará pelas almas imortais?

.
Prepara-lhes tesouros de graças, cuja riqueza sobrepuja tudo o que podemos imaginar; manda-lhes socorros superabundantes para a sua santificação e salvação.

Esses meios de santificação, que a Fé põe a nosso dispor, não serão aqui estudados.

Quero falar simplesmente às almas inquietas que se encontram por toda parte. Mostra-lhes-ei, com o Evangelho na mão, a inanidade dos seus temores.

.
Nem a gravidade de suas faltas, nem a multiplicidade de suas reincidências no erro as deve abater.

.
Pelo contrário, quanto mais sentirem o peso da própria miséria, tanto mais deverão apoiar-se em Deus. Não percam a confiança!

Seja qual foi o horror do seu estado, mesmo que tenham levado longamente vida desregrada, com o socorro da graça poderão converter-se e ser elevadas a uma alta perfeição.

A misericórdia de Nosso Senhor é infinita

Nada a cansa, nem mesmo a falta que nos parecem a nós as mais desagradantes e criminosas.

.
Durante a sua vida mortal, o Mestre acolhia os pecadores com bondade verdadeiramente divina; nunca lhes recusou o perdão.

.
Impelida pelo ardor do seu arrependimento, sem preocupar-se com as convenções mundanas, Maria Madalena entra na sala do festim.

Prosterna-se aos pés de Jesus, inunda-os de lágrimas. Simão, o fariseu, contempla esta cena com o ar irônico; indigna-se intimamente.

Fosse este homem um profeta, pensa, e saberia bem o que vale essa mulher. Enxotá-la-ia com desprezo…”

Mas o Salvador não a enxota. Aceita-lhe os suspiros, o pranto, todos os sinais sensíveis da humilde contrição. Purifica-a de suas mágoas e a cumula de dons sobrenaturais.

E o Coração Sagrado transborda de imensa alegria, enquanto que no alto, no Reino de seu Pai, os Anjos vibram de júbilo e louvor:

.
Perdida estava uma alma, e ei-la achada; era morta essa alma, e ei-la de novo restituída à verdadeira vida!

.
O Mestre não Se contenta de receber com doçura os pobres pecadores; chega ao ponto de tomar-lhes a defesa. E não é essa de resto a sua missão? Não se constituiu Ele o nosso advogado?

Trazem-Lhe um dia à presença de uma desgraçada, surpreendida em ato flagrante de seu pecado. A dura lei de Moisés a condena formalmente: a culpada deve morrer no lento suplício da lapidação.

Os escribas e fariseus, no entanto, esperam impacientes a sentença do Salvador. Se perdoar, os inimigos O censurarão por desprezar as tradições de Israel. Que fará Ele?

Um só palavra cairá de seus lábios: e esta palavra bastará para confundir os fariseus orgulhosos e salvar a pecadora.

.
“Aqueles dentre vós que for sem pecado, que seja o primeiro a lhe atirar a pedra”.

.
Resposta cheia de sabedoria e misericórdia. Ouvindo-a, esses homens arrogantes enrubescem de vergonha… Retiram-se confusos, uns após os outros; os velhos são os primeiros a fugir…

“E Jesus ficou só com a mulher. Onde estão os acusadores? Pergunta. Ninguém te condenou?” Ela responde:

“Ninguém, Senhor”… E Jesus prossegue: “Eu também não te condenarei! Vai, e de futuro não peques mais!”.

Quando vêm a Ele os pecadores, Jesus lança-Se ao seu encontro. Como o pai do pródigo, espera a volta do ingrato.

.
Como bom pastor, espera a ovelhinha tresmalhada; e, quando a encontra, carrega-a sobre os ombros divinos e a restitui ensanguentada ao redil.

.
Oh! Ele não lhe magoará as feridas; delas tratará como o bom samaritano, com o vinho e o óleo simbólicos.

Derramará sobre suas chagas o bálsamo da penitência; e, para fortificá-la, a fará beber do seu cálice eucarístico.

.
Almas culpadas, não tenhais medo do Salvador; foi para vós, especialmente, que Ele desceu à terra.

.
Não renoveis nunca o grito de desespero de Caim:

Meu crime é grande demais para que eu dele possa obter perdão”. 

Como isso seria desconhecer o Coração de Jesus!

.
Jesus purificou Madalena e purificou a tríplice negação de Pedro; abriu o Céu para o bom ladrão.

.
Em verdade, asseguro-vos, se Judas tivesse ido até Ele após o crime, Nosso Senhor o teria acolhido com misericórdia.

Como, pois, não vos perdoaria também?!

.
.
Fonte: Retirado de “O Livro da Confiança” do Rev. Pe. Thomas de Saint-Laurent.

.
*  *  *

.
botao-oferta-aascj

Categories: boletim Tags: , , ,

PECADOS: Quais suas raízes, como somos tentados e como evitá-los. Veja.

24, março, 2018 Comments off
Adão e Eva sendo expulsos do Paraíso!

Adão e Eva sendo expulsos do Paraíso!


.
O livro do Gênesis diz que “Deus criou o ser humano à sua imagem”.

.
A
ntes disso, o pecado já existia, não por natureza, mas pela má vontade dos anjos decaídos, os demônios.

Foram eles quem, por inveja, se aproximaram do primeiro homem para tentá-lo.

Até então, Deus o havia colocado em um jardim de benesses , com múltiplas possibilidades de árvores e animais para comer e inúmeras coisas para fazer, tendo proibido apenas uma coisa:

“Podes comer de todas as árvores do jardim. Mas da árvore do conhecimento do bem e do mal não deves comer, porque, no dia em que dele comeres, com certeza morrerás”.

Por medo da morte e pelo aviso divino, Adão e Eva não tinham comido da árvore, até que o demônio lhes tentou, invertendo o apelo de Deus e transformando em atrativo aquilo que era proibido:

“De modo algum morrereis. Pelo contrário, Deus sabe que, no dia em que comerdes da árvore, vossos olhos se abrirão, e sereis como Deus, conhecedores do bem e do mal”.

.
Seduzidos pelo maligno, os primeiros pais pecaram e a desordem entrou na humanidade.

.
Para este curso de Terapia das Doenças Espirituais, o relato do livro do Gênesis sublinha um fato de notável importância:

Quando a serpente apresentou o fruto da árvore à mulher;

Ela “viu que seria bom comer da árvore, pois era atraente para os olhos e desejável para obter conhecimento”.

Estas três realidades – “comer”, “atraente para os olhos” e “desejável para obter conhecimento” – perpassam toda a história da humanidade:

.
Representam a tendência do homem para o prazer, para possuir as coisas e para o poder, essa última entendida como uma espécie de astúcia operativa.

.
São João entendeu bem isso, quando escreveu que “tudo o que há no mundo – a concupiscência da carne, a concupiscência dos olhos e a ostentação da riqueza [a soberba da vida] – não vem do Pai, mas do mundo”.
.

Nosso Senhor sendo tentado pelo demônio quando estava no deserto!

Nosso Senhor sendo tentado pelo demônio quando estava no deserto!

E o próprio Senhor, no deserto, foi tentado pelo demônio com essas três matérias.

Primeiro, Satanás propôs a Ele que transformasse pedras em pão, a fim de comer.

Depois, “mostrou-lhe, num relance, todos os reinos da terra” e prometeu dar-Lhe tudo aquilo, se Se prostrasse diante dele.

Por fim, tentou Jesus a fazer uma demonstração de poder: “Se és Filho de Deus, lança-te daqui abaixo”.

Nosso Senhor venceu as três tentações, mostrando ao homem que é possível, com a Sua graça, vencer a carne, decaída pelo pecado original.

 

.
Mas, que são essas três coisas que com razão se podem chamar de “raízes” do pecado? Tratam-se de três libidos (libidines, em latim).

.
O que Eva perdeu por orgulho, Maria Santíssima ganhou por humildade; 

.
A primeira, libido amandi, é o apetite desordenado que “tem por objeto tudo o que pode fisicamente sustentar o corpo seja para a conservação do indivíduo, alimento, bebida etc., seja para a conservação da espécie, as coisas venéreas”.
.

Jesus morreu na Cruz para remir nossos pecados!

Jesus morreu na Cruz para remir nossos pecados!

O objeto dessa concupiscência é tanto a gula quanto o sexo desordenado, que é o vício da luxúria.

É curioso que, na mesma época em que se vê o fenômeno da anorexia, de meninas que morrem de fome porque não querem comer;

.
.
.
.
Percebe-se uma humanidade que busca o prazer venéreo, mas não quer assumir a responsabilidade dos filhos.

As pessoas querem comer, mas não querem engordar; querem fazer sexo, mas não querem estar abertas à vida.

A segunda, libido possidendi, “é concupiscência animal, e tem por objeto as coisas que não se apresentam para a sustentação e o prazer da carne;

Mas que agradam à imaginação ou a uma percepção semelhante, por exemplo, o dinheiro, o ornato das vestes, e outras coisas deste gênero”.

É esta espécie de concupiscência que se chama de concupiscência dos olhos.

.
A terceira é a libido dominandi. É a soberba fundamental de querer ser igual a Deus, como fez Satanás.

.
Enraizada no irascível, essa libido deseja o bem enquanto algo árduo:

“Quanto ao apetite desordenado do bem difícil, pertence à soberba da vida, sendo que a soberba é o apetite desordenado da excelência.”

É para combater essas três causas do pecado que se praticam as três obras quaresmais:

O jejum, a esmola e a oração;

E também os três votos evangélicos:

A castidade, a pobreza e a obediência.

.
Também aqui se identificam os nossos relacionamentos com o outro, com as coisas e conosco mesmos.

.
Se abusamos de outra pessoa, usando-a como objeto para obter prazer, estamos cedendo à concupiscência da carne;

.
Se idolatramos as coisas, pensando estar nelas a nossa felicidade, cedemos à concupiscência dos olhos; e se fazemos de nós mesmos deus, estamos na soberba da vida.

.
Deus criou o homem para que ele participasse de Sua divindade, mas ele deveria sê-lo pela graça, não por suas próprias forças.

Quando Eva “se apega ciosamente ao ser igual a Deus”, ela rouba, com “ἁρπαγμὸς” (lê-se: harpagmós): as suas mãos se fecham para pegar para si.

.
As mãos de Cristo são o contrário das mãos de Eva: elas se abrem para dar. Enquanto Eva quis, Cristo tudo entregou.

.
Enquanto as mãos de Eva se voltam ao lenho para pegar, as de Cristo se deixam pregar ao lenho da Cruz para dar.

Da primeira árvore nos vêm a desgraça e a morte; da segunda, a graça e a vida, a nossa salvação.

.

.
Fonte: padrepauloricardo.org 

.

.
*  *  *

.
botao-oferta-aascj

É terrível o que aconteceu a estas pessoas que caíram nos pecados impuros, veja:

9, fevereiro, 2018 1 comentário
Essa é a verdadeira face do pecado...

Essa é a verdadeira face do pecado…

.

Eu mesmo conheci um jovem forte e sadio, bem disposto,


Que, dando-se a esse vício aos 17 anos, morreu de uma morte raivosa e convulsa, que despertou pavor em todos os que rodeavam.

O seu cadáver tomou um aspecto tão disforme, a sua fisionomia tornou-se tão horrenda, que os próprios parentes não tinham coragem de fita-lo;

Os poucos que puderam entrar no quarto afirmaram nunca terem visto uma coisa tão assustadora e horrorosa.

Um outro rapaz, que pecava por desonestidade, morreu, e do seu corpo, horrivelmente inchado, emanava um mal cheiro tal que foram obrigados a tirá-lo da casa antes do tempo.

Nem os companheiros mais corajosos conseguiram levá-lo ao cemitério por causa do cheiro nauseabundo, e foi preciso carregá-lo numa carroça puxada por um jumento.


O quarto onde morreu teve que ser desinfetado por muitas vezes antes que se pudesse tornar habitável.


Conta-se também o caso de uma moça habituada a atos impuros, que, depois de uma morte aparentemente cristã, foi vestida de branco pela mãe e pelas irmãs.

Enfeitaram-na com flores e estenderam-na na cama com um crucifixo nas mãos, afim de que, segundo o costume, as amigas pudessem vê-la pela última vez e orar por ela.

Mas oh, prodígio!

O Crucifixo saiu do lugar, e, por mais que o tornassem a pôr nas mãos da morta, por mais que procurassem fazê-lo parar, tudo foi inútil: achavam-no sempre jogado na cama.


Jesus não queria ficar naquelas mãos que tinham servido para o pecado.

.
Fonte: Do livro “Confessai-vos bem” do Pe. Luiz Chiavarino.

.

*   *   *

.
testeira-lourdes-aascj

A surpreendente verdade que nunca contaram a você sobre o pecado do orgulho, veja aqui:

5, fevereiro, 2018 Comments off
Maior sinal de humildade foi dada por Nosso Senhor no lava pés!

Maior sinal de humildade foi dada por Nosso Senhor no lava pés!

.
O orgulho é esse maldito pecado que expulsou os anjos do paraíso e os precipitou no inferno. Esse pecado começou com o mundo.


Peca-se por orgulho de diferentes maneiras. Uma pessoa terá orgulho no traje, na linguagem, na postura, até no modo de andar.

Há pessoas que, quando estão na rua, andam com ufania e parecem dizer ao mundo que as vê: “Vejam como eu sou grande, como sou empertigado e sei andar bem!”.

Outras, que, quando fazem algum bem nunca acabam de contá-lo, e, se deixam de fazê-lo, ficam desoladas, pensando que vão ter má opinião delas…

Outras que se incomodam muito de estar com pobres quando encontram pessoas conhecidas; procuram sempre a companhia de ricos.

Se por acaso, são recebidas pelos grandes do mundo, gabam-se, tiram disso vaidade.


Há outras que têm orgulho falando: examinam o que vão dizer esforçam-se na boa linguagem, e, se lhes não ocorre uma palavra, ficam muito aborrecidas, por terem medo de que debiquem delas.


Ah! Meus filhos, uma pessoa humilde não é isso… Quer zombem dela, quer a estimem, quer a desprezem, quer lhe prestem atenção, quer a deixem de lado, para ela é a mesma coisa.

Reparai, se quiserdes conhecer quando uma pessoa é orgulhosa, escutai-a falar: será sempre ela quem terá a palavra;

Ela só falará de si; terá sempre feito melhor que os outros; só ela é que faz bem; censura todas as ações dos outros, esperando deste modo salientar as suas.

Há ainda pessoas que fazem grandes esmolas para se fazerem estimar: isso não!… Essas pessoas não tirarão fruto algum das suas boas obras. Ao contrário, as suas esmolas se tornarão pecado. 

Nós pomos o orgulho em toda parte, como o sal. Gostamos de ver as nossas boas obras conhecidas. Se prestam atenção à vossa virtude, ficamos alegres: se percebem os nossos defeitos, ficamos tristes.

Noto isto em grande número de pessoas; se lhes dizem alguma coisa, isso as inquieta, aborrece-as.


Os santos não eram assim; afligiam-se se as suas virtudes eram conhecidas, e ficavam contentes de que vissem a sua imperfeição.


Uma pessoa orgulhosa julga que tudo o que ela faz é bem feito; quer dominar sobre todos quantos tratam com ela; tem sempre razão; julga sempre o seu sentir melhor que o dos outros…

Não é isto! Uma pessoa humilde e instruída, se lhe perguntam o seu sentir, diz muito simplesmente, depois de deixar falar os outros. Quer eles tenham razão, quer não, ela não diz mais nada.

S. Luís Gonzaga, quando era menino de escola e lhe censuravam alguma coisa, nunca procurava desculpar-se; dizia o que pensava, e não se incomodava mais com o que pensavam os outros.

Se estava errado, estava errado; se tinha razão, dizia a si: “Estive errado outras vezes”.


Os santos eram tão desapegados de si mesmos, que pouco se lhes dava que os outros fossem da sua opinião. Dizem: “Oh! os santos eram simples!”


Sim, eles eram simples para as coisas do mundo; mas para as coisas de Deus, eram bem entendidos. As preocupações mundanas lhes pareciam de tão pouca importância que eles não lhes davam atenção.

.
.
Fonte: Do livro: Espírito do Cura D’Ars de Abbé A. monnin.



*  *  *

.
botao-oferta-aascj

GRÁTIS.
Coloque seu e-mail abaixo e receba orações, conselhos católicos e Mensagens de fé

Pesquisar no site

Veja o que acabamos de publicar

  • Abra e confira esse recado especial para você! Leia Mais +
  • Oração de São João Maria Vianney para alcançar o perfeito amor de Deus! Reze agora. Leia Mais +
  • O amor de Deus e Sua vontade devem pautar nossa conduta! Confira. Leia Mais +
  • VÍDEO! O que o Católico deve fazer num aperto financeiro? Descubra aqui. Leia Mais +
  • Está com pressa? Precisa de um Milagre? Então veja! Leia Mais +
Topo ↑

Inclua agora seu nome na Missa de Súplicas ao Coração de Jesus.
Ligue grátis de qualquer lugar do Brasil:

0800 774 7557

Política de Privacidade