Voltar à página inicial

Minha Oferta ao Sagrado Coração de Jesus

Facebook Youtube Instagram

Arquivo

Textos com Etiquetas ‘salvação’

Indulgências. Um tesouro à sua disposição.

4, dezembro, 2018 Sem comentários

Muita gente já ouviu falar em Indulgências.

Mas poucos têm a real noção do quão maravilhosas elas são para a salvação de suas almas.

Outrora, este assunto era comentado nas igrejas, mas nos dias atuais infelizmente quase não se fala a respeito.
.

Se falassem, muitos saberiam que recorrer às Indulgências pode ser uma ótima maneira de conseguir o perdão pelos pecados cometidos e alcançar o paraíso.
.

Para entender mais a respeito desse tema importantíssimo, recomendamos um Livro Digital da Coleção O Livro Católico. Uma leitura prática, fácil e repleta de revelações sobre algo que é URGENTE nos dias de hoje.

Trata-se do e-book…

indulgenciasSaiba como ter o seu aqui.

Neste e-book, você descobrirá tudo e mais um pouco a respeito das Indulgências:
.

– como recebê-las

– em quais as condições

– quais os tipos de indulgências

– doutrinas relacionadas

– etc, etc, etc
.

Você não encontrará nada igual, pode procurar!

Conheça mais sobre esse Livro Digital clicando aqui. E tenha-o agora mesmo para ler no seu celular ou tablet.

Este é um tesouro que está totalmente ao seu alcance. 

.

A devoção ao Sagrado Coração de Jesus é a salvação da condenação! Leia e entenda o motivo

12, outubro, 2018 1 comentário

cormat (1)

“O Coração Sagrado aos homens tornou-se uma luz de misericórdia e de esperança continuamente derramada sobre a face da terra.”
Santa Margarida-Maria Alacoque
.

O inferno é uma realidade, não foi criada pela Bondade de Deus, mas pela maldade do homem; contra a Justiça Divina.
.
Como ensina o teólogo Charles Suavé;

.
” O amor supremo desprezado é a explicação do Inferno. 
Deus não quis o Inferno, independentemente do pecado; Os demônios não quiseram responder a seu amor e o homem, por sua vez, recusou a amá-lo.

Por isso não devemos pensar que foi criação de Deus!

Qual é a razão do Inferno, ser um lugar para almas condenadas? Porque essas almas recusaram o Amor eterno.

Como a devoção ao Sagrado Coração nos faz melhor compreender a odiosa desordem desta recusa!

Porque ela lembra, numa palavra, num sinal pungente, todas as tentativas do amor do Filho de Deus, sobretudo o Calvário, o Altar o Tabernáculo.

E é em face destes incríveis testemunhos do Amor, é apesar da Igreja,;

Apesar dos Sacramentos, apesar de todas as criatura do céu e da terra.

Porque todas as coisa convidam os pecadores a arrependerem-se e a amar enfim Aquele que os amou como jamais amou o amante mais apaixonado, o pai devotado, a mãe mais terna – que os pecadores recusam o mais simples alto de amor.”

Seu Coração, é a expressão do amor de Cristo por nós, e por isso que a devoção a Ele não se deve faltar; principalmente nos dias atuais, onde a religião se encontra tão desvalorizada, e as pessoas estão se afundando cada vez mais.

Existem muitas lutas para restaurar as famílias e os costumes católicos, é por isso que existe o grupo Famílias do Sagrado Coração de Jesus.

Através de um pequeno gesto de amor, você conseguirá ajudar milhares de pessoas que nesse momento possam estar necessitando de uma mensagem, ou algo conselho católico.
.
Clicando aqui
,
você saberá como pode participar.

.
“De fato, a caridade renova o homem, pois assim como a concupiscência torna o homem velho,
a caridade o faz novo”.
Santo Agostinho

Fonte do livro: Escola de Amor e de Bondade para uma nova civilização, Reinaldo F. Mota Jr.

*

Sinceridade absoluta na Confissão! Veja o quanto ela é importante, com esta história:

13, agosto, 2018 Sem comentários
"De sorte são todos aqueles que acreditam no grande bem da confissão e se servem dela, impedindo assim a própria perdição".

“De sorte são todos aqueles que acreditam no grande bem da confissão e se servem dela, impedindo assim a própria perdição”.

.
M. – De sorte são todos aqueles que acreditam no grande bem da confissão…


E se servem dela, impedindo assim a própria perdição;

Enquanto que é bem diferente o caso da infeliz de quem lhe vou falar.

São Leonardo de Porto Maurício, acode à cabeceira de uma moribunda, acompanhado por um frade leigo.

Depois de confessada a doente, o padre sai sossegado, e;

Reunindo-se ao companheiro que o esperava no quarto vizinho, apronta-se para sair, quando este, muito triste e assustado lhe diz:

— “Padre Leonardo, o quê significa aquilo que eu vi?”

— O que é que você viu?


— Eu vi uma mão horrendamente negra que vagava pela antecâmara;

E, assim que o senhor saiu ela entrou, rápida como um raio, no quarto da doente.


Diante de tal história São Leonardo volta para trás, torna a entrar no quarto e oh!

Que cena terrível.

Aquela mão negra estrangulava aquela desgraçada que, com olhos fora das órbitas, e a língua caída, morria gritando:

“Malditos sejam os sacrilégios… Malditos sejam os sacrilégios…”

D. — Oh, Padre, então é mesmo verdade que as confissões mal feitas são a causa principal da perdição!


M. — Por conseguinte, guerra à mentira e sinceridade absoluta na confissão.

.

.

Fonte: Do livro “Confessai-vos bem” do Rev. Pe. Luiz Chiavarino.

.
.

*   *   *

.

.

missa

Clique na Imagem e escreva seu nome na Missa

.
.
.

Nossa Senhora resgata os seus filhos. Duvida? Aqui está a prova

29, julho, 2018 Sem comentários
missionário

Nossa Senhora do Perpétuo Socorro, rogai por nós!


.
Um missionário Lazarista, falecido na Itália em fins do século passado (XIX)…


P
regava retiro a umas jovens de Constantinopla precisamente nos dias em que a cólera invadia a infeliz cidade.

Na manhã do terceiro dia, bem cedo, viu o missionário chegar uma das jovens retirantes, que lhe disse:


– Padre, desejo confessar-me e fazer uma boa comunhão esta manhã. Depois da missa lhe direi o motivo.


Comungou com singulares mostras de fervor. Depois da ação de graças veio dizer-me:


– Padre, esta noite, passei-a acordada e tive a sensação de que chegara para mim o momento da morte e minha alma, separada do corpo, era levada por meu anjo da guarda ao tribunal do soberano Juiz.


Já não era o Salvador tão bom e misericordioso, de que tantas vezes nos falam os padres, mas um juiz inexorável.

Iam chegando todas as partes do mundo inúmeras almas; muitas iam para o inferno, bastantes para o purgatório, muitas poucas diretas para o céu.

Perturbada e atemorizada, levantei os olhos e


– ó felicidade! – minha boa Mãe, a Imaculada, ali estava a olhar para mim com uma doçura infinita.


Animada com esta vista, do fundo do meu coração saiu o grito que repetia muitas vezes na terra: ”Boa Mãe, Mãe do Perpétuo Socorro, socorrei-me, salvai-me!”

Estava eu aos pés do tribunal de Deus e a minha sorte eterna ia decidir-se num instante. De repente, uma voz melodiosa, como nenhuma outra da terra, se fez ouvir:


– Meu Filho, esta é minha filha.


Então Nosso Senhor, voltando-se para sua gloriosa Mãe, disse-lhe com inefável carinho, que não se pode exprimir em linguagem humana:


– Pois é vossa: julgai-a Vós.


E por todo juízo a Rainha dos Santos abriu-me os braços e eu me refugiei neles. Era feliz por toda a eternidade!…

Calou-se a jovem. Seu rosto brilhava como se ainda estivesse vendo aquela visão celeste.


O missionário, mais impressionado do que deixava perceber, pregou naquela manhã sobre a necessidade da preparação para a morte.


Apenas havia terminado, vieram chamá-lo com toda a urgência; uma das jovens que assistiam ao retiro acabava de cair de cama vítima da cólera. Naquele corpinho, que se retorcia com a violência da doença, reconheceu ele a jovem da visão.


– Padre, eu bem lhe dizia, Deus me chama!


E duas horas depois, com um sorriso celestial nos lábios, sua alma voava para a glória, repetindo pela última vez sua jaculatória favorita:


– Minha Mãe, Mãe do Perpétuo Socorro, socorrei-me! salvai-me!

.
.
Fonte: “Tesouro de Exemplos” – Pe. Francisco Alves.

.
*  *  *

.
botao-oferta-aascj

Você quer ir para o inferno? Veja esses 2 sinais de que desprezar os preceitos de Deus pode acarretar na perdição eterna.

8, março, 2018 Sem comentários
Alma agonizando no inferno

Alma agonizando no inferno


.
“As vossas iniquidades fizeram uma separação entre Vós e vosso Deus” (Is. 59, 2)

.
.
A malícia do pecado mortal consiste no desprezo da graça divina e na perda voluntária de Deus, o Bem supremo.

.
Com toda a justiça, pois, a maior pena do pecador no inferno é tê-lo perdido, sem esperança de o tornar a achar.

.
Se quisermos ter uma garantia de não incorrermos em tamanha desgraça, demo-nos inteiramente e sem reservas ao Senhor.

Esse vídeo é impressionante, ASSISTA!
.

O que não se dá inteiramente a Deus ou o serve com tibieza, corre grande risco de o perder para sempre.

.
.
I. A gravidade da pena deve corresponder à gravidade do delito.
.
Os teólogos definem o pecado mortal por estas duas palavras: aversio a Deo — aversão de Deus.
.
Eis, pois, em que consiste a malícia do pecado mortal: consiste no desprezo da graça divina e na perda voluntária de Deus, o Bem supremo.
.
Pelo que com toda a justiça a maior pena do pecador no inferno é o ter perdido a Deus.
.
São grandes as demais penas do inferno:
.
.
O fogo que devora, as trevas que obcecam, os uivos dos condenados que ensurdecem, o mau cheiro que faria morrer aqueles desgraçados se pudessem morrer;
.
.
A estreiteza que os oprime e lhes tolhe a respiração; mas todas estas penas nada são comparadas com a perda de Deus.
.
.
No inferno os réprobos choram eternamente, mas o objeto mais amargoso do seu choro é o pensar que perderam a Deus pela sua culpa.
.
.
Ó Deus, que grande bem perderam eles!
.
Durante esta vida os objetos que nos rodeiam, as paixões, as ocupações temporais, os prazeres dos sentidos, as contrariedades não nos deixam contemplar a beleza e bondade infinita de Deus.
.
Mas uma vez que a alma sai do corpo, reconhece logo que Deus é um bem infinito, infinitamente formoso, e digno de amor infinito.
.
E sendo que foi criada para ver e amar esse Deus, quisera logo elevar-se a ele e com ele unir-se.
.
Como, porém, está em pecado, acha levantado um muro impenetrável, quer dizer, o pecado mesmo que lhe fecha para sempre o caminho para Deus:
.
As vossas iniquidades fizeram uma separação entre vós e o vosso Deus.
.
.
Meu Senhor, graças Vos dou, porque não me foi ainda fechado este caminho, como tinha merecido, e porque posso ainda ir para Vós.
.
.
Peço-Vos, não me repilais! Meu Jesus, com Santo Inácio de Loyola Vos direi: Aceito toda a pena, mas não a de ser privado de Vós.
.
.
II. Se quisermos ter uma garantia de que não perderemos o nosso Deus, consagremo-nos inteiramente a ele.
.
O que não se dá todo a Deus corre sempre o risco de lhe virar as costas e de o perder. Uma alma, porém, que resolutamente se desapega de todas as coisas e se dá toda a Deus, não o perde mais;
.
.
Porquanto, Deus mesmo não consentirá que uma alma que se lhe deu de todo o coração lhe volte as costas e o perca.
.
.
Pelo que um grande Servo de Deus dizia que, em lendo-se a queda de alguns que primeiro levaram vida santa, se deve concluir que eles nunca se deram a Deus com todas as veras.
.
Demo-nos, pois, ao Senhor sem reserva e roguemos-lhe sempre pelos merecimentos de Jesus Cristo que nos livre do inferno. Especialmente deve pedir isso aquele que na sua vida já perdeu a Deus por algum pecado grave.
.
Demônios nos tentam diariamente querendo levar nossa alma para o inferno.

Demônios nos tentam diariamente querendo levar nossa alma para o inferno.

Ai de mim, ó Senhor, que pelo desprezo da vossa graça mereci estar para sempre separado de Vós, meu Bem supremo, e odiar-Vos para sempre.

.
Agradeço-Vos o me haverdes suportado quando estava na vossa inimizade: se então tivesse morrido, que seria de mim?
.
.
Mas já que me prolongastes a vida, fazei que dela nunca me sirva para Vos ofender de novo, mas unicamente para Vos amar e para chorar os desgostos que Vos dei.
.
.
Meu Jesus, doravante sereis Vós o meu único amor; e o meu único temor será o de Vos ofender e de me separar de Vós. Nada, porém, posso, se não me ajudardes.
.
Prendei-me sempre mais a Vós pelos laços de vosso santo amor; reforçai as santas e doces correntes de salvação, que me liguem mais e mais convosco.
.
.
Pelos méritos de vosso Sangue espero que me ajudareis para ser sempre vosso, ó meu Redentor, meu amor, meu tudo: Deus meus et omnia.
.
.
Ó grande Advogada dos pecadores, Maria, ajudai um pecador que se recomenda a vós e em vós confia.
.
.
Fonte: Do livro de Santo Afonso Maria de Ligório. Meditações: Para todos os Dias e Festas do Ano: Tomo Terceiro: desde a duodécima semana depois de Pentecostes até ao fim do ano eclesiástico. Friburgo: Herder & Cia, 1922.
.
*  *  *
.
botao-oferta-aascj

GRÁTIS.
Coloque seu e-mail abaixo e receba orações, conselhos católicos e Mensagens de fé

Pesquisar no site

Veja o que acabamos de publicar

  • Como conservar a castidade e ter uma alma pura? Leia Mais +
  • Os santos da Igreja possuem os melhores conselhos para que você possa educar seus filhos Leia Mais +
Topo ↑

Inclua agora seu nome na Missa de Súplicas ao Coração de Jesus.
Ligue grátis de qualquer lugar do Brasil:

0800 774 7557

Política de Privacidade