Voltar à página inicial

Minha Oferta ao Sagrado Coração de Jesus

Facebook Youtube Instagram

Arquivo

Textos com Etiquetas ‘São João Vianney’

Conheça todos os benefícios de deixar o Espírito Santo conduzir a sua vida: (Parte II)

20, outubro, 2017 Sem comentários
"É o Espírito Santo que forma os pensamentos no coração dos justos e lhes gera as palavras na boca..."

“É o Espírito Santo que forma os pensamentos no coração dos justos e lhes gera as palavras na boca…”

.

São João Vianney, o Cura d’Ars.

.

Continuação do post: Conheça todos os benefícios de deixar o Espírito Santo conduzir a sua vida: (Parte I)

.

Os que se deixam guiar pelo Espírito Santo sentem toda sorte de felicidade dentro de si mesmos:


Ao passo que os maus cristãos rolam-se sobre os espinhos e pedras.

Uma alma que tem o Espírito Santo nunca se aborrece na presença de Deus: sai-lhe do coração uma transpiração de amor.

Sem o Espírito Santo, nós somos como uma pedra do caminho…

Tomai em uma mão uma esponja embebida d’água e na outra um pequeno seixo: apertai-os igualmente.

Não sairá nada do seixo, e da esponja fareis sair água em abundância.

A esponja é a alma cheia do Espírito Santo, e o seixo é o coração frio e duro em que o Espírito Santo não habita.

Uma alma que possui o Espírito Santo saboreia um gosto na oração que faz com que ela ache sempre o tempo demasiado curto; ela nunca perde a santa presença de Deus.

O seu coração, diante do nosso bom Salvador, no SS. Sacramento do altar, é como uma uva no lagar.


É o Espírito Santo que forma os pensamentos no coração dos justos e lhes gera as palavras na boca…

 

Os que têm o Espírito Santo não produzem nada de mau; todos os frutos do Espírito Santo são bons.

Sem o Espírito Santo tudo é frio; por isto, quando a gente sente que o fervor se vai perdendo, deve depressa fazer uma novena ao Espírito Santo para pedir a fé e o amor…

Vedes!

Quando se faz um retiro ou um jubileu, fica-se cheio de bons desejos; esses bons desejos são o sopro do Espírito Santo que passou sobre a nossa alma e tudo renovou, qual esse vento quente que derrete o gelo e traz de novo a primavera…


Vós que não sois, entretanto grandes santos, tendes muitos momentos em que saboreais as doçuras da oração e da presença de Deus: são visitas do Espírito Santo.


Quando temos o Espírito Santo, o coração se dilata, banha-se do amor divino.

O peixe nunca se queixa de ter água demais; assim também o bom cristão nunca se queixa de estar por demasiado tempo com Deus.

Há quem ache a religião fastidiosa, é que esses não têm o Espírito Santo.

Se se dissesse aos condenados: “Por que é que estais no inferno?” Eles responderiam: “Por termos resistido ao Espírito Santo”.

E se disséssemos aos santos: “Por que é que estais no Céu?” Eles responderiam: “Por termos escutado o Espírito Santo…”

Quando nos vêm bons pensamentos, é o Espírito Santo que nos visita. 

(Continua…)

.

Fonte: Do livro “Espírito do Cura d’Ars” de Abbé A. Monnin.

.
.

*   *   *

.

missa

Clique na Imagem e escreva seu nome na Missa

.
.
.

Conheça todos os benefícios de deixar o Espírito Santo conduzir a sua vida: (Parte I)

19, outubro, 2017 Sem comentários
"O Espírito Santo é uma luz e uma força. É ele que nos faz distinguir o verdadeiro do falso e o bem do mal".

“O Espírito Santo é uma luz e uma força. É ele que nos faz distinguir o verdadeiro do falso e o bem do mal”.

.

São João Vianney, o Cura d’Ars

.

Oh! Como é belo, meus filhos! O Pai é nosso Criador, o Filho é nosso Redentor, e o Espírito Santo é nosso Condutor.


O homem nada é por si mesmo, mas é muito com o Espírito Santo.

O homem é todo terreno e todo animal; só o Espírito Santo é que lhe pode elevar a alma e levá-lo para o alto.

Por que é que os santos eram tão desapegados da terra? Porque se deixavam conduzir pelo Espírito Santo.

Os que são conduzidos pelo Espírito Santo tem ideias justas.


Aí está porque há tantos ignorantes mais sabidos que os eruditos. Quando alguém é conduzido por um Deus de força e de luz, não se pode enganar.


O Espírito Santo é uma luz e uma força.

É ele que nos faz distinguir o verdadeiro do falso e o bem do mal.

Como essas lunetas que aumentam os objetos, o Espírito Santo faz-nos ver o bem e o mal em ponto grande.

Com o Espírito Santo, vê-se tudo em ponto grande: vê-se a grandeza das menores ações feitas por Deus, e a grandeza das menores faltas.

Assim como um relojoeiro com as suas lunetas distingue as mais pequenas engrenagens de um relógio, com as luzes do Espírito Santo nós distinguimos todas as minúcias da nossa pobre vida.

Então as menores imperfeições parecem grandíssimas; os menores pecados causam horror.

Foi por isso que a Santíssima Virgem nunca pecou. O Espírito Santo fazia-lhe compreender a fealdade do mal. Ela fremia de susto à menor falta.

Os que têm o Espírito Santo não podem sentir-se, tão bem conhecem a sua pobre miséria. Os orgulhosos são os que não possuem o Espírito Santo.

As pessoas do mundo não têm o Espírito Santo, ou, se o têm, só o têm de passagem; ele não se detém nelas. O barulho do mundo fá-lo partir.


Um cristão que é guiado pelo Espírito Santo não tem dificuldade em deixar os bens deste mundo para correr atrás dos bens do Céu. Sabe fazer a diferença.


O olhar do mundo não vê mais longe que essa parede, quando a porta da igreja está fechada. O olhar do cristão vê até no fundo da eternidade.

Para o homem que se deixar guiar pelo Espírito Santo, parece que não há mundo; para o mundo, parece que não há Deus.

Trata-se pois de saber quem é que nos guia. Se não é o Espírito Santo, por mais que façamos, não há substância nem sabor em nada do que fazemos.

Se é o Espírito Santo, há uma doçura macia… é de se morrer de prazer… 

(Continua…)

.

Fonte: Do livro “Espírito do Cura d’Ars” de Abbé A. Monnin.

.
.

*   *   *

.

.

missa

Clique na Imagem e escreva seu nome na Missa

.
.
.

Conheça todos os benefícios de deixar o Espírito Santo conduzir a sua vida: (Parte III)

13, outubro, 2017 Sem comentários
"O Santo Espírito repousa nas almas justas, como a pomba no ninho. Acalenta os bons desejos, como a pomba os seus filhotes."

“O Santo Espírito repousa nas almas justas, como a pomba no ninho. Acalenta os bons desejos, como a pomba os seus filhotes.”

.

São João Vianney, o Cura d’Ars.

.

Continuação do post: Conheça todos os benefícios de deixar o Espírito Santo conduzir a sua vida: (Parte II)

.

O Espírito Santo é uma força.


Era o Espírito Santo que sustentava São Simeão sobre a coluna; era ele que sustentava os mártires.

Se não fosse o Espírito Santo, os mártires teriam caído como a folha das árvores.

Quando acendiam contra eles as fogueiras, o Espírito Santo extinguia o calor do fogo pelo calor do amor divino.

Deus, enviando-nos o Espírito Santo, fez a nosso respeito como um grande rei que encarregasse o seu ministro de conduzir um súdito seu, dizendo:

“Acompanhareis este homem por toda parte, e a mim o reconduzireis são e salvo”.


Como é belo, meus filhos, ser acompanhado pelo Espírito Santo. É um bom guia esse… E dizer que há quem não o queira seguir!…


O Espírito Santo é como um homem que tivesse um carro com um bom cavalo, e que nos quisesse levar à capital.

Teríamos só que dizer sim e pular dentro… É realmente um belo negócio dizer sim!… Pois bem! O Espírito Santo quer levar-nos para o Céu; temos só que dizer sim e deixarmo-nos conduzir.

O Espírito Santo é como um jardineiro que trabalha a nossa alma… O Espírito Santo é o nosso criado

Eis aí uma espingarda: Vós a carregais… mas é preciso alguém para lhe por o fogo e dispará-la…

Assim também, há em nós com que fazer o bem… É o Espírito Santo que põe o fogo, e as boas obras partem.


O Santo Espírito repousa nas almas justas, como a pomba no ninho. Acalenta os bons desejos, como a pomba os seus filhotes.


O Espírito Santo nos guia como uma mãe guia o filho de dois anos pela mão… como uma pessoa que enxerga, guia um cego.

Os sacramentos que Nosso Senhor instituiu não nos salvariam se não fosse o Espírito Santo. A própria morte de Nosso Senhor ser-nos-ia inútil se não fosse ele.

Foi por isto que Nosso Senhor disse aos seus apóstolos: “É útil para vós que eu me vá. Porque, se eu não me fosse, o Consolador não viria…”

Era preciso que a descida do Espírito Santo viesse frutificar essa messe de graças.

É como um grão de trigo; vós o lançais em terra; mas é preciso o sol e a chuva para fazê-lo medrar e ascender em espiga.

Dever-se-ia dizer cada manhã:


“Meu Deus, enviai-me o vosso Espírito que me faça conhecer o que eu sou e o que sois vós” (“Noverim te, noverim me! Que eu vos conheça e me conheça!” dizia S. Agostinho.)

.
Fonte: Do livro “Espírito do Cura d’Ars” de Abbé A. Monnin.

.
.

*   *   *

.

.

missa

Clique na Imagem e escreva seu nome na Missa

.
.
.

Ele foi a RUÍNA do demônio, a santificação de uma cidade e o Modelo de todos os Padres. Hoje é dia de São João Vianney! Conheça ele aqui.

4, agosto, 2017 1 comentário
São João Vianney, o Cura d'Ars

São João Vianney, o Cura d’Ars

.
Neste mundo tão carente de Santos Sacerdotes…


N
unca se fez tão necessário rogar ao Santo que se comemora no dia de hoje – São João Maria Vianney, o Cura d’Ars, declarado pela Santa Igreja o modelo dos sacerdotes.

Ele nasceu na França, nos dias terríveis da Revolução Francesa, e habitou cidades moralmente arruinadas por ela.

Onde exerceu o seu ministério, a cidade de Ars, a piedade era tão enfraquecida que a população vagamente lembrava uma comunidade católica.

Muito semelhante ao que acontece nos dias de hoje, em tantos e tantos lugares…

Ele buscou santificar-se com as mais pesadas práticas de piedade: seu jejum era constante, dormia sobre sarmentos e seu travesseiro era um pedaço de madeira.

Ficava horas ajoelhado a adorar o Santíssimo Sacramento rogando pela conversão do povo de Ars.


Confessou fervorosamente aquele povo, e o catequizou com grande emprenho;

Esforçava-se no apostolado com os jovens e conseguiu levar muitos à uma vida verdadeiramente cristã.


Falava constantemente do Inferno, e alertava a todos que vivessem de acordo com a Sã Doutrina para não acabar lá… 

Combateu as tabernas da cidade, pois eram grandes fontes de pecado. Suas pregações contra esses lugares fez com que eles fossem aos poucos esvaziando, e ainda rogou profeticamente:

“Vós vereis arruinados todos aqueles que aqui abrirem tabernas”. De fato, todas elas fecharam!

Fez ainda grandes esforços para combater os bailes da cidade, onde ocorriam grandes pecados contra a castidade; lutou por esta causa por 25 anos, e saiu vitorioso.


Ars se tornava um berço de Santidade, e muitos peregrinos de toda a França chegavam frequência para ouvir as pregações de São João.


Depois de tudo isso, ficou fácil de ver como o mundo precisa de Padres Santos como ele, não
é mesmo?

Por isso, a Associação Apostolado Sagrado Coração te convida neste dia tão especial a colocar o nome do Padre e do Bispo de sua Paróquia nas intenções de uma Santa Missa.

É totalmente gratuito, você só precisa clicar no link:


setas-para-baixo

Livro de Missas

.
.
*  *  *

.
.

Você só tem uma escolha: os bens passageiros da terra, ou os eternos do Céu. Leia: (Parte II)

27, janeiro, 2017 Sem comentários

São João Maria Vianney – o Cura d’Ars.

.

 

.

Continuação do post – Você só tem uma escolha: os bens passageiros da terra, ou os eternos do Céu. Leia: (Parte I)

.

No Céu, a fé e a esperança não existirão mais;


Porquanto as névoas que nos obscurecem a razão serão dissipadas.

O nosso espírito terá a inteligência das coisas que lhe são ocultas neste mundo.

Não esperaremos mais nada, visto que teremos tudo.

Ninguém espera adquirir um tesouro que possui… Mas o amor! Oh! Seremos inebriados dele, seremos afogados;

Perdidos nesse oceano de amor divino, aniquilados nessa imensa caridade do Coração de Jesus!…

Por isto a caridade é um antegozo do Céu. Se soubéssemos compreendê-la, senti-la, saboreá-la, oh!


Como seríamos felizes! O que faz que sejamos infelizes é não amarmos a Deus.


Quando dizemos: “Meu Deus, creio! Creio firmemente, isto é, sem a menor dúvida, sem a menor hesitação…”

Oh! Se nos compenetrássemos destas palavras:

“Creio firmemente que estais presente em toda parte, que me vedes, que estou debaixo dos Vossos olhos;

Que um dia Vos verei claramente eu próprio, que gozarei de todos os bens que me haveis     prometido!..

Meu Deus, espero que me recompenseis de tudo o que eu tiver feito para Vos agradar! Meu Deus, eu Vos amo! Tenho um coração para vos amar!…”


Oh! Como este ato de fé, que é também um ato de amor, bastaria para tudo!…

Se compreendes a ventura que temos de poder amar a Deus, ficaríamos imóveis no êxtase…


Se um príncipe, um imperador, fizesse comparecer perante si um de seus súditos e lhe dissesse:

“Quero fazer a tua felicidade; fica comigo, goza de todos os meus bens; mas cuida de não me desagradares em tudo o que for justo”;

Que cuidado, que ardor esse súdito não poria em satisfazer o seu príncipe!

Pois bem! Deus faz-nos os mesmos oferecimentos… e nós não nos preocupamos com a Sua amizade; não fazemos nenhum caso das Suas promessas… Que pena!

.
.
Fonte: retirado do livro “Espírito do Cura D’Ars” de Abbé A. Monnin.

.

*   *   *

.

.

botao_07

.

.

,

.

GRÁTIS.
Coloque seu e-mail abaixo e receba orações, conselhos católicos e Mensagens de fé

Pesquisar no site

Veja o que acabamos de publicar

  • Dia de Nossa Senhora Rainha – Ofereça esta bela oração à Virgem Santíssima Leia Mais +
  • Anjos, servos de Deus Leia Mais +
Topo ↑

Inclua agora seu nome na Missa de Súplicas ao Coração de Jesus.
Ligue grátis de qualquer lugar do Brasil:

0800 774 7557

Política de Privacidade