Voltar à página inicial

Minha Oferta ao Sagrado Coração de Jesus

Facebook Youtube SoundCloud Instagram

Preguiça espiritual, o Catecismo ensina a combater. Veja!

Não percamos tempo, nossa vida é uma luta constante!

Não percamos tempo, nossa vida é uma luta constante!

.
Os Santos Padres vêem na preguiça espiritual “uma forma de depressão devida ao relaxamento da ascese, à diminuição da vigilância e à negligência do coração”.


Conheça e aplique, a partir deste ensinamento do Catecismo da Igreja Católica, os remédios para essa doença que debilita o nosso espírito e ameaça a vida da graça em nós.

A preguiça é considerada uma doença espiritual.


Como toda doença, para que possa ser curada, é necessário saber o que a motivou, ou seja, a sua causa.


O Catecismo da Igreja Católica ensina que ela é também uma tentação e provém de uma outra doença, a presunção;

Segundo ele, os “Padres espirituais entendem esta palavra [preguiça ou acídia] como uma forma de depressão devida ao relaxamento da ascese, à diminuição da vigilância, à negligência do coração.”

Em outras palavras:


“Quanto mais alto se sobe, tanto maior é a queda. O desânimo doloroso é o inverso da presunção. Quem é humilde não se surpreende com sua miséria. Passa a ter mais confiança e a perseverar na constância.”
(CIC 2733)


O Catecismo está ensinando que o cristão pode viver dois extremos negativos em sua vida de oração:

A presunção, cuja filha é a preguiça

E o desânimo.


O primeiro faz com que a pessoa julgue ter alcançado o grau máximo de comunhão com Deus, ou seja, presunçosamente já se considera santa.

O segundo está relacionado à aridez espiritual e ocorre quando ‘… o coração está desanimado, sem gosto com relação aos pensamentos, às lembranças, aos sentimentos, mesmo espirituais‘ (CIC 2731) e a pessoa acaba prostrada, sem forças, desanimada.

A presunção é a mãe da preguiça espiritual.

Jesus sempre insistiu na necessidade de o cristão estar acordado, vigilante, esperando pela volta do seu Senhor.


A presunção relaxa ou mesmo acaba com a vigilância. Quem nela se acomoda corre o sério risco de se perder.


A fé exige um esforço porque existe uma tendência no homem de sair da realidade e entrar nas falsas promessas de felicidade contidas em cada tentação, em cada pecado.


Por isso, é uma luta a vida do homem sobre a terra (Cf. Jó 7,1).


A preguiça espiritual deve ser combatida com a ascese, a vigilância e o cuidado do coração que se exerce sobretudo na oração, no ouvir a Deus, deixá-lO falar, mesmo quando o ouvir não seja agradável.

.
Fonte: padrepauloricardo.org

.
.
*  *  *

.
bt_oferta_ASC-3

Se você NÃO tem Facebook, comente abaixo a:
Os comentários estão fechados.

GRÁTIS.
Coloque seu e-mail abaixo e receba orações, conselhos católicos e Mensagens de fé

Pesquisar no site

Veja o que acabamos de publicar

  • Novena de Natal – 2º dia Leia Mais +
  • Ela precisava de ajuda e o Coração de Jesus atendeu o seu pedido Leia Mais +
Topo ↑

Inclua agora seu nome na Missa de Súplicas ao Coração de Jesus.
Ligue grátis de qualquer lugar do Brasil:

0800 774 7557

Política de Privacidade

Voltar aos Posts