Voltar à página inicial

Facebook Youtube SoundCloud Instagram

boletim

Depressão na terceira idade: Confira 6 recomendações que vão ajudar quem está passando pelo problema.

25 fevereiro 2017
depressao-terceira-idade

Depressão na terceira idade

.
Sentir-se limitado para fazer certas tarefas, solidão, perda da saúde com o avanço da idade, redução da capacidade econômica;


Morte de amigos, falta de atividades e outros fatores podem ser as causas da depressão na velhice.


Conheça os sintomas e o que fazer se você estiver nesta situação.


O Instituto Nacional de Saúde Mental do Chile explica em que consiste o transtorno depressivo:

“É uma enfermidade que afeta o organismo (cérebro), o ânimo e a maneira de pensar.

Afeta também o modo como a pessoa come e dorme, além da autoestima.


A depressão não significa fraqueza pessoal,  já que não depende de vontade própria.


As pessoas que sofrem de transtorno depressivo não conseguem dizer simplesmente ‘já basta, vou ficar bem’”, declara a entidade especializada.

Entretanto, graças a anos de pesquisas, hoje se sabe que certos medicamentos e terapias são eficazes para curar a depressão.


A depressão na velhice


O transtorno depressivo pode surgir durante o processo de envelhecimento devido, em grande parte;

Aos acontecimentos que atingem a terceira idade e que podem resultar em uma carga emocional muito pesada para a pessoa.

Apesar disso, é errado pensar que a depressão é um aspecto “normal” da velhice;

Dá para ser feliz e viver satisfatoriamente nesta etapa da vida.

No entanto, há pessoas que apresentam uma maior dificuldade para assimilar as mudanças na velhice e chegam a se sentir deprimidas.


Mas por que isso acontece?


Em relação às causas, a Associação Americana de Psicologia (APA) explica que:


“Uma pessoa com idade avançada pode sentir uma perda de controle sobre sua vida devido a problemas na visão, perda da audição e outras mudanças físicas;

Além de pressões externas, como os recursos financeiros limitados, por exemplo.

Estes e outros assuntos geralmente podem causar sentimentos negativos;

Como a tristeza, a ansiedade, a solidão e a baixa autoestima, que, por sua vez, levam ao isolamento social e à apatia.”


Cabe esclarecer que um transtorno depressivo não é o mesmo que um estado passageiro de tristeza.


A depressão tem intensidade e duração maiores.


Além disso, a doença contém um conjunto de sintomas próprios.


Sintomas comuns


Entre os primeiros sintomas que saltam à vista estão os relacionados com a alteração do estado de ânimo;

Como a  tristeza, a perda do interesse pelas coisas que eram feitas  anteriormente e a perda da capacidade de diversão.

Somando-se a isso, o Dr. Luis Carlos Arranz, médico especialista em geriatria;

Disse que podem surgir ideias de culpa, autocensura, pessimismo, falta de esperança, dificuldade de concentração e vontade de morrer.


Ele acrescenta que alguns sintomas corporais ou somáticos também podem aparecer:


“Sendo mais frequentes a insônia, a perda de peso com falta de apetite, o cansaço e a falta de energia.

Podem existir outras queixas como: disfunções gastrointestinais, vertigem, dores e cefaleia.”

Na terceira idade, os sintomas da depressão podem passar despercebidos, pois geralmente são atribuídos a efeitos secundários de medicamentos, a uma doença física ou a manifestações emocionais transitórias.

Desta forma, a família ou as pessoas próximas ao paciente devem prestar atenção e, se os sintomas persistirem por um longo período, devem procurar um especialista.


Como os familiares e amigos podem ajudar a pessoa deprimida


Envelhecer é inevitável na vida.

Mas a depressão não deve fazer parte da velhice.

Os pesquisadores concordam que o diagnóstico e o tratamento precoce podem diminuir e prevenir as consequências emocionais e físicas da doença.


A APA fornece as seguintes orientações para pessoas mais velhas com depressão:


Seja consciente das limitações físicas
.

Encoraje as pessoas mais velhas a consultarem um médio antes de mudar a dieta ou começar uma nova atividade que possa comprometer sua resistência.


Respeite as preferências individuais
.

Devido ao fato de as pessoas mais velhas tenderem a ser menos adeptas às mudanças no estilo de vida;

Elas podem ser relutantes a adotar novos hábitos ou fazer coisas que outras pessoas de sua idade gostam bastante.

Um psicólogo especialista na terceira idade pode ajudar a desenvolver uma estratégia individual para combater a depressão.


Seja diplomático
.

Uma pessoa mais velha com baixa autoestima pode interpretar expressões de alento e estímulo bem intencionadas como uma prova do agravamento de seu estado.

Outras pessoas podem se chatear diante de qualquer tentativa de intervenção.

Um psicólogo pode ajudar seus amigos e familiares a desenvolver táticas positivas para lidar com este e outros problemas delicados.


Ofereça apoio.

Isto implica compreensão, paciência, afeto, estímulo e saber ouvir.


É preciso ter paciência
.

O tratamento não faz maravilhas da noite para o dia.

Há que se levar em conta o tempo que dura todo o processo, ainda mais quando é do tipo psicológico.


A maioria das pessoas que sofrem de depressão pode melhorar com um tratamento adequado;


Baseado principalmente em medicamentos e psicoterapia, ajudando a pessoa deprimida a recuperar sua capacidade para ter uma vida satisfatória.

.
Fonte: pt.aleteia.org

.
.
*  *  *

.

Se você quiser saber mais sobre como combater a Depressão por meio da Oração:

Recomendo que você assista este testemunho aqui.

Ou, assista pelo site se preferir:

.
www.bastadedepressao.com.br

.
Levará só alguns minutinhos, você verá como vai valer a pena.

.
.

 

Vídeos de Fé, Orações, Testemunhos e uma Surpresa Especial. Confira o que você pode ganhar com nosso Canal no Youtube.

23 fevereiro 2017
youtube
.

Inscreva-se hoje, gratuitamente, no
Canal do Youtube da Associação e;


Seu nome será incluído nas intenções da Hora Santa de Adoração ao Santíssimo Sacramento, dessa semana
.

Veja aqui como se inscrever

Infelizmente não temos grandes recursos para ter um programa de TV, mas em compensação você pode usufruir desse Canal do Youtube, que já possui DEZENAS de vídeos especialmente para você:

  • Mensagens de fé e de inspiração que vão te ajudar no dia a dia.
  • Orações e preces para pedir graças.
  • Histórias de devoções e de Santos poucos conhecidos, mas muito milagrosos.
  • Curiosidades, depoimentos, relatos e até convites para missas.

.

Para você se inscrever e ter acesso a todo esse conteúdo exclusivo, é muito fácil e não tem custo algum:

.
1 –
Acesse aqui para entrar na nossa Página do Youtube

2 – Clique no botão INSCREVER-SE conforme indicado na imagem abaixo.

.
yt3

.

IMPORTANTE!

Ao se inscrever ative o campo de notificações, pois assim que um novo vídeo estiver disponível, você saberá na hora e poderá assistir o quanto antes. 

Confira a imagem:

.

yt2

.

Se você já estiver logado numa conta de Gmail, você já terá completado sua inscrição. Senão, siga mais esse passo abaixo:

3 – Faça seu Login ou Crie uma conta de e-mail gmail


E PRONTO!

Viu só como é simples?

Se você se inscrever hoje, farei questão de incluir seu nome nas orações da Hora Santa de Adoração ao Santíssimo Sacramento, que será realizada essa quinta-feira, em São Paulo.

Acesse aqui e inscreva-se.

Tenho certeza que você gostará de assistir a esses vídeos e faço questão que você me escreva, contando qual é o próximo vídeo que você gostaria de assistir em nosso canal do Youtube.

.
.
*  *  *

.
.

Um Milagre pouco conhecido de Dom Bosco. Veja!

23 fevereiro 2017
don-bosco-nossa-senhora-auxiliadora

Dom Bosco e Nossa Senhora Auxiliadora

.
A presença de Dom Bosco na cidade italiana de Gênova está ligada a muitas anedotas;


Histórias e também alguns milagres, como por exemplo, o que foi relatado pelo sacerdote salesiano Pe. Mauricio Verlezza.

O Pe. Verlezza, responsável pela Obra de Dom Bosco em Sampierdarena (Gênova), de onde saíram as primeiras expedições missionárias para a Argentina;


Contou que o santo sacerdote celebrou uma Missa em 1872, na qual estiveram presentes muitos benfeitores.


No final da celebração e logo depois de escutar a sua catequese;

Todos passaram pela sacristia da Catedral de ‘San Siro’ para receber a bênção do fundador dos salesianos.


Ele costumava entregar a cada pessoa uma medalhinha de Nossa Senhora Auxiliadora.


“As medalhinhas que estavam em uma pequena bolsa eram muito poucas;


E o milagre foi que todos puderam recebê-la, apesar de que realmente houvesse pouquíssimas na bolsa que o secretário entregou a Dom Bosco”.


Em seguida, explicou o sacerdote que:

“São João Bosco olhava seus sonhos missionários em um mapa do mundo que estava no pequeno quarto onde descansava durante a sua permanência em Sampierdarena”.


“O meu único desejo é que sejam felizes no tempo e na eternidade”;


Deixou escrito aos seus jovens Dom Bosco, declarado por São João Paulo II como “pai e mestre da juventude”.

São João Bosco partiu para a Casa do Pai no dia 31 de janeiro de 1888;

Depois de ter vivido aquela frase que disse ao seu aluno São Domingos Sávio:


“Nesta casa fazemos consistir a santidade em estar sempre muito alegres”.

.

Fonte: acidigital.com

.
.
*  *  *

.

Inscreva todos os seus pedidos direto no livro de Missas.

Clique na imagem abaixo e veja como é fácil, você poderá pedir por todas as graças e bênçãos que precisar.

.
.
botao_05.
.

 

Descubra aqui o que a Santa Missa pode causar na sua vida! É impressionante. Confira.

22 fevereiro 2017

.

.

Como disse o Colaborador Ramiro: “Esses são os efeitos que a Santa Missa proporciona em nossa vida”.

Agora, clique no link abaixo e deixe que a Santa Missa também proporcione isso em você. Faça parte do Grupo Famílias do Sagrado Coração de Jesus.

.
www.aascj.org.br/familias

 

A Importância do cristianismo na civilização humana. A catequese dos índios na História do Brasil. Parte I

22 fevereiro 2017
aldeia

Aldeia

.
Transcorria o ano de 1556.


Dom Pero Fernandes Sardinha — ­nosso primeiro bispo;

Tomava a nau Nossa Senhora da Ajuda, acompanhado de eclesiásticos, pessoas da sociedade e famílias inteiras rumo a Portugal.


Um acidente fatal a fez soçobrar pouco depois de zarpar de Salvador.


Os que escaparam ao naufrágio — e foram muitos;

Acabaram capturados e devorados pelos ferozes índios caetés, na margem esquerda do rio São Miguel, ainda hoje indicada graças à crença popular.

Eis um acontecimento característico do estado dos índios brasileiros por ocasião da chegada dos nossos primeiros colonizadores e missionários.


Para darmos uma ideia da mudança ocasionada pelo influxo do Cristianismo e da civilização;


Apresentaremos, um quadro geral da situação em que se encontravam os aborígines na época do
descobrimento do Brasil.

Nomadismo e promiscuidade


Talvez a maior descoberta dos portugueses ao desembarcarem em nossas terras tenha sido os próprios índios;

Um tipo humano ainda não conhecido pelos lusos em nenhuma parte do mundo.

A única ciência dos indígenas era a floresta.


O objetivo de suas vidas era comer, beber, caçar, combater e matar…


As aldeias que construíram — as tabas ­duravam no máximo quatro anos:

As madeiras apodreciam, as palmas dos tetos de suas ocas já não os cobriam e toda a caça da redondeza estava exterminada.

Se alguma tribo se dedicava precariamente à agricultura, as terras cultiváveis estavam cansadas, o que obrigava os silvícolas a se mudarem de local.


Além de predadores da natureza, nossos índios, com seus costumes nômades, jamais conheceram qualquer tipo de desenvolvimento.


Os laços sociais que os uniam eram de tal maneira frouxos que essas pequenas tribos se fracionavam cada dia mais.

As constantes guerras de extermínio entre elas constituíam motivo para que se debilitassem e diminuíssem em número.


Nessas pobres almas predominava o instinto de vingança.


Iniciadas as rixas que eram transmitidas de pais para filhos;

Não se poderia esperar nenhum sentimento de abnegação em favor do interesse comum e tampouco da posteridade.

Ao contrário de certas visões idílicas que alguns autores indigenistas procuram dar à vida tribal, ela se caracteriza pela mais completa promiscuidade;


Causadora de todas as espécies de doenças e vícios morais.


Vários cronistas da época relatam que os índios, antes da conversão, moravam em casas compridas — as ocas;

Cuja superfície era de trezentos ou quatrocentos palmos por cinqüenta de largura;

Suas paredes eram de palha e o teto recoberto de folhas de palmeiras.


Dentro delas viviam esparramados indistintamente cerca de cem a duzentos silvícolas.


Entrando na oca, via-se a todos e tudo quanto nela se encontrava.

Uns cantavam, outros riam, outros choravam, alguns preparavam farinha, outros o cauim etc.

Havia pequenos fogos por todos os lados dando uma aparência de labirinto ou de um pequeno inferno.

Essas tabas eram escura, malcheirosas e esfumaçadas.

À guisa de camas, os infelizes nativos usavam uma espécie de rede que exalava um odor horripilante;

Pois eles eram tão preguiçosos que nem se levantavam para satisfazer suas necessidades naturais.

Índios canibais

Eram seres humanos inteiramente rudimentares, ferozes, astutos, mentirosos e traiçoeiros.


E, além do mais, eram canibais.

As cerimônias de matanças públicas serviam de pretexto para festas e ajuntamentos.


Daí a denominação de “antropofagia ritual” que lhes deram.


Os aborígines comiam seus inimigos por vingança.

Suas expedições guerreiras tinham também como fim proverem-se de carne humana.

Durante os combates, os índios visavam sobretudo à captura de prisioneiros.

Após uma luta preliminar, os guerreiros de ambos os lados precipitavam-se uns contra os outros, esforçando-se para desarmar o adversário e aprisioná-lo vivo.


Os mortos e feridos no campo de batalha eram dizimados e devorados imediatamente, levando-se também diversas partes assadas para casa.


A expedição vitoriosa fazia uma entrada triunfal em todas as tabas aliadas, ao longo do caminho.

Ao chegar à aldeia de origem, as tropas obrigavam o prisioneiro a gritar: eu, vossa comida, cheguei!

Nenhum deles podia escapar ao sacrifício ritual para o qual era destinado.

Caso adoecesse, os indígenas levavam-no mata adentro e partiam-lhe o crânio, deixando o cadáver insepulto.

A duração do cativeiro variava muito, pois os velhos eram mortos sempre no retomo da expedição;

Enquanto os jovens poderiam manter-se cativos por vários meses, até anos.

Marcada a data da execução, todos os vizinhos e aliados eram convidados a tomar parte no festim.


Passavam a noite precedente, num simulacro de vigília, a dançar, cantar e beber.


Logo ao alvorecer, várias mulheres conduziam a vítima amarrada pela cintura até a praça da execução, no centro da aldeia, em meio a grande alvoroço.

Aparecia então, no pátio, o carrasco dançando com um enorme tacape nas mãos, e;

Aproximando-se do prisioneiro, o brandia com toda força, quebrando-lhe a cabeça.

Mal o mísero massacrado caísse morto, velhas índias precipitavam-se sobre ele para recolher em uma cuia o sangue e os miolos que eram engolidos ainda quentes.


Em seguida, o cadáver era assado como se fosse um porco e depois esquartejado, levando-se então os pedaços às cabanas em meio a gritos de alegria.


Os selvagens acreditavam que, comendo a carne do inimigo, apropriavam-se de suas qualidades e manifestavam sua superioridade sobre ele.

.
Continua…

.
Fonte: ipco.org.br

.
.
*  *  *

.

.

botao_07

.

.

,

.

 

Próxima Página »

GRÁTIS.
Coloque seu e-mail abaixo e receba orações, conselhos católicos e Mensagens de fé

Pesquisar no site

Veja o que acabamos de publicar

  • Depressão na terceira idade: Confira 6 recomendações que vão ajudar quem está passando pelo problema. Leia Mais +
  • Verdades que o Católico não pode esquecer – O mal em ser indiferente ao belo ou à feiúra Leia Mais +
  • Vídeos de Fé, Orações, Testemunhos e uma Surpresa Especial. Confira o que você pode ganhar com nosso Canal no Youtube. Leia Mais +
  • Um Milagre pouco conhecido de Dom Bosco. Veja! Leia Mais +
  • Descubra aqui o que a Santa Missa pode causar na sua vida! É impressionante. Confira. Leia Mais +

Clique aqui para escrever os seus pedidos e agradecimentos a Santo Expedito

Seu nome em mais de 60 Missas por ano

Clique aqui e saiba mais

Topo ↑

Inclua agora seu nome na Missa de Súplicas ao Coração de Jesus.
Ligue grátis de qualquer lugar do Brasil:

0800 774 7557

Política de Privacidade