Voltar à página inicial

Minha Oferta ao Sagrado Coração de Jesus

Facebook Youtube Instagram

Nossa Senhora do Divino Amor, sua importância para o verdadeiro apostolado.

N Sra Divino Amor Consolacao

Nossa Senhora do Divino Amor

.
Vamos falar de uma invocação de Nossa Senhora que é Nossa Senhora do Divino Amor.

Existe uma imagem de Nossa Senhora do Divino Amor na igreja da Consolação, na capela do Santíssimo Sacramento;

Em uma coluna sobre o qual se encontra uma imagem de Nossa Senhora, lavrada em madeira.

E é Nossa Senhora que tem no coração o Espirito Santo e é a invocação de Nossa Senhora do Divino Amor.

O que é que vem a ser? Qual é o sentido profundo dessa invocação?

O sentido profundo é o seguinte:

Sabemos bem que a coisa mais preciosa que o homem pode ter nesta terra, a que lhe granjeia o céu é o amor de Deus.


O amor de Deus é o primeiro de todos os Mandamentos e é o mandamento que dá valor a todos os outros.


Quer dizer se uma pessoa cumprisse todos os outros mandamentos por outras razões que não o amor de Deus;

Aos olhos de Deus o cumprimento de todos esses mandamentos não teria valor.

Porque é preciso que as coisas sejam feitas por amor de Deus para terem valor.

Quer dizer, a virtude cúpula, a virtude áurea, de acordo com a doutrina católica, é o amor de Deus.


Agora, este amor de Deus é, por outro lado, o que nos abre as portas do céu.


Quer dizer, só entra no céu quem tem amor de Deus, e no céu nós estamos praticando um eterno ato de amor de Deus.

De maneira que Nossa Senhora do Divino Amor é Nossa Senhora enquanto nos obtendo a mais alta virtude e o mais alto dom que ela pode obter para uma criatura.

Enquanto nos comunicando a mais alta virtude que Ela teve, que foi o amor de Deus.

De maneira que nós precisamos nos perguntar qual é o papel de Nossa Senhora na obtenção do amor de Deus e na difusão desse Amor.


A coisa se põe de um modo muito simples.


Se Nossa Senhora – e esta é uma verdade de fé que ninguém pode negar sob pena de pecado mortal – se Nossa Senhora é a Medianeira de todas as graças;

Quer dizer, todos os pedidos que vão a Deus passam por Ela; os homens só obteriam se Ela pedisse junto com eles;

Se todos os pedidos de todos os santos do céu feitos em união com Nossa Senhora são atendidos, mas se Nossa Senhora não pedisse com eles, não seriam atendidos;

Nossa Senhora pedindo sozinha sem eles todos, Ela sozinha é atendida;

De tal maneira que Ela é o ponto por onde todas as preces chegam a Deus e se tornam agradáveis a Deus.

Também é verdade que todas as graças que Deus dá, nos dá então por meio d’Ela.

Porque se é Ela fundamentalmente que obtém, então também é verdade que é Ela fundamentalmente que concede.

E que Ela é o canal por onde todas as graças, todas as preces sobem, e todas as graças descem para os homens.


E é assim verdade que o amor de Deus é Nossa Senhora que obtém para os homens.


Agora, o amor de Deus nós podemos considerar em duas linhas: o amor natural e o amor sobrenatural.

O que é o amor natural de Deus?

É o amor que teria a Deus um homem se não conhecesse senão a religião natural.

O que vem a ser a religião natural?

Há certas coisas a respeito de Deus que os homens conhecem simplesmente pela razão;

Não porque estejam na Escritura, não porque portanto tenham sido reveladas, não porque constem da Tradição;

Mas é simplesmente por causa da razão humana que o homem conhece certas coisas a respeito de Deus.

Essas coisas que ele conhece de Deus, quer dizer;

Que há um só Deus, supremo, criador de todas as coisas, infinitamente perfeito, misericordioso, portanto justo, que ama os homens e que os chama para uma vida eterna depois dessa existência;


Essas verdades que o homem conhece simplesmente por sua razão;


Elas justificam um amor que o homem tem a Deus também, um amor de índole meramente natural.

Quer dizer, o homem ama a Deus por causa daquilo que ele conhece.

Estão nesse caso as almas que estão no Limbo, as almas de pessoas que morreram quando eram crianças, não tinham ainda a idade de razão;

Não podiam portanto nem pecar nem não pecar, mas que logo que morrem a sua alma atinge o estado adulto;


E elas amam a Deus pelo que conhecem de Deus, e amam a Deus por toda a eternidade.


Mas amam a Deus apenas por  aquilo que a sua razão lhes diz de Deus.

Mas para nós que fomos batizados, para nós que além de batizados temos toda a vida da graça que a Igreja oferece,;

Temos a fé, não há apenas esse amor natural de Deus, há também o amor sobrenatural de Deus.

O que vem a ser o amor sobrenatural de Deus?


O amor sobrenatural de Deus é o fruto próprio de um conhecimento sobrenatural de Deus.


Quer dizer nós conhecemos de Deus pela Escritura, pela Tradição, portanto pela Revelação;

Nós conhecemos de Deus incomparavelmente mais do que nossa simples razão poderia dizer.

Por exemplo a Santíssima Trindade nós não conhecemos pela nossa razão, nós conhecemos simplesmente porque foi revelado.


E assim uma porção de outras, um caudal enorme de verdades de fé, fundamentais, que nós só conhecemos porque Deus revelou.


Ensina-nos a Igreja que esse ato pelo qual a razão humana adere ao que foi revelado, é um ato sobrenatural, não é um puro ato natural.

Nós não percebemos que ele é sobrenatural, mas de fato ele o é.

Quer dizer, sem uma graça que Deus dá ao homem para isto, o homem é incapaz de crer.

O ato de fé, embora seja um ato conforme a razão, justificado pela razão;


A simples razão não basta para que o homem faça o ato de fé, ele precisa de um auxilio especial.


E esse auxilio especial que é a fé, é já nesta terra o começo da visão beatifica;

Quer dizer é uma espécie de semente do ato que nós faremos quando nós no céu contemplarmos Deus face a face.

Esse ato de conhecimento sobrenatural de Deus que é a fé, traz como conseqüência própria o amor de Deus, mas um amor sobrenatural também.

Um amor que só pode ser obtido, portanto, por meio de uma graça.

E este amor que vem, portanto, de Deus para nós;


Para nós amarmos a Deus, é preciso que antes Deus nos tenha amado e nos tenha dado a graça de amá-Lo;


Esse amor que Deus tem por nós é o amor que Ele nos dá;


O primeiro passo é d’Ele para conosco e não nosso para com Ele.


E esse amor sobrenatural é um amor que também nos vem da fé, nos vem da graça e sem a graça nós absolutamente não o teríamos.

Nossa Senhora é que pede para nós a fé.


Nossa Senhora é que pede para nós a graça do amor, e sem a graça nós não teríamos nem a fé nem o amor sobrenatural.


Então o que é Nossa Senhora aí?


Nossa Senhora é a medianeira que obtém de Deus para nós esse amor sobrenatural d’Ele;


Que é o por onde o católico pode salvar-se.


O católico não pode salvar-se sem um amor sobrenatural de Deus.


Bem, agora, não é apenas o caso de dizer que Ela pela intercessão d’Ela obtém esse amor;

Mas Ela é um reservatório desse amor, Ela é uma tocha ardente desse amor;

E esse amor se comunica de um para o outro.


Ela passa esse amor d’Ela que ama mais a Deus do que todas as criaturas juntas o amam, Ela passa para as criaturas, ela transmite para as criaturas.


Ela é mais ou menos como uma tocha que se acende no sol que é Deus, e que depois com o fogo que n’Ela se acendeu passa a todas as outras criaturas.

Quer dizer ela comunica esse amor do qual ela é um reservatório, um mar, um oceano imenso. Ela transmite esse amor aos outros


Assim, em ultima análise, para todos os problemas de nossa vida interior, nós temos que pedir antes de tudo o amor de Deus.


Temos que agradecer o amor de Deus que nós recebemos e temos que pedir mais amor de Deus.


Nós não podemos fazer a Nossa Senhora um pedido mais agradável do que pedir a Ela que nos dê amor de Deus.


Se nós tivermos amor de Deus nós praticaremos todas as outras virtudes; se nós não tivermos amor de Deus não praticaremos virtude nenhuma.


A repercussão disso sobre o apostolado é enorme;

Porque o ato de apostolado é um ato pelo qual uma pessoa comunica a outra o conhecimento de Deus através da fé.


E o amor de Deus, através do bom conselho que acende na pessoa o amor de Deus.

Para que meu ato de apostolado seja fecundo só pode ser por uma ação sobrenatural da graça ajudando meu ato.

Se não meu ato é inteiramente incapaz de fazer qualquer coisa.

Podemos usar para ilustrar uma comparação da energia elétrica passando pelo tungstênio.

A graça seria algo de mais ou menos parecido com a energia elétrica que passa pelo tungstênio.


Então, Nossa Senhora é a verdadeira alma do meu apostolado;

Porque é por meio d’Ela que eu tenho as graças para meu apostolado frutificar.


O principio, portanto, fundamental do livro de Dom Chautard, “A Alma de todo Apostolado”,

Está representado nessa invocação de Nossa Senhora do Amor Divino, quer dizer:


Nossa Senhora enquanto dando ao apóstolo o amor de Deus e ajudando o apóstolo a transmitir o amor de Deus para as outras pessoas.
 


É Nossa Senhora o principio – princípio vital não se poderia dizer – mas condição fundamental de minha vida espiritual;


É Nossa Senhora condição fundamental da fecundidade de meu apostolado. 


Aquela famosa figura oriental que está no livro de Dom Chautard;

De Nossa Senhora que está rezando e que tem dentro de si o Menino Jesus com o pergaminho ensinando;

Mas poderia se chamar perfeitamente Nossa Senhora do Amor de Deus


Quer dizer, Ela enquanto reza, na pessoa d’Ela, o Menino Jesus ensina.


Então também é Ela enquanto reza que obtém para todo mundo o amor de Deus;

Quer dizer, o Menino Jesus fala a todas as almas.

Em Nossa Senhora Ele fala a todas as almas, dando-lhes o amor de Deus.

Quer dizer, portanto, para quem quer cultivar a fecundidade do apostolado, para quem se consagra ao apostolado individual;

É absolutamente fundamental uma compenetração da importância de Nossa Senhora nesse sentido.

Ela é também Nossa Senhora do apostolado vitorioso, porque apostolado é transmissão de fé e de amor de Deus.


E essa transmissão só se pode fazer em união com Ela que obtém a graça dessa transmissão para as pessoas junto às quais agimos.


É o que convém especialmente a quem se dedica ao apostolado, à luz do livro de Dom Chautard.

.
Fonte: pliniocorreadeoliveira.info

.
.
*  *  *

.

.

botao_07

.

.

,

.

 

Se você NÃO tem Facebook, comente abaixo a:
  1. Nenhum comentário ainda.
  1. Nenhum trackback ainda.

GRÁTIS.
Coloque seu e-mail abaixo e receba orações, conselhos católicos e Mensagens de fé

Pesquisar no site

Veja o que acabamos de publicar

  • Qual é o valor de uma Santa Missa para você? Leia Mais +
  • Como ser um bom católico – Dica 9: Não se deixe abater pelas quedas – Parte 1 Leia Mais +
Topo ↑

Inclua agora seu nome na Missa de Súplicas ao Coração de Jesus.
Ligue grátis de qualquer lugar do Brasil:

0800 774 7557

Política de Privacidade

Voltar aos Posts