SURPREENDENTE! Ele aguentou muitas enfermidades, inclusive uma febre Infernal. Confira

casa-padre-pio-3-200x300
As Febres realmente eram extraordinárias, chegando a passar dos 50 graus, uma temperatura que nenhum termômetro comum conseguia medir!
O corpo do padre alcançava temperaturas tão absurdas que o termômetro simplesmente arrebentava!
Em uma carta enviada a uma de suas filhas espirituais, no dia 9 de Fevereiro de 1917, o santo relatava:

“Sinto que melhorei. A febre era tão alta, 23 que não havia termômetro capaz de medi-la, deixou-me há já alguns dias.”

Em uma outra carta ele dizia:

“O calor da febre era tão excessivo, que fazia arrebentar o termômetro.”

padre-paolino-da-casacalenda
O padre percebeu que a respiração do Padre Pio não estava muito normal e resolveu medir-lhe a febre:
 

“Qual não foi o meu espanto quando, ao retirar o termômetro, me apercebi que o mercúrio, chegado aos 42 graus e meio, ou seja, ao ponto extremo dos 24 termômetros vulgares, tinha feito pressão e, não podendo sair, tinha quebrado o reservatório onde estava encerrado.”

Com a curiosidade de saber até quanto aquela febre iria;

Padre Paolino pegou um termômetro de banho e, para seu assombro, percebeu que o mercúrio havia chegado aos 52 graus.
Naquele instante o padre soube que estava diante de alguém totalmente fora do comum.Padre Raffaele Da Sant'Elia A Pianisi
Já o padre Raffaele de Sant’Elia de Pianisi, que viveu muitos anos com Padre Pio, conta que, em 1934, quando Dom Bosco foi canonizado, a temperatura de Santo Padre Pio chegou aos incríveis 53 graus:

“Vi-o com os meus próprios olhos. O padre, na sua cama, parecia 25 autêntico fogo, devido ao calor. Para lhe tirar a febre, tínhamos utilizado um termômetro de banho.”

O dr Giorgio Festa, que cuidou por muito tempo da saúde de Santo Padre Pio, examinava duas vezes por dia a temperatura do padre no decorrer de duas semanas.

Ele levava um “termômetro especial que servia para as experiências científicas e que era de uma precisão absoluta.”

Os registros variavam entre 36,2 graus e 48,5 graus.

“Quando era atingido por temperaturas tão elevadas, o Padre Pio parecia sofrer muito.”

Sendo tomado por grande agitação na cama, mas sem delirar e sem as perturbações comuns que habitualmente acompanham alterações febris significativas. Ao fim de um ou dois dias tudo regressava ao seu estado normal.”

Com um grande interesse em entender o caso do padre;

Doutor Festa foi atrás de investigações sobre o assunto e descobriu que, das temperaturas mais altas já registradas por médicos, nenhuma delas passava dos 44 graus.

E as que passavam recebiam o nome de “agônicas” ou “pré-agônicas” pois eram impreterivelmente seguidas de morte. 

Foram tantos episódios relatados por quem convivia com Padre Pio, e ainda mais com o respaldo de médicos e especialistas, que provam realmente que as coisas que aconteciam com ele eram verdadeiros milagres.

Em sua memória estamos lembrando e convidando nossos fiéis, sobretudo de São Paulo, apesar de haver relato de fiéis de outros estados à caminho!
À participar da Santa Missa Especial, realizada pela associação co-irmã Regina Fidei, em honra ao Jubileu de Padre Pio, na Catedral de Santo Amaro em São Paulo.
Não deixe de participar e pedir a intercessão de São Padre Pio por suas necessidades, espirituais e temporais!
Mais informações clique aqui.

.

.
*  *  *

Não esqueça de compartilhar.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Você também gostará der ler...

Compartilhe:

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on email
Cadastre-se abaixo e receba orações, conselhos católicos e Mensagens de fé.
É GRÁTIS

Mais Postagens

contatos

Cadastre-se abaixo e receba orações, conselhos católicos e Mensagens de fé.
É GRÁTIS

CENTRAL DE MISSAS

Inclua seus pedidos
É Grátis!

0800 608 2126