Na primeira aparição e no Calvário, o Coração de Jesus mostrou sua fonte Inesgotável de Misericórdia

Coração de Jesus
O Coração de Jesus e Santa Margarida Maria Alacoque.

.
Dia 27 de Dezembro, 1673, o Coração de Jesus se revelou a Santa Margarida Maria Alacoque no convento de Paray-Le-Monial. Entre diversas aparições e segredos, mistérios revelados pelo Nosso Senhor, sempre existirá alguns ocultos que somente após leituras e estudos poderemos compreender alguns significados dessa revelação:

No momento da sua Paixão, quando o Vosso coração fora transpassado pela Lança de Longino, que foi o primeiro a receber o “Sangue de Cristo“. Assim que gotejou em seus olhos ele voltou a enxergar, abandonou o exército Romano e se tornou um monge. Mais tarde fora torturado e faleceu. 

Neste momento, a humanidade teve um pequeno vislumbre da Graça de Cristo, o qual a misericórdia transborda do Vosso Coração.

Este símbolo do Amor Divino alimenta os pecadores.

São Vicente de Ferrer
Vicente de Ferrer.

Segundo São Vicente de Ferrar, um dos santos que mais trabalhou pela conversão de judeus e muçulmanos, Jesus só tinha um único motivo para deixar a humanidade transpassar o seu Coração: “Mostrar a fonte inesgotável do perdão!
Este Amor Divino sempre gritará:

“Vinde a mim, todos que estais sobrecarregados, e Eu vos aliviarei.” (Mateus 11,28)

A Vossa sede é insaciável de curar os pecadores e a saciamos quando Lhe levamos nossas faltas para que as perdoa; pecado.
Tenhamos a certeza, já que Santa Margarida Maria Alacoque repetia com extrema frequência:

“O Coração de Jesus é o trono da misericórdia, em que os que melhor são recebidos são os miseráveis, desde que o amor os acompanhe no abismo das suas misérias”.

Nos recordamos dos escritos de Santa Margarida, que relata sua maior dor, o sofrimento que sua família a fazia passar. E para “lidar” com tantos importunos, recorria ao Coração de Jesus. O único que a dava o autêntico conforto. 
“Que venham todos! Eu os espero como um pai, com os braços abertos, para dar-lhes a paz e a verdadeira felicidade.”

Pois o grande anúncio feito pelo Amor Divino, ao ver a negação daqueles que havia se sacrificado. Anos poderão se passar e o Amor Divino ainda bradará pelos pecadores. Pois a sua sede, enquanto pecarmos, será eterna.

.
Fontes:

“A Arte de Aproveitar as Próprias Faltas”. Joseph Tissot. Ed. Cléofas e Cultor de Livros.
“Santa Margarida Maria Alacoque”, compilada pelo Servo de Deus P. ANDRÉ BELTRAMI da Pia Sociedade Salesiana.


Cadastre-se no WhatsApp da Associação Apostolado do Sagrado Coração de Jesus e receba os melhores conteúdos, mensagens católicas, notícias sobre a devoção do Coração de Jesus, motivações católicos e em especial Convites especiais para escrever seus pedidos de graça na Santa Missa.

Mande uma mensagem para (11) 96251-2000.
Aos que enviarem, saibam que seus nomes e pedidos já estarão na próxima Missa!

2 respostas

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Você também gostará der ler...

Compartilhe:

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on email
Cadastre-se abaixo e receba orações, conselhos católicos e Mensagens de fé.
É GRÁTIS

Mais Postagens

contatos

Cadastre-se abaixo e receba orações, conselhos católicos e Mensagens de fé.
É GRÁTIS

CENTRAL DE MISSAS

Inclua seus pedidos
É Grátis!

0800 608 2126