Voltar à página inicial

Minha Oferta ao Sagrado Coração de Jesus

Facebook Youtube Instagram

Arquivo

Textos com Etiquetas ‘Santa Faustina’

Visão de Santa Faustina: A falsa felicidade nos levará ao abismo! Cuidado com as tentações do demônio. Leia essa matéria

28, janeiro, 2019 1 comentário
O-caminho-para-o-Paraíso-é-estreito-e-tortuoso-mas-leva-à-Felicidade-Eterna.-Visão-de-Sta-Faustina

Representação da visão de Santa Faustina!

“Um dia, vi duas estradas:
Uma estrada larga, atapetada de areia e flores, cheia de alegria e de música e de vários prazeres.

As pessoas caminhavam por esta estrada dançando e divertindo-se – estavam chegando ao fim, sem se aperceberem disso.

E, no final dessa estrada, havia um enorme precipício, ou seja, o abismo do Inferno.

Essas almas caíam às cegas na voragem desse abismo; À medida que iam chegando, assim tombavam.

E seu número era tão grande que não era possível contá-las.

.
E avistei uma outra estrada, ou antes uma vereda, porque era estreita e cheia de espinhos e de pedras;

Por onde as pessoas seguiam com lágrimas nos olhos e sofrendo dores diversas.

.
Uns tropeçavam e caiam por cima dessas pedras, mas logo se levantavam e iam adiante.

E no final da estrada havia um magnífico jardim, repleto de todos os tipos de felicidade e aí entravam todas essas almas.

Já no primeiro momento, esqueciam de seus sofrimentos.”

Retirada do Livro: Diários de Santa Faustina, 153.


Santa Faustina nos faz refletir sobre a “falsa felicidade” que muitos acabam criando e quando, alguns, se deparam com isso já estão prestes a dar de cara com o abismo do inferno.

Mas alcançar o Coração de Jesus não é uma tarefa simples; existirá caminhos, provações e tentações, tudo isso para que você prove se é digno do céu.

Por isso que nEle a felicidade será eterna pois não teremos, mas conquistaremos.

E somente no paraíso, encontraremos a felicidade eterna, assim disse Santa Faustina:

“E no final da estrada havia um magnífico jardim, repleto de todos os tipos de felicidade e aí entravam todas essas almas.”

Com a tentações do mundo moderno, praticamente criadas pelo demônio, o método de felicidade da grande maioria é uma mentira.

Preferem uma vida de luxo, riquezas, bens materiais, bebidas, drogas, ofensas e etc.

Essa tendências de “uma vida boa” nos levam a alguns pecados, como a ganância, luxúria e a vaidade. Não caia nessas mentiras.

O Coração de Jesus quer proporcionar a VOCÊ a felicidade eterna, inclusive o próprio Paraíso, não se esqueça disso!

Faça com que todos conheçam essa verdade, não deixe compartilhar essa matéria!

.
60 Missas ao Longo do Ano

 

Em cada confissão o Coração de Jesus se faz presente…

24, janeiro, 2019 1 comentário

Coração de Jesus confissão

Quando percebemos o momento “auge” em que o Coração de Jesus se faz presente?

Primeiro é no momento de oração, segundo é no ato da confissão. Pois este sacramento nos concede o perdão e podemos alcançar a Misericórdia Divina.

“Quem esconde seus pecados não prospera, mas quem os confessa e os abandona encontra misericórdia.”
Provérbios 28:13

Neste símbolo de Paixão Eterna, que nos foi revelado ao ser transpassado, encontraremos a redenção para alcançar o paraíso.

Quando Nosso Senhor o revelou a Santa Margarida em 1673, foi quando se iniciou a devoção pelo sentimento dEle.

Além de não ter sido fácil tornar a devoção autêntica, muitas pessoas não o viam como símbolo do perdão.

Eis que foi necessário Ele revelar a Divina Misericórdia, o que ocorreu depois de quase 300 anos, para Santa Faustina.

Para que os homens recorram a este símbolo diante de qualquer feito. A Divina Misericórdia parte do Coração de Jesus!

Mas como?

Repare da direção em que são lançados os “raios” da imagem da Divina Misericórdia:
.

Ao ser transpassado, no peito de Jesus Cristo jorraram duas torrentes; uma de água representando o Batismo e uma de sangue representando a Eucaristia.

Na imagem da Divina Misericórdia, vemos o mesmo símbolo; uma luz branca e outra vermelha. Compare as imagens:

200px

Representação do momento em que Jesus Cristo foi transpassado!

200px-Kazimirowski_Eugeniusz,_Divine_Mercy,_1934

Representação da Divina Misericórdia!

Foi Ele quem disse a Santa Faustina no surgimento dessa devoção:

“Ambos os raios jorraram das entranhas da Minha misericórdia, quando na Cruz, o Meu Coração agonizante foi aberto pela lança”

Por isso, no ato da confissão a Divina Misericórdia que traz consigo o Coração de Jesus estarão presentes, prontas para trazer a redenção dos pecados daqueles que a fazem.


Botão 2019

Coração de Jesus e Divina Misericórdia, duas devoções e um significado! Entenda – Parte III

20, janeiro, 2019 2 comentários

Divina MisericórdiaE a Divina Misericórdia?

Diz o beato Papa João Paulo II:

“Em Cristo e por Cristo…se torna especialmente visível a Sua misericórdia.
Não somente fala dela e a explica pelo uso de comparações e parábolas, mas acima de tudo Ele mesmo a encarna e a personifica. Ele mesmo, em certo sentido, é misericórdia” (Carta Encíclica Dives in misericórdia, 2).

E santa Faustina Kowalska o reafirma:

“Fostes levados pela misericórdia, e Vós mesmo Vos dignastes descer até nós e nos levantar de nossa miséria… assim se realiza o inconcebível milagre da Vossa misericórdia, Senhor. O Verbo se fez carne: Deus habitou entre nós, o Verbo de Deus – a Misericórdia encarnada” (Diário, 1745).

Sem dúvida, para santa Faustina, o centro de sua vida, seu primeiro amor, era o misericordioso Sagrado Coração de Jesus.

Sua devoção era o Sagrado Coração, mas focalizada no misericordioso amor que flui para nós vindo ao Amor Divino.

Da mesma forma que na devoção tradicional ao Sagrado Coração de Jesus, passado a santa Margarida Maria Alacoque.

Nosso Senhor forneceu a santa Faustina novas formas com que seu misericordioso Coração devia ser honrado, e novos vasos para uma renovada efusão da Sua graça:

– Novas orações; terço Divina Misericórdia e as preces para a Hora da Misericórdia 15 horas ( 3 horas da tarde).

– Uma nova festa para a Igreja Católica; Festa da Divina Misericórdia, comemorada no domingo seguinte ao da Páscoa.

Usando uma pequena parte da frase do Coração de Jesus, podemos afirmar:

“Eis a misericórdia que tanto convida os pecadores”


Ambas as devoções baseadas em explicar tanto o Amor Infinito de Nosso Senhor Jesus por nós, quanto para mostrar que neste Coração, encontraremos submissão e o Amor.

O seu desejo? É habitar nos lares e famílias.

Por isso, convidamos você a participar do grupo Famílias do Coração de Jesus! Clique aqui.

Neste você nos ajudará a propagar a devoção ao Amor Divina de Nosso Senhor.

Sem contar que diversos presentes estão a sua espera, conheça-os clicando aqui.

Coração de Jesus e Divina Misericórdia, duas devoções e um significado! Entenda – Parte II

19, janeiro, 2019 Sem comentários
Coração e Divina

Sagrado Coração de Jesus e a Divina Misericórdia!

.
Qual a relação apropriada entre essas duas devoções; Coração de Jesus e a Divina Misericórdia?

Sabemos que ambas são correntes de espiritualidade do Coração dentro da Igreja.

O fato é que o Sagrado Coração e a Divina Misericórdia são inseparáveis. Pois o Sagrado Coração transborda de amor misericordioso.

O Coração de Jesus é o Amor Divino, mas a forma que assume quando alcança os seres humanos é de misericórdia.

Afinal, seu maior motivo ao descer a terra foi para nos tornarmos dignos do perdão do Pai Eterno.

A misericórdia é o amor compassivo; um sentimento que procura superar e aliviar todas as misérias dos outros.

A Divina Misericórdia, portanto, é a forma que o amor de Nosso Senhor assume quando vai confrontar a nossa miséria.

Independente de qual seja a necessidade; pecado, culpa, sofrimento, morte.

O Coração de Jesus está sempre pronto a derramar o seu amor misericordioso e compassivo a nós.

Sempre nos ajudando quando necessário.

.
“Quaisquer que sejam as orações e as devoções que alguém possa escolher para santificar cada dia,
o importante a lembrar é que o Nosso Senhor não olha o número ou a magnitude das devoções que praticamos,
mas a fé e o amor com que as oferecemos.”
.

Pelos atos de piedade, é apenas isso que traz deleite ao Misericordioso Coração de Jesus.

Além disso, tais práticas piedosas são meios.

Elas têm por fim alimentar e formar em nós, pela graça de Deus, não apenas devoções e devocionismo, mas a verdadeira devoção:

O verdadeiro amor a Deus, conhecer o Seu amor para conosco tão profundamente, pessoalmente e intimamente que penetremos nesse Coração como numa fonte e oceano de Misericórdia, uma fornalha ardente de amor e luz.

“Encerro-me no Vosso Coração compassivo, que é um mar de misericórdia insondável”(Santa Faustina Kowalska).

Perdeu a primeira parte? Não se preocupe! Clique aqui e leia agora mesmo.


Botão Livro de Missas

Coração de Jesus e Divina Misericórdia, duas devoções e um significado! Entenda – Parte I

18, janeiro, 2019 Sem comentários

SSSSCJS

“Meu Coração está repleto de grande misericórdia para com as almas.

E especialmente para com os pobres pecadores…

Por eles jorrou do meu Coração o sangue e a água como de uma fonte transbordante de misericórdia.” (Diário, Santa Faustina, 367).

De acordo com os Papas dos últimos cem anos, não existe devoção mais importante para a vida da Igreja que a devoção ao Coração de Jesus.

Não precisamos insistir no assunto.

É suficiente dizer que há mais de um século os sucessores de são Pedro tem repetidamente incentivando os fiéis a honrar o Coração de Jesus e a praticar essa devoção com amor e zelo.

Os Papas têm boa razão para essa recomendação, visto que a devoção ao Coração de Jesus tem uma linhagem impressionante.

Está enraizada nos Evangelhos, no apelo de Nosso Senhor:

“Vinde a mim todos os que estais cansados sob o peso do vosso fardo e eu vos darei descanso. Tomai sobre vós o meu jugo e aprendei de mim, porque sou manso e humilde de coração, e encontrareis descanso para as vossas almas” (Mt 11, 18-189).

E novamente Nosso Senhor exclamou na festa das Tendas:

“Se alguém tem sede, venha a mim e beba… como diz a Escritura: de seu seio jorrarão rios de água viva” (Jo 7, 37-38).

No Coração de Jesus, portanto, podemos encontrar descanso para a fadiga e refrigério para a sede de nossa alma.

Tudo isso se tornou manifesto na Cruz.

No momento em que seu lado foi aberto pela lança, do seu Coração jorraram torrentes de água e vinho.

A água representa o Batismo e o sangue, representa a Eucaristia, pilares da Santa Igreja.


Amanha sairá a segunda parte dessa matéria!

Você pode ser notificado pelo e-mail quando ela for ao ar, clique aqui e cadastre-se de graça. 

GRÁTIS.
Coloque seu e-mail abaixo e receba orações, conselhos católicos e Mensagens de fé

Pesquisar no site

Veja o que acabamos de publicar

  • MISSA DA SEMANA: Nossa Senhora Rainha Leia Mais +
  • Por que a Confissão é tão importante para todo católico? Leia Mais +
Topo ↑

Inclua agora seu nome na Missa de Súplicas ao Coração de Jesus.
Ligue grátis de qualquer lugar do Brasil:

0800 774 7557

Política de Privacidade