Corresponder ao Amor Divino

“Fazei nosso coração semelhante ao vosso”
.

Não sejamos surdos e ingratos a essa sublime devoção, correspondendo ao divino amor do Coração de Jesus por nós.

Como corresponder?

Procurando, por exemplo, fazer tudo conforme seus divinos preceitos, e evitar tudo o que os contraria.
Assim, estaremos purificando nossos corações e assemelhando-os ao Sacratíssimo Coração.
Uma breve aplicação: por obra da funesta Revolução Francesa, o Rei Luís XVI foi condenado à guilhotina.
Subiu ao patíbulo com toda paciência, mas quando o carrasco quis atar-lhe as mãos, num gesto enérgico ele não permitiu, dizendo que não aceitaria tal humilhação.
Seu último confessor, o Pe. Edgeworth de Firmont, então disse-lhe:

“Senhor, esta humilhação será ainda mais um traço de semelhança entre Vossa Majestade e Nosso Senhor Jesus Cristo”.

Ao que Luís XVI respondeu:

“Se isso agrada a Jesus, estou pronto para ser amarrado”.

Tal resposta do soberano francês poderia ser aplicada em todas as circunstâncias de nossa vida: estarmos prontos para fazer tudo o que agrada a Jesus; e nada, absolutamente nada que O desagrade.
Para chegar a essa prática habitual, é muito aconselhável uma jaculatória que se encontra no final da Ladainha do Sagrado Coração:

“Jesus, manso e humilde de coração. Fazei nosso coração semelhante ao vosso”.
.

Botão 2019


Leia a matéria completa: Primeira parte, segunda parte.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Você também gostará der ler...

Compartilhe:

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on email
Cadastre-se abaixo e receba orações, conselhos católicos e Mensagens de fé.
É GRÁTIS

Mais Postagens

contatos

Cadastre-se abaixo e receba orações, conselhos católicos e Mensagens de fé.
É GRÁTIS

CENTRAL DE MISSAS

Inclua seus pedidos
É Grátis!

0800 608 2126